A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

08/02/2015 07:54

Mulher é presa depois de efetuar disparos com revólver na casa do namorado

Liana Feitosa
Polícia encontrou arma dentro do fogão. (Foto: Maikon Leal/ Coxim Agora)Polícia encontrou arma dentro do fogão. (Foto: Maikon Leal/ Coxim Agora)

Uma mulher de 23 anos foi presa após efetuar disparos com arma de fogo na residência de do namorado, o pescador Paulo Akira, de 50 anos, na avenida Mato Grosso do Sul, bairro Senhor Divino, em Coxim, cidade a 260 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
Pistoleiro morre baleado durante confronto com a polícia do Paraguai

Segundo o jornal Coxim Agora, Ana Paula de Arruda Vilalba foi presa pela Rotai (Rondas Ostensivas e Táticas do Interior) por volta das 21h10 depois que vizinhos ouviram dois disparos de arma de fogo e acionaram a PM (Polícia Militar).

Quando os militares chegaram no local, que fica próximo a um bar, encontraram Ana Paula bastante agitada e nervosa. O namorado dela não estava na casa, mas chegou logo após a entrada da polícia na residência.

Ainda de acordo com o Coxim Agora, após o consentimento de Akira a PM fez buscas pelo quarto e encontrou um revólver de calibre 38 dentro do fogão. Segundo Ana Paula, ela adquiriu a arma há três anos para se proteger do ex-marido. Ela também contou que ingeriu bebida alcoólica e atirou em direção ao chão duas vezes porque estava chateada com ela mesma.

A jovem foi encaminhada para a 1ª Delegacia de Polícia Civil de Coxim, juntamente com arma, três munições intactas, duas capsulas deflagras, várias facas e um facão. Na delegacia, ela demonstrava estar bastante inquieta, tentando retirar as algemas.

Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...
Médico nega que tenha abandonado pacientes e diz que foi autorizado a sair
O médico Carlos José da Costa Duran, de 41 anos, nega que tenha abandonado o plantão no hospital e maternidade Idimaque Paes Ferreira, o único em Rio...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions