A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

21/09/2011 20:37

Murilo acompanha demolição de ponte que ameaçava ruir na Vila Cachoeirinha em Dourados

Edmir Conceição*
Murilo acompanha demolição da ponte velha sobre o córrego Água Boa, na Vila Cachoeirinha (Foto: Assecom)Murilo acompanha demolição da ponte velha sobre o córrego Água Boa, na Vila Cachoeirinha (Foto: Assecom)

O prefeito Murilo Zauith acompanhou nesta quarta-feira o serviço de demolição da ponte sobre o Córrego Água Boa, na Vila Cachoeirinha. A estrutura que estava caindo há vários anos vai dar lugar a uma ponte nova. A movimentação do guindaste da empreiteira responsável pela obra chamou a atenção dos moradores, que foram até o local para ver de perto a retirada das placas de concreto.

Veja Mais
Homem é preso com maconha escondida em banco de carro na MS-134
Idoso sofre sequestro relâmpago por supostos vendedores na fronteira

Pessoas que residem próximas ao local e fazem aquele trajeto diariamente aguardavam com expectativa o momento de o guindaste entrar em ação para retirar as placas. Desde as primeiras horas da manhã já havia público no local.

Para o prefeito Murilo Zauith, o momento é de comemoração. Segundo ele, a ponte totalmente comprometida e que por vários anos ofereceu risco de acidentes, dará lugar a uma estrutura nova. A obra, prevista para ser concluída até dezembro deste ano, terá 16 metros de extensão por 12,50 m de largura. A ponta será toda em concreto e com proteção nas duas laterais.

O lançamento da nova ponte, na Rua Osmar Faria Leite, foi no dia 3 de setembro, quando a empresa vencedora do processo de licitação iniciou os trabalhos. Primeiro foi resolvido o problema da rede de água que passa pelo local. Em seguida houve o isolamento da área para a demolição.

Em contato com moradores, Murilo lembrou que esse é mais um desafio da atual administração e reafirmou que sua forma de administrar é enfrentando e não fugindo dos problemas. “Esse foi o nosso compromisso e estamos cumprindo”.

Murilo disse que a prefeitura não tinha os R$ 554,6 mil em caixa para pagar a obra à vista. Por isso solicitou à empresa vencedora da licitação que parcelasse o valor em nove vezes sem juros, “uma demonstração da credibilidade de nossa administração”.

O prefeito entende que muitas outras obras podem ser feitas dessa forma, com dedicação, responsabilidade e envolvimento direto da comunidade. É o caso do asfalto comunitário que será feito nos bairros onde os moradores se prontificarem a pagar pela melhoria, sem precisar esperar por verba de emendas.

A construção da ponte nova na Vila Cachoeirinha, mesmo sendo uma obra urgente por questão de segurança, passou de administração em administração e os recursos não vieram. Preocupado com a situação, Murilo tomou a iniciativa e determinou que a obra fosse feita imediatamente com recursos do próprio município.

(*) Com informações da Assecom

Idoso sofre sequestro relâmpago por supostos vendedores na fronteira
Idoso de 61 anos e brasileiro, sofreu um sequestro relâmpago na manhã deste domingo (4), enquanto descia do seu veículo para realizar compras no lado...
Concurso Beleza Negra acontece na próxima sexta-feira em Dourados
A cidade de Dourados - que fica a 233 km de Campo Grande - recebe na próxima sexta-feira (9), a partir da 19h, a primeira edição do Concurso Beleza N...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions