A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

29/10/2013 15:46

Prefeito e mais dois produtores impedem vistoria em fazendas de Sidrolândia

Edivaldo Bitencourt

O grupo, criado pelo Ministério da Justiça e pelo Governo do Estado para levar o valor das terras que vão compor a reserva Buriti, foi impedido de fazer a vistoria e o levantamento em três propriedades. Entre os donos das áreas vetadas, está o prefeito de Sidrolândia, Ary Basso (PSDB).

Veja Mais
André diz que União deveria resolver ao menos conflito na fazenda Buriti
Representante é proibido de verificar como está a Buriti

Os donos das fazendas Cascata, Água Clara e Furna da Estrela impediram a realização do levantamento das benfeitorias e do tamanho da terra nua. Desde o mês passado, um grupo de técnicos e pesquisadores está visitando todas as 28 áreas que compõem os 15 mil hectares que serão comprados pelo Governo federal.

No entanto, em três fazendas, eles foram proibidos de entrar. O caso foi denunciado, hoje à tarde, por seis caciques ao procurador regional da República, Emerson Kalif Siqueira. Segundo o coordenador técnico da Funai (Fundação Nacional do Índio), Jorge Antônio das Neves, as áreas somam cerca de 3 mil hectares.

O prefeito de Sidrolândia confirmou o veto. “É verdade, a fazenda não está a venda”, afirmou. Ele disse que os três não querem vender a área para o Governo nem para os índios. “Só vamos vender se for obrigado pela Justiça”, comentou.
Basso contesta a informação de que a fazenda tenha em torno de 200 hectares. “São de 70 a 80 hectares”, afirmou.

Os indígenas esperam uma solução para o problema até 30 de novembro deste ano, quando planejam ocupar o restante das propriedades. Das 28 áreas, eles já estão em 24, entre as quais, a Fazenda Buriti, do ex-secretário estadual de Fazenda, Ricardo Bacha.

O caso ganhou prioridade após um conflito em maio deste ano, quando um índio morreu no confronto com a Polícia durante uma operação de despejo. A morte teve repercussão nacional e a presidente Dilma Rousseff (PT) determinou que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, resolva o problema indígena em Mato Grosso do Sul de uma vez por todas.

Representante é proibido de verificar como está a Buriti
Dono da fazenda Buriti, em Sidrolândia, Ricardo Bacha denunciou que foi proibido por indígenas, que estão na propriedade, de verificar como estão as ...
Agraer define técnicos para acompanhar avaliação na Reserva Buriti
O diretor-presidente da Agraer (Agencia de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), José Antônio Roldão, designou 6 engenheiros agrimensor e 4 enge...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions