A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

20/11/2011 15:49

Proprietário rural é multado em R$ 10 mil por destruir área de preservação

Ana Paula Carvalho
Valetas foram abertas sem licença ambiental (Foto: Divulgação)Valetas foram abertas sem licença ambiental (Foto: Divulgação)

Ontem, policiais militares ambientais de Dourados flagraram, durante fiscalização em propriedades rurais de Rio Brilhante, a construção de valetas para drenagem de uma várzea sem autorização ambiental.

A irregularidade estava dentro da Chácara Alvorada, às margens da BR-163. As valetas foram construídas dentro da Área de Preservação Permanente (APP) do córrego Arara, destruindo as matas ciliares.

O proprietário da chácara, de 35 anos, foi autuado administrativamente e multado em R$ 10.000,00 e as atividades foram paralisadas. O homem deverá apresentar plano de recuperação da área degradada. E também responderá por crime ambiental de destruir área de preservação permanente sem autorização ambiental. A pena para este crime é de 01 a 03 anos de detenção.

Quadrilha é presa acusada de roubo a joalheria; funcionária é suspeita
Uma quadrilha formada por 10 pessoas foi desarticulada pela Polícia Civil de Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, após investigações de roubo a ...
Detentos são flagrados com celular cheio de vídeos de sexo com criança
Agentes penitenciários encontraram um celular contendo cenas de sexo com uma criança, na cela onde estão presos Luis Felipe Barbosa dos Santos, 19 an...
Dupla rende funcionários de mercado e foge levando carro e dinheiro
Funcionários de um supermercado localizado no centro de Três Lagoas, distante 338 km de Campo Grande, foram rendidos por dois bandidos armados. Viole...



Deveria haver leis mais rígidas, nesses caso perdesse a parte desmatado para sempre, além da multa.
 
luiz alves pereira em 20/11/2011 03:59:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions