A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


28/01/2015 08:50

Gostaria de ter uma visão diferente do futuro

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Vivemos por muitos anos em uma sociedade onde os pobres foram marginalizados e, no momento, estamos construindo uma sociedade onde os ricos passam a ser enxergados como vilões opressores e aproveitadores. Sabe qual será o resultado final desta tendência? Os ricos vão embora do Brasil (muitos já foram) para desfrutar de suas conquistas em países livres. Haverá menos investimentos no país, menos empregos, menos produção, mais inflação e os pobres ficarão ainda mais pobres e uma parcela deles mergulhará de cabeça na miséria econômica, educacional e política.

Veja Mais
Como os atletas perdem milhões
Qual é a melhor hora para comprar?

Nada disso é novidade. É, coincidentemente, o que já aconteceu nos últimos 10 anos e ainda acontece na Venezuela e Argentina, até que esses dois países chegassem ao caos econômico em que se encontram. A propósito, Nicolás Maduro, o ditador venezuelano herdeiro de Hugo Chávez, acabou de pedir ajuda ao governo brasileiro, que prometeu colaborar com o vizinho e sócio ideológico.

Parabéns aos gênios idealizadores deste modelo latino-americano que certamente terão garantida sua riqueza nos bastidores do poder, como sempre, bem longe dos pobres que tanto defendem. Talvez um dia os pobres se revoltem e resolvam acabar com toda essa farra. Como vivemos a vontade da maioria, até lá, vamos empreender e trabalhar honestamente para construir cada um a sua própria história. Afinal, enquanto empreender não for proibido, sempre haverá a chance de se destacar da multidão.

Falando em história, já deu pra perceber que ela é meio óbvia e repetitiva. Por isso, manter as pessoas na ignorância sempre será a melhor das estratégias.

Quer defender o pobre de verdade? Vou dar 5 dicas:

1. Pare de conversinha fiada e dê ao pobre uma escola pública decente. A escola pública brasileira é uma vergonha, um vexame e um verdadeiro desprezo aos pobres. Você sabia que se gasta mais por aluno numa escola pública que o custo de uma boa escola particular frequentada pela classe média alta? Motivo da baixa qualidade da escola pública? Não é falta de dinheiro. É Incompetência, desonestidade ou ambos.

2. Dê ao pobre um hospital público decente. Nossos hospitais públicos estão abaixo da linha da dignidade e um descaso com os que não podem usar o plano de saúde dos políticos, que garante a eles tratamento no hospital Sírio-Libanês, um dos mais caros do Brasil, frequentados apenas por ricos.

3. Dê ao pobre a chance de ter acesso a novas referências de vida para que ele aspire e lute por elas. Incluam nas disciplinas escolares casos de sucesso de pessoas que romperam o ciclo de pobreza e venceram com seu próprio esforço. Em vez disso, o coitadismo e o vitimismo é disseminado aos quatro cantos do país.

4. Dê ao pobre segurança e a chance de sonhar. Em vez disso, as áreas mais pobres são controladas por traficantes, onde a polícia primeiro atira para depois pedir a identidade. É obrigação do governo dar segurança.

5. Parem de conversinha fiada. Parem de manipular os pobres. Parem de usar os pobres.Sei que este pedido é inútil, justamente porque são os próprios pobres, iludidos pelo discurso populista, que estão sendo induzidos a escolher este modelo, massageados pela falsa ideia de que os programas sociais que lhe dão um benefício imediato, claro, muito menor do que a propaganda política alardeia, trocam seu futuro por este alívio passageiro no presente, que, na verdade, tem sido consumido gradativamente pela inflação, que é resultado do descontrole do governo na economia, o que está resultando no corte de benefícios trabalhistas e sociais feitos recentemente pelo governo. E, em breve, teremos mais aumento nos impostos.

Verdade seja dita. As próximas gerações é que pagarão um alto preço e terão vergonha de seus antepassados. Quando isso acontecer, os filhos e netos desses políticos que estão aí hoje, juntamente com os outros ricos que foram embora, estarão no exterior, em países ricos, livres e capitalistas, vivendo uma vida tranquila que suas riquezas poderão lhes proporcionar.

Não falei nenhuma novidade. Quem estuda e pensa sabe que é sempre assim que acontece, porque, afinal, a história sempre se repete.

Fonte: Flávio Augusto - geracaodevalor.com
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.*Deseja mais informações ou ainda ampliar seus conhecimentos em investimentos. Acesse o site: www.opatriarca.com.br, ou ligue no Tel: (67) 3306 - 3613 e solicite á visita de um de nossos consultores certificados pela CVM.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen, criador do portal www.mayel.com.br

 

Como os atletas perdem milhões
Recentemente, um amigo me enviou um artigo de revista que continha alguns exemplos divertidos dos gastos fora de controle de atletas profissionais. C...
Qual é a melhor hora para comprar?
Quando fui convidado a escrever este artigo para o Dinheirama, pelo Renato De Vuono, encarei isso como um grande desafio. Intuitivamente, e para ser ...
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?
Semana começando! E essa, em especial, após a “black friday”! E aí? Rolando uma “black ressaca” financeira, ou você conseguiu controlar esses instint...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions