A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Fevereiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


11/03/2013 11:04

Quem paga aluguel, faz o que quer

Reinaldo Rosa

AINDA O ALUGUEL – Como parte do projeto político-eleitoral do vereador Coringa, em novo espaço na Difusora, sábado, podia-se ouvir frases nada recomendáveis pelo bem da educação de menores e maiores. Dentre outras coisas, avisos do tipo:  “você pode estar mandando suas indicação (sic) para o vereador através do nosso programa”. Salve Machado de Assis.

SELETIVO – Passando por cima do principal objetivo do rádio – de comunicar-se com a comunidade independentemente de credos políticos ou religiosos, tais programas deixam corados responsáveis profissionais do setor. Improvisada, na seleção musical não consta nada que seja fora do padrão gospel. A ‘cultura’ da equipe teria dificuldade em saber o significado da palavra laico.

RPM – Redatores de política -nas várias formas de jornalismo, podem cravar: vereador Bueno quer candidatar-se a deputado estadual (ou federal, ou a governador se for para o bem do partido). Aquele que parece ser locutor de rodeio, animador do horário do vereador, a cada três palavras por segundo, quatro são de abraço para alguém. Impossível quantificar.

OIAPOQUE AO CHUÍ – Abraços do vereador são mandados para todos os bairros da capital, passando por municípios do Estado. Em especial, os de maior densidade eleitoral. Claro.

ARREMATE - Da Difusora para o mundo. A pérola da manhã do último sábado, no mesmo ‘programa’ foi pronunciada pelo tal animador. “E aqui vai um abraço e um boa noite, do nosso vereador pra você que está aí no Japão”.

FUI BEM ALI – Assim como eleitores podem encontrar vereadores em rádios e produtoras de TV da Capital, os que reclamam da ausência do prefeito Bernal devem ligar para a FM Cidade, aos domingos. E dá-lhe polca.

DE VOLTA AO FUTURO – Quando Alcides Bernal impôs sua candidatura à prefeitura, uma das primeiras conseqüências contrárias ao ato (dentre tantas) foi o anúncio de sua demissão na citada emissora (publicada em coluna social). Após o resultado do último pleito, tapete vermelho foi-lhe estendido na imponente sede da rádio.

PRIMEIROS PASSOS – Rodadas do campeonato estadual de futebol, aos sábados, indicam lampejos de seriedade por parte de seus responsáveis. A continuar assim, só falta o aproveitamento de cronistas envolvidos, e a TV Morena continuar a transmitir os jogos. Seria o sonho, um sábado sem Luciano Huck. Já pensou?

CONSERTOS PARA JUVENTUDE – Com ‘s’ de consertar. Pelo fato de a Som Livre ser a responsável pela divulgação das andanças de André Rieu pelo mundo, a emissora apresentou o grande espetáculo do maestro, em São Paulo. A lamentar apenas a certeza de que recalcitrantes apreciadores de músicas de auditório de TV não queiram entender o que sejam, realmente, jóias da criação musical.

BAIXANDO O NÍVEL – Depois do alto quilate de músicas clássicas, a Globo coloca no ar um filme com Steve Seagal. Foi "pracabá".

Programa resgata causos do futebol regional
CONTA OUTRA – O futebol sul-mato-grossense – graças a alguns – vive na história do torcedor local. Jogadores, dirigentes e técnicos estão no ‘Conto d...
Público dando um show no futebol de MS
QUEM NÃO AJUDA – Domingo de ‘Comerário’ no Morenão. Se dependesse apenas dos torcedores, o futebol de Mato Grosso do Sul teria vida longa no cenário ...
Caso da primeira-dama hackeada passou batido
EMPODERADO II – Talmir Nolasco, outro personagem histórico do rádio de MS, ‘deu um tempo’ aos microfones. Depois de atuar na campanha eleitoral do PS...
Rádio local disputa espaço com futebol na TV fechada
EMPODERADO – Personagem da história do rádio sul-mato-grossense, Nivaldo Mota atualmente dedica o talento em outras ondas. Em tempo real, entrevista ...



Uma pergunta e uma explicação. primeiro, a pergunta: O deputado Marquinhos Trad tem programa de segunda à sexta-feira pela manhã na Difusora Pantanal e à tarde, ele está na tv.. é claro em ambas podem ser programas gravados. mas mesmo assim.. . caso isso aconteça, a que horas que grava? Credo.. vai ter fôlego bom assim na conchinchina..... e quanto ao televisamento dos jogos aos sábados pela tv morena... e aos domingos, eu teria que assistir jogos mais ou menos tipo São Paulo e Palmeiras? Negativo.. nem pensar.. continue mostrando aos domingos o Sul-mato-grossense.. nesse por exemplo, teremos Comercial e Misto e no outro fim (E NÃO FINAL, NUNCA FINAL) de semana, Novoperário e Comercial.. SENSACIONAL!! Ou bom é São Paulo e Palmeiras? Fala sério! que venha o futebol de MS.. parabens
 
Gilson Giordano em 12/03/2013 18:34:43
eduardo leal. gostei da sua indignaçao, mas os politicos sabem q grande parte do eleitorado brasileiro eh ingenuo. e o bernal?
 
joao bosco alves em 12/03/2013 12:09:02
SABE O QUE MAIS ME ESPANTA, UM ARQUITETO NÃO PODE TRABALHAR SE NÃO TIVER O CREA, UM MÉDICO, O CRM, UM PROFESSOR, O REGISTRO, ETC... POR QUE CARGAS DÁGUA UM BOCA ABERTA QUALQUER PODE SE DECLARAR RADIALISTA, JORNALISTA, COMENTARISTA... ORA BOLAS, NO MS O SEGUNDO EMPREGO DOS POLÍTICOS É NA IMPRENSA...NÃO EXISTE CONTROLE...OU EXISTE? O QUE SERÁ QUE AS EMPRESAS DE COMUNICAÇÃO GANHAM COM ISSO... TEMOS EXEMPLOS DE POLITICOS QUE ESTÃO NA MÍDIA FAZENDO "CAMPANHA" DIARIAMENTE, E AÍ, QUANDO CHEGA REALMENTE O PERÍODO ELEITORAL, COMO COMPETIR COM QUEM FICOU ALARDEANDO O PRÓPRIO NOME DURANTE 3 ANOS E MEIO ANTES DAS ELEIÇÕES. DESTA FORMA, A DEMOCRACIA QUE VIVEMOS DEVE SER A FORMA DE GOVERNO DO "DEMÔNIO". TRÁGICO!!!! ENQUANTO ISSO OS NOSSOS OUVIDOS SÃO FEITOS DE PENICO TODOS OS DIAS...SALVE JORGE!!!!!
 
EDUARDO LEAL em 11/03/2013 13:54:40
Político deveria ser proibido de ter programas em rádio e tv, principalmente depois de eleito, o cara se dedica ao seu programa e nada de trabalhar pelo povo!
 
Junior Ferreira em 11/03/2013 12:32:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions