A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

01/10/2013 08:16

Médico abandona idosa em UTI móvel após motorista negar "carona amiga"

Graziela Rezende

Uma idosa de 86 anos sofreu grande constrangimento, na noite de ontem (30), após um médico se negar a acompanhá-la e abandonar a paciente dentro da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) móvel. A discussão do profissional teve início quando o motorista se negou a desviar o trajeto e lhe dar uma carona, de Aparecida do Taboado a Santa Fé do Sul (SP).

Veja Mais
Morre menina de 11 meses ferida após carro da família capotar em rodovia
Condutor perde controle de caminhonete, derruba poste e foge

Dentro do veículo, a idosa aguardou mais de quatro horas e, no “calor” da discussão, a Polícia foi acionada. Segundo o registro, Braulina Batista da Silva estava acompanhada de Jorge Paulo Cezar, 36 anos. Por conta de cuidados específicos, ela deveria ser transferida para Três Lagoas, a 338 quilômetros da Capital.

O município então solicitou a ambulância de Selvíria, já que aquela cidade não possui um veículo adequado, com UTI móvel. De acordo com a enfermeira chefe do plantão, Gabriela Scabora da Silva, seria necessária a presença de um médico e mais duas enfermeiras. As profissionais chegaram ao hospital por volta das 21h e o médico Oscar Eduardo Azero Frontanilla (CRM 6704/MS e 55353/SP), duas horas depois.

Na ocasião, a idosa já estava acomodada no ambulância quando o médico indagou o motorista sobre a possibilidade dele voltar pela rodovia que liga Ilha Solteira (SP) a Santa Fé do Sul (SP), no intuito de “ganhar uma carona”. Em seguida, o médico disse que retornaria sozinho para Aparecida do Taboado e que lá fossem deixadas as duas enfermeiras.

Neste momento, conforme a Polícia, os envolvidos começaram uma discussão e o médico chamou o condutor de “palhaço”. A PM foi acionada e constatou que a idosa estava dentro do carro, com as portas abertas, enquanto alguns funcionários do hospital presenciavam a cena e disseram estar revoltados com a situação.

O motorista respondeu que não poderia mudar o trajeto porque cumpria ordens e então o médico solicitou um táxi e foi embora a o interior de São Paulo, sem qualquer explicação e abandonando a paciente. A idosa foi levada para o quarto novamente e os policiais permaneceram no local até o início da madrugada aguardando o “desfecho” da história.

O fato foi registrado como omissão de socorro, vias de fato e está sendo investigado.

Morre menina de 11 meses ferida após carro da família capotar em rodovia
Sofia de Almeida Flores, de 11 meses de vida, morreu na madrugada de hoje (5) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, após ficar ferida em acidente oc...
Homem de 33 anos é morto com golpes de facão e foice em fazenda invadida
Um homem de 33 anos foi morto a golpes de facão e de foice durante uma briga envolvendo índios na fazenda Novilho, município de Caarapó, a 283 km de ...



Irresponsável, negligente e covarde porque se fosse algum parente dele tenho certeza que tal fato ñ ocorreria.. mas nesta classe tão cooperativista aposto que o crm nem vai se manifestar pelo ocorrido.. Depois vão as ruas dizendo que não faltam médicos no Brasil e sim estrutura.. uma ambulância, duas enfermeiras, motorista ficarem esperando 2 horas a boa vontade de um irresponsável.. não falta médico ? então porque eles estão sendo recebidos com festa por toda a população em nosso pais.??
 
Carlos Strato em 02/10/2013 09:20:53
Oh raçinha soberba são esses médicos, salvo raras exceções, todos "se acham" a última rosquinha do pacote.
 
Antônio Calloni em 01/10/2013 14:17:30
Palhaçada, a idosa tinha que processar o médico por negligencia, onde já se viu deixar a mulher de idade, doente, amargando dentro da ambulancia porque o beleza queria uma carona? Tem que perder a CRM.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 01/10/2013 13:20:28
Salvo poucas excessões, os médicos brasileiros tratam os pacientes com grosseria, arrogância e uma indiferença que chega ao limite do desprezo. Os esculápios mais velhos e já estabilizados financeiramente então... saia de perto. E não que eu seja favorável ao Programa Mais Médicos, mas se o programa servir para baixar um pouco o topete dos médicos brasileiros, deixando-os mais humildes, mais humanos e menos arrogantes, já terá valido à pena.
 
Adriano Roberto dos Santos em 01/10/2013 12:17:08
Depois que a presidente Dilma começa contratar médicos estrangeiros para o Brasil, muitos "cegos"não veem que a medida é realmente necessária. Os nossos profissionais, com exceções, é claro, nem sempre querem cumprir os juramento feitos pela profissão escolhida.
 
Olices Trelha em 01/10/2013 10:23:03
Depois vem os medicos fazerem protesto contra a contratação de medicos de fora, este tipo de descaso é normal eles se acham reis e cometem este tipo de IRRESPONSABILIDADE, neste caso não é falta de material para trabalho e sim falta de profissionalismo, querer obrigar o motorista que cumpre ordens a desviar o caminho, se o motorista fosse penalizado o tal medico será o primeiro a tirar o corpo fora e deixar o coitado se lascar. Medicos profissionais e que queiram trabalhar de forma correta já.
 
Adauto Correa Jr em 01/10/2013 09:40:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions