A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

19/03/2013 18:42

Moradores reclamam de lixão e prefeito promete novo aterro

Gabriel Neris
Aterro sanitário se tornou lixão a céu aberto no município (Foto: Wilson de Carvalho/Aquidauana News)Aterro sanitário se tornou lixão a céu aberto no município (Foto: Wilson de Carvalho/Aquidauana News)

O aterro sanitário virou alvo de reclamações dos moradores de Aquidauana, a 135 km de Campo Grande. No bairro Nova Aquidauana são encontrados plásticos, garrafas pet, papelão, vidros, gerando mau cheiro e a propagação de baratas e ratos.

Veja Mais
Veículo colide em capivara, sai da pista e pega fogo nas margens da MS-157
Embriagada e cansada de apanhar, mulher mata marido com facada

O lixão a céu aberto está localizado próximo a BR-419. As constantes chuvas e as fortes temperaturas também contribuem para o problema com a liberação do chorume, líquido poluente que surge com a decomposição do lixo.

O prefeito de Aquidauana, José Henrique Trindade (PDT), disse que o problema é antigo e reconhece que os resíduos são despejados no lixão, mas está tomando providências para solucionar o caso. O MPE (Ministério Público Estadual) foi procurado para tomar conhecimento da situação.

De acordo com o prefeito, entre 15 e 20 será o prazo para o lançamento do edital de licitação para a coleta do lixo.

Entretanto o chefe do Executivo diz que está esbarrando na crise financeira que passa no município. “Não temos recursos. Vamos solucionar, abrir nova célula para voltar a ser um aterro sanitário, mas não temos prazo e nem recurso”, afirmou Trindade.

Segundo o prefeito, o local precisa ser ampliado para que possa continuar recebendo os resíduos. Mas outro lugar para a construção de um novo aterro também não está descartado. Os custos são estimados em R$ 500 mil.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions