A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

24/09/2013 18:53

Prefeito nega agressões e diz que médicos querem desestabilizar administração

Vinícius Squinelo

O prefeito de Rio Negro, Gilson Antônio Romano (PMDB), negou que tenha agredido os médicos do posto de saúde da cidade, Roberto Rangel e Ivan da Costa. Os profissionais afirmaram que levaram socos, fato negado pelo administrador da cidade.

Veja Mais
Prefeito agride com murros, xinga e ameaça de morte dois médicos
Idoso sofre sequestro relâmpago por supostos vendedores na fronteira

Ouvido pelo Campo Grande News, Gilson dá outra versão sobre a suposta agressão, que teria ocorrido hoje (24). Segundo ele, em reunião com os médicos e vereadores da cidade, o médico Ivan o teria chamado de “muleque”, o que resultou em confusão, com troca de agressões verbais, mas nenhuma física.

“A polícia foi chamada, e pode ver que não tem nenhum corpo de delito ou testemunha, já que todos viram que não houve agressões físicas”, defendeu o prefeito.

Gilson garante que o motivo da acusação dos médicos é político. Roberto seria possível candidato à prefeitura da cidade, e estaria tentando “desestabilizar” a prefeitura. “Estão fazendo alvoroço com ajuda de vereadores da oposição”, disparou.

“Eu retirei minha candidatura para apoiar ele (Gilson) e financiei a candidatura dele, ele só ganhou com ajuda do meu partido aqui, o PSB, ele que está agindo politicamente”, rebateu o médico Roberto.

Versão dos médicos – Segundo os profissionais. as agressões teriam ocorrido durante reunião na tarde de hoje (24), no posto de saúde da cidade. Os médicos solicitaram o encontro com o prefeito para cobrar o repasse de R$ 60 mil que deveria ser repassado ao posto de saúde. Conforme Roberto Rangel, o valor não foi pago. Com a dívida, os funcionários estão sem receber, inclusive os profissionais agredidos.

“O prefeito contratou um médico plantonista, que ninguém sabe de onde veio, e paga R$ 5 mil para ele trabalhar só aos sábados e domingos. O doutor Ivan questionou como ele tinha dinheiro para pagar ele, enquanto nós estamos sem receber, e o prefeito disse que já tinha pago R$ 37 mil”, conta Rangel.

Neste momento, Ivan interrompeu o prefeito e disse que “não era moleque para ouvir mentiras”, quando Gilson teria dado um murro no médico. Rangel entrou no meio para defender o colega e também teria levado socos.
Os médicos registraram boletim de ocorrência contra o prefeito.

Prefeito agride com murros, xinga e ameaça de morte dois médicos
O prefeito Gilson Antônio Romano (PMDB), de Rio Negro, a 144 quilômetros de Campo Grande, agrediu a socos e agressões verbais dois médicos do posto d...
Idoso sofre sequestro relâmpago por supostos vendedores na fronteira
Idoso de 61 anos e brasileiro, sofreu um sequestro relâmpago na manhã deste domingo (4), enquanto descia do seu veículo para realizar compras no lado...
Concurso Beleza Negra acontece na próxima sexta-feira em Dourados
A cidade de Dourados - que fica a 233 km de Campo Grande - recebe na próxima sexta-feira (9), a partir da 19h, a primeira edição do Concurso Beleza N...



Eu sou o medico que o Dr. Ivan se refere , e pra deixar claro , ele que ha um mes esta na cidade de rio negro , e provavelmente nao sabe de nada mesmo , ja que desde que me formei pela UFMS , em 1985 , sou medico em rio negro , ja morei , ja trabalhei , ja fiz milhares de cesarias no municipio desde que tinha um "velho' hospital , ou seja ele deveria se informar melhor , e quem me chamou para trabalhar novamente em final de semana , nao so para fazer plantao , mas para realizar "cirurgias" como cesarianas por ex ,e trinta ultrasonografias por final de semana, e digo mais , ha tres meses que nao recibi um so tostao .ou seja ha tres meses que estou aguardando pra receber meus salarios .apenas para esclarecer ,o mal intecionado do colega de dizer " sei la quem e esse medico". ok ? meu crm ms
 
Mario gonzalo em 25/09/2013 19:41:31
Acredito na capacidade de goververnabilidade do Dr Gilson, pena que a oposição esteja fazendo um jogo tão sujo, imoral mas isso se quer irá abalar a administração do Dr Gilson, votei nele e confesso que ele é o melhor para Rio Negro.
 
Ana Maria Santos em 24/09/2013 19:56:48
MÉDICO NO BRASIL SÓ PENSA EM DINHEIRO. MEU SOGRO FICOU 1 DIA NA CLINICA CAMPO GRANDE. UM MÉDICO DISSE PRA MINHA ESPOSA, DE ENFARTO ELE NÃO MORRE. BEM 04(QUATRO), dias depois ele morreu de!!!!!ENFARTO), CHEGUEI NO NOSOCÔMIO, FALEI UM MONTE, E MÉDICOS PASSANDO, ALGUÉM RECLAMOU?, NÃO POIS SABEM QUE ~TODOS SÓ QUEREM DINHEIRO. TO ERRADO?, POR ISSO QUE VC VAI CLINICAS EM CAMPO GRANDE E NO BRASIL INTEIRO. É IGUAL BORRACHARIA. FAZ TUDO. ALINHAMENTO, BALANCEAMENTO, TROCA DE ÓLEO. E LÁ TAMBEM, TODOS OS EXAMES, E O MÉDICO QUE PEDE. ISSO É UMA VERGONHA. PODERIA FAZER UMA REPORTAGEM, DESSA SAFADEZA DE MÉDICOS NO MATO GROSSO DO SUL .
 
LOURENÇO CARVALHO em 24/09/2013 19:54:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions