A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

13/08/2014 14:33

Supermercado terá de pagar R$ 200 por produto irregular à venda

Priscilla Peres

O supermercado São Francisco, em Dourados - distante 233 km de Campo Grande, está proibido de comercializar produtos impróprio ao consumo, sob pena de multa de R$ 200 por unidade irregular encontrada. A decisão é do juiz de Direito, Jonas Hass Silva Júnior, que concedeu liminar pleiteada pelo Ministério Público de Mato Grosso do Sul.

Veja Mais
Pistoleiro executa morador em acerto de tráfico de drogas na fronteira
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS

De acordo com o Ministério Público Estadual, o supermercado São Francisco foi condenado por comercializar produtos alimentícios impróprios para consumo, sendo que por duas vezes foram encontrados itens com prazo de validade expirado, e temperatura inadequada e fora da especificação do fabricante.

Ainda segundo os autos, interposto pelo Promotor de Justiça Luiz Gustavo Camacho Terçariol sob o nº 0805989-50.2014.8.12.0002 que tramita na 5ª Vara Cível de Dourados, foi proposto ao Supermercado São Francisco a formalização de um Termo de Ajustamento de Conduta e que não obteve resposta.

O promotor de Justiça pediu antecipação da tutela para impedir nova comercialização de produtos impróprios por parte do supermercado e o juiz acatou o pedido, determinando a punição de R$ 200 por produto irregular.

Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...
Hospital Universitário de Dourados alerta para golpe do falso médico
Falso médico estaria agindo em nome do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados) e nesta segunda-feira entrou em co...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions