A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

22/10/2013 16:10

Quadrilha “lucrou” R$ 500 mil com venda de vagas no curso de Medicina

Filipe Prado
Fernanda Figueiredo do Amaral é uma das envolvidas no crime (Foto: Osvaldo Duarte)Fernanda Figueiredo do Amaral é uma das envolvidas no crime (Foto: Osvaldo Duarte)

Até agora, 10 vítimas foram identificadas por pagar R$ 50 mil para quadrilha que vendia supostas vagas no curso de medicina da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). Segundo o delegado da SIG (Serviço de Investigações Gerais) Adilson Stiguivitis, cinco pessoas integram à quadrilha, porém somente já três foram identificadas pela polícia.

Veja Mais
Alunas são presas acusadas de pagar R$ 50 mil por vaga em Medicina
Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre

Na tarde de ontem (21), uma das acusadas de integrar a quadrilha, segundo o advogado de defesa, iria se apresentar para a Polícia, mas acabou não comparecendo à delegacia. O delegado espera a cooperação da mulher, porém, caso ela não apareça, será considera foragida e a Justiça pode decretar a prisão temporária.

Segundo Stiguivitis, não existiam vagas remanescentes para a compra na UFGD, também não constatando nenhum funcionário que seria co-autor do crime. O delegado se reuniu com a Polícia Federal, que também não constatou o envolvimento de funcionários da universidade, até o momento.

Ele também explica que mesmo os estudantes pagando pelas supostas vagas, eles são considerados vítimas do caso, pois foram enganados pela quadrilha, sendo considerada somente conduta ilegal, mas não vislumbrando crime, pelo âmbito legal. E os autores do crime são acusados por associação criminosa e estelionato.

O caso ainda está em fase de investigações e interrogatórios, e não tem prazo para ser finalizado.

Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre
Um trabalhador rural identificado como Abmael Fernandes dos Santos, de 30 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (7) ao ser atingido por um raio en...
Autores de 'arrastão' são presos após perseguição de moto; veja o vídeo
"Desculpem os palavrões, mas há situações em que a gentileza não é prioridade". Assim a Getam (Grupamento Especial Tático de Motos) publicou nesta qu...



são considerados vitimas, porque quem paga 50 mil por uma vaga não é filho de pobre ! queria ver se fosse um quebrado, já estava em cana !!!!!!!!!!
 
rodrigo silva em 23/10/2013 08:51:37
Percebi que alguns comentários são de indignação com o fato de os estudantes que pagaram pelas vagas serem considerados vítimas; calma! Eles são considerados vítimas pq tem grana envolvida no negócio e se tem MONEY, tem gente que PODE, e se tem quem PODE ninguém vai considerá-los criminosos. Simples assim.
 
Valter Castilho em 23/10/2013 08:50:44
Vítima ou cúmplices??
 
Vanessa Schroder em 23/10/2013 08:23:53
Até agora, 10 "vítimas"... Contesto essa categoria de vítimas, se existe corrupção é porque existe corruptor, e tanto o corrupto quanto o corruptor, praticaram o crime de corrupção.
 
Rubens Souza em 23/10/2013 06:51:48
10 vitimas???? não acredito tenho que ler isso de uma autoridade.... como se comprar vaga fosse legal, e que foi enrolado pelos bandidos. AMBAS AS PARTES SÃO BANDIDAS!!!
 
Rafael Pereira em 22/10/2013 23:55:53
O delegado realmente esta certo foi aplicado um golpe é isso é um crime, agora essas pessoas que compraram essas vagas não foram corretas para elas vai doer em muito pois o bolso é o lugar que mais dói, e este dinheiro vai ser difícil pegar de volta.
 
marcelo martins em 22/10/2013 21:04:02
Pela pronuncia do delegado falando que os bandidos que compraram as vagas são vitimas, deve ser porque tem gente importante no meio... Será que no concurso desse delegado caiu mesmo questão de direito Penal - ou conto de fadas...
 
Ademir Gregorio em 22/10/2013 20:22:24
se as pessoas fossem corretas, não teríamos vendedores de vagas!
 
Mirella Forti Cossignani em 22/10/2013 18:02:44
a melhor coisa a fazer ao inves de comprar vaga de medicina na ufgd é fazer medicina em cuba e vir para o brasil. isso é legal !!!!!!!!!!!!!!, pra que enen e vestibular, basta ser do mst
 
pedro paulo em 22/10/2013 18:00:51
Como assim " 10 vitimas" ??? quem tenta comprar vaga em universidade é vítima? para mim é tão bandido quanto quem vende!
 
Magda Correa em 22/10/2013 17:53:21
o delegado disse: "Eles são considerados vítimas do caso, pois foram enganados pela quadrilha, sendo considerada somente conduta ilegal" Não posso acreditar numa alegação desta, é o fim mesmo, só no Brasil isto acontece. Cadeia para estes "estudantes" que de estudantes não tem nada, é a famosa lei de Gerson "Levar vantagem em tudo".
 
Samuel K. Ramos em 22/10/2013 16:26:45
Até agora, 10 vítimas foram identificadas por pagar R$ 50 mil para quadrilha que vendia supostas vagas no curso de medicina da UFGD. nao intendi como podem chamar essas pessoas de vitimas, elas sabiam q era errado, apenas tiveram oq mereceram.
 
Carlos Barbosa em 22/10/2013 16:23:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions