A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

08/04/2013 21:32

Médico acusado de matar diretor de hospital é preso ao buscar novo emprego

Nyelder Rodrigues
Miguel Angel matou o diretor do hospital de Taquarussu, Ademir Pimenta dos Reis, em 2006 (Foto: Fronteira Agora)Miguel Angel matou o diretor do hospital de Taquarussu, Ademir Pimenta dos Reis, em 2006 (Foto: Fronteira Agora)

O médico paraguaio Miguel Angel Caballar Aravolos, de 47 anos, foi preso ontem (7) em Paranhos por causa de um mandado de prisão no Paraná.

Veja Mais
Conhecida como 'Cidade do Peixe', Itaporã comemora 64 anos neste sábado
Ônibus colide em carro, arranca duas árvores e só para ao bater em muro

Miguel é apontado como o autor do homicídio contra o também médico e diretor do hospital municipal de Taquarussu, Ademir Pimenta dos Reis.

O crime foi cometido na rodovia que liga Taquarussu a Nova Andradina, em 2006, em uma emboscada que também atingiu uma psicóloga e uma enfermeira, segundo o site Fronteira Agora.

Miguel foi preso por volta das 10h, quando saia de um hotel na rua Marechal Dutra. Na primeira checagem ao sistema policial, não foi encontrado nada contra o médico, que atua sob o registro 4707/CRM-MS.

Entretanto, ao consultar o sistema nacional Infoseg, foi verificado que ele tinha um mandado de prisão expedido em Cruzeiro do Oeste (PR), cidade onde ele tentou trabalhar como médico.

O retorno dele para Mato Grosso do Sul foi para buscar um emprego em Paranhos. Conforme o secretário Municipal de Saúde, Aldinar Ramos Dias, o médico entrou em contato com ele pedindo o emprego, e ficou agendado que uma entrevista seria feita nesta segunda-feira (8).

Entretanto, ele diz foi feito levantamento da ficha criminal de Miguel, e que no domingo mesmo ficou sabendo dos problemas pelos quais tinha passado anteriormente, e por isso o médico não seria contratado.

Conforme o Fronteira Agora, o médico chegou a ser preso na época do crime, e depois conseguiu liberdade condicional. Porém, ele não cumpriu determinações judiciais e teve o mandado expedido pela justiça paranaense.

Por volta 14h, ele foi transferido para a cadeia pública de Sete Quedas, onde aguarda para ser transferido para o Paraná, onde deve permanecer preso.

Dois homens são presos por suspeita de estupro de adolescentes
Dois homens foram presos por estupro de vulnerável em Laguna Carapã, 287 km de Campo Grande. Eles têm 28 e 24 anos e teriam tido relação sexual com a...
Dupla armada invade madeireira e rouba dinheiro do pagamento de funcionários
Dois homens armados invadiram uma madeireira e roubaram R$ 15 mil por volta das 15h30 de ontem (9) no Distrito Industrial de Dourados - distante 233 ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions