A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

01/09/2015 23:28

Mulher que usava aposentadoria de idosa vai indenizar vítima

Thiago de Souza

A 2ª Câmara Criminal de Campo Grande negou recurso de Josiene Damião da Silva, e manteve condenação dela a dois anos, quatro meses de reclusão, um ano e três meses de detenção, em regime aberto, e 360 dias-multa. A acusação é de apropriação de dinheiro de uma idosa, moradora de Paranaíba, e retenção de cartão bancário da mesma. No primeiro julgamento, o juiz converteu a pena de prisão privativa de liberdade por restritiva de direito, que consiste em prestação pecuniária no valor de R$ 10 mil à vítima.

Veja Mais
Justiça Itinerante realizou neste final de semana ação durante Caravana da Saúde
Justiça interdita boate famosa por falta de segurança

O processo diz que, em 2012, Josiene desviou ou apropriou-se dos proventos, pensão ou outro rendimento de uma idosa, não dando o destino correto a eles. Ainda segundo a denúncia, a ré reteve o cartão bancário a fim de assegurar o recebimento de uma dívida.

Josiane disse que usou o dinheiro fazendo empréstimos em nome da idosa, e alegou que parte dos rendimentos foram usados na construção de um muro, parte com a própria idosa e outra com o pagamento da faculdade dela.

Consta ainda que Josiane aproveitou o fato da idosa ser analfabeta e enferma, para vender a casa onde ela morava. O processo diz também que a acusada havia comprado a casa da vítima por R$ 3.000,00 e vendido por R$ 18.000,00, e que, do valor da venda recebeu apenas R$ 5.020,00, pois foi forçada a desfazer o negócio pelo fato da vítima pedir para retornar para a casa. Os fatos foram confirmados por uma testemunha arrolada no processo.

Outro detalhe da acusação, é que Josiane conseguia o consentimento da vítima para assinar documentos dizendo se tratar de pedido de aposentadoria.

O relator do processo, desembargador Ruy Celso Barbosa Florence negou recurso pois, segundo ele, as provas são vastas e seguro a respeito da materialidade e autoria dos crimes praticados por Josiane.

Justiça interdita boate famosa por falta de segurança
A Justiça de Corumbá acatou pedido do MPE (Ministério Público Estadual) e determinou, por meio de uma liminar, a interdição da Boate Studium 1054, em...
Esposa é presa ao tentar entregar pão recheado com maconha para detento
A esposa de um detento de Itaquiraí, distante 410 km de Campo Grande, foi presa na tarde de ontem (7) tentando entregar um pão recheado com maconha p...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions