A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


09/07/2014 09:26

Um sete um

Reinaldo Rosa
Sem comentários.Sem comentários.

TÁ NA ÁREA – Inquieta e operante, ex-apresentadora de TV, ex-deputada estadual e federal signatária da atual Constituição brasileira, advogada e jornalista, Marilu Guimarães está a postos na campanha eleitoral que se inicia. Em contato com a coluna informou que abraçará algumas candidaturas que possuam objetivos próximos aos que sempre defendeu. Sorte dos eleitos por ela.

Veja Mais
Profissionais de rádio se aventuram na internet
Horário engessado limita noticiário de emissora

SAIU NA REDE – “Não há razão, explicação ou justificativa que me faça sentir felicidade alguma ao ver o Brasil perder de 7 x 1 numa semifinal de Copa, dentro do Brasil. Não fico nada feliz com isso. Considero este resultado uma das maiores humilhações em toda história do futebolNeste momento, é a hora que vão surgir os profetas do passado, com os seus "eu sabia" ou com as mais mirabolantes teses para este vexame”. (Carmen Cestari)

DANÇA DAS CADEIRAS – As corretas análises dos fatos fazem do âncora Ricardo Boechat o objeto de desejo da rede Record. Condição sine quo non, Percival de Souza e equipe do ‘Cidade Alerta’ acompanharão Marcelo Rezende rumo à Globo. Incomodando ibope de Jô Soares, Danilo Gentilli também faz parte dos objetivos da outrora Vênus platinada. Rumores que correm soltos no eixo – do mal - Rio -São Paulo.

PÓS COPA – A ordem é esquecer o padrão Fifa, os campeonatos brasileirão e regional, etc. Depois da ressaca da Copa 2014, nada melhor do que uma campanha eleitoral. Na falta de inebriante melhor. É o momento de promessas cantadas em prosa e versos de sempre.

ENGODO - Art. 171 - Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento. Qualquer coincidência com a forma administrativa da CBF – e Fifa com seu padrão - não terá sido mera coincidência.

BARRIGA DE ALUGUEL – CBF repassa verbas às federações estaduais de futebol. Estas, repassam (?) cofrinhos com algumas moedas aos clubes. Quem proporciona o espetáculo fica à míngua e vai à falência. A ópera bufa do futebol estadual serve –ou não- de exemplo. Simples assim.

VC NA COLUNA - “Agora, torço para Alemanha. Ganharam porque jogaram muito e mereceram Desde que chegaram que só cativam os brasileiros. Ajudaram financeira e materialmente colônia de pescadores e moradores do lugar onde estão concentrados, no sul da Bahia. Ficaram amigos dos pescadores e fizeram um vídeo enaltecendo o Brasil, mostrando as melhores imagens do nosso País e sempre tratando a todos com carinho, simpatia e respeito. Los Hermanos, não torço; nada contra mas também nada a favor no futebol. Sempre fizeram descaso e sempre debocharam dos brasileiros”. (Sandra Duarte – Rio de Janeiro)

A MAIS PEDIDA – Sucesso de Tim Maia, música mais adequada para esta quarta-feira (e muitas outras), tem o verso ‘eu só quero chocolate’.

Profissionais de rádio se aventuram na internet
RÁDIO PRA QUEM QUISER – Amor ao rádio provoca mudança de tratamento no segmento; profissionais fora do escasso mercado radiofônico local ‘fundam’ as ...
Horário engessado limita noticiário de emissora
PLANO DE VOO – Segunda-feira, às 4h10, o ‘Plantão da Globo’ anuncia a queda do avião com a delegação do Chapecoense. Um minuto após, volta a exibição...
Crise afeta dízimo e vida de TVs de evangélicos
MILAGRE ECONÔMICO – Com a crise econômica nos últimos anos, os fiéis de igrejas evangélicas sumiram dos templos e murchou a principal fonte de pagame...
Jornalismo local está cada vez mais nas redes sociais
ASSISTINDO AGORA – Uma semana do novo ‘Tribuna Livre’, na Capital FM, com transmissão, também pelo Youtube. A novidade ainda não empolgou a linha de ...



A verdade é uma só, não tinhamos time para ganhar a Copa, talvez até tivessemos, mas eles não estavam em campo, a vitória da Alemanha foi merecida pois jogaram como verdadeiros guerreiros, enquanto o Brasil parecia completamente perdido dentro de campo, só faltou os brasileiros pedirem autografo para os alemães durante o jogo, ninguem queria correr, suar ou fazer o minimo esforço, NINGUÉM, inclusive o Felipão e sua trupe, todos assistiram a Alemanha atropelar o Brasil, o Felipão não deu um grito, não chamou um jogador pra tentar parar o imparável, acho que não faltou talento, mas sim vontade, o time que vimos em campo não era nem de longe a seleção que nos encantava até então, quem saiu ganhando? O Neymar, todos vão falar que se ele estivesse em campo o resultado seria outro, talvez um 7x2
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 09/07/2014 17:41:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions