A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

19/09/2012 19:36

Prefeito de Água Clara não paga multa é autuado novamente em 300 Uferms

Helton Verão

Procuradora foi multada também em 110 Uferms

O prefeito do município de Água Clara, Edvaldo Alves não pagou a multa de 30 Uferms (Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul) e foi multado novamente em 300 Uferms.

Na época, ele não havia encaminhado os documentos comprobatórios da execução de despesa contratual, declarado irregular e ilegal na sua execução financeira pelo TCE/MS (Tribunal de Contas do Estado). E também não ajuizou a ação pela Procuradoria do Município para cobrança do valor impugnado de R$ 15.894,01. A nova punição foi estabelecida pelo conselheiro José Ancelmo dos Santos.

A procuradora Ana Paula Rezende de Munhoz também foi multada em 100 Uferms por descumprimento da decisão do Tribunal e do comunicado da Secretária-geral.

A Uferms é utilizada para a aplicação de multas e como composição das taxas de serviços estaduais do Estado.

Na sessão desta quarta-feira (19) do Pleno do TCE/MS, o presidente Cícero Antônio de Souza e os conselheiros José Ancelmo dos Santos, José Ricardo Pereira Cabral, Iran Coelho, Waldir Neves, Ronaldo Chadid e Marisa Serrano, acompanhados do Procurador Geral de Contas José Aêdo Camilo, julgaram 37 processos, sendo nove considerados irregulares e ainda uma consulta formulada pela Câmara Municipal de Aquidauana.

Após publicação no Diário Oficial Eletrônico do TCE/MS, os gestores dos respectivos órgãos jurisdicionados poderão entrar com pedido de recurso ordinário, e/ou revisão, conforme os casos apontados nos processos.

Homem é preso ao ser flagrado transportando 191 quilos de maconha
Hellington Sant Ana Mota, de 33 anos foi preso acusado de tráfico de drogas por transportar 191 quilos de maconha no porta-malas de um carro. O flagr...
Quadrilha é presa acusada de roubo a joalheria; funcionária é suspeita
Uma quadrilha formada por 10 pessoas foi desarticulada pela Polícia Civil de Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, após investigações de roubo a ...



Isso e uma vergonha para a população de Água Clara, vendo o que está acontecendo...
temos que acabar com essa corrupção.
 
André da Silva em 20/09/2012 08:50:05
Que beleza aqui em Água Clara estão fazendo fara c as verbas públicas, é hospital que não atende direito a população é sonegação de verbas publicas muitos laranjas ficando rico nas custas da prefeitura.
 
Adriana Macedo em 20/09/2012 07:15:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions