A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

28/04/2011 10:26

Vereador pede CPI para apurar situação da saúde em Corumbá

Fabiano Arruda

O vereador Oséas Ohara (PMDB) encaminha para apreciação do plenário da Câmara Municipal de Corumbá, na sessão da próxima segunda-feira, o pedido de abertura da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar denúncias no setor de saúde pública de Corumbá.

O pedido da CPI foi requerido na sessão de terça-feira, subscrito por oito vereadores. Mau atendimento no Pronto Socorro e venda de leitos por funcionários do Hospital de Caridade estão entre as denúncias.

“As reclamações são generalizadas e o objetivo da CPI é apurar as causas”, afirmou.

Na sessão de terça-feira, a vereadora Cristina Lanza (PT) usou a tribuna para relatar que visitou alguns postos de saúde e constatou situações de calamidade. “Deparei-me com uma situação triste, tenebrosa, confirmando as irregularidades denunciadas pela mídia”, disse ela.

Lanza questionou a prefeitura por abandonar a saúde pública, enquanto há recursos substanciais para manter serviços de qualidade à população carente. “O orçamento do município previu investimento de R$ 61,4 milhões na saúde em 2011. Isso representa mais de R$ 5 milhões mensais. Onde está esse dinheiro?”, indagou.

Em aparte, o vereador Antônio Vianna Galã (PT), lembrou que um dos problemas crônicos é o não cumprimento de horário por parte de alguns médicos lotados nos postos. O vereador Oséas Ohara, que é médico, disse que o problema é de gerenciamento. “O prefeito (Ruiter Cunha) reduziu os salários dos médicos”, citou. (Com informações do Capital do Pantanal)

Pacientes encaram viagens longas à Capital e ignoram hospitais locais
Mais de 10% dos atendimentos na Santa Casa de Campo Grande em março foram de pacientes o interior O número de encaminhamentos de pacientes do interi...
“Reclamando do interior”, 89,5% de pacientes na Santa Casa são da Capital
Em março, foram apenas 2,1 mil atendimentos de pacientes do interior em mais de 20 milA sobrecarga de pacientes do interior de Mato Grosso do Sul, h...



A população de corumbá, convive no dia a dia com o descaso da saude em corumbá, fui semana passada ao pronto socorro antes das denuncias da midia levar uma pessoa que estava passando mal e constatei o descaso na saude na cidade... o pronto socorro com paredes com fungos, o banheiro estava em situação catastrofica, os leitos e bacos de esperas todos rasgados, vi no local caixas de soro empilhada no chão encostada na parede de fungos e quando a midia foi no local tiraram rapidamente .... pergunto as autoridades ate quando seres humanos que pagam impostos em dias serão tratados piores que animais???? para onde vai o dinheiro publico??? vejo que as pessoas que pagam plano de saude particular ficam nas dependencias do hospital usufruindo de todos os equipamentos do SUS que era para estara disposição da populaçao, ou será que as seguradas tem dinheiro suficiente para comprar leitos novos para todos os hospitais do brasil???
 
ADELIO QUINTINO em 28/04/2011 02:25:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions