A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


31/08/2015 08:27

Você já fez seu Ajuste Fiscal?

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Desde que a nova equipe econômica do governo Dilma assumiu seu posto, o termo ajuste fiscal está presente diuturnamente na imprensa. Quer seja nos jornais, rádio ou televisão, a expressão passou a fazer parte de quase todos os noticiários. E não é para menos.Com um governo que gasta mais do que arrecada, o Brasil parou de fazer a poupança necessária para pagar os juros da dívida – superávit primário – e começou a ter déficits fiscais. Em bom português? A conta não está fechando!Para solucionar esse problema, o ministro Levy foi empossado com a difícil missão de colocar o país de volta nos eixos. Leia-se: arrecadar mais e gastar menos. Uma tarefa que, até o presente momento, ele não tem obtido êxito em executar. Se o ministro irá obter sucesso na sua empreitada, só o futuro dirá.Apesar de todas as dificuldades pelas quais temos passado ultimamente – desemprego, taxa de juros e inflação em alta, além da recessão econômica –, o momento atual pelo qual passa o Brasil traz um aspecto positivo: levar-nos a fazer profundas reflexões.

Passamos a refletir sobre o que precisa mudar no país, o que é ótimo. O senso cívico e esse espírito patriótico são fundamentais para crescermos enquanto nação. Mas será que temos refletido sobre a nossa própria vida? Será que temos parado para pensar sobre a nossa realidade e o que podemos fazer para melhorar a nossa situação financeira?Não são somente as nações que precisam fazer seus ajustes fiscais. Caso queiramos ter um futuro financeiro próspero, nós também precisamos tratar de fazer logo o nosso ajuste fiscal. Se não existe receita para o sucesso financeiro, certamente existe receita para o fracasso: gastar mais do que se ganha.Quer seja no cotidiano de países, empresas ou pessoas, em se tratando de finanças as coisas acontecem de forma muito simples: Se suas despesas são superiores às receitas, você terá que se endividar para “fechar a conta”.Quem se endivida paga juros e quem paga juros tem cada vez menos dinheiro para conseguir arcar com seus compromissos, o que chamamos de ciclo vicioso.Por outro lado, quem gasta menos do que ganha sempre tem dinheiro sobrando. E quem consegue poupar, tem condições de investir. Quem investe recebe juros pelo capital investido e dessa forma terá sempre mais dinheiro disponível, ou seja, o ciclo virtuoso.

Fazer nosso ajuste fiscal nada mais é do que reduzir as despesas desnecessárias, de modo que possamos reduzir nossos custos, mas não apenas para fazer “a conta fechar” no fim do mês, e sim para termos recursos suficientes para poupar e investir no nosso futuro.A única certeza que temos sobre o futuro é que ele é incerto e chega! Logo, fazer a nossa lição de casa é uma das melhores maneiras de aumentarmos nossa chance de sucesso. Se você almeja atingir seus objetivos financeiros de médio e longo prazo, é preciso começar a agir agora – no curto prazo – para tornar suas conquistas possíveis.Espero, sinceramente, que o ministro Levy obtenha êxito na sua tarefa e consiga colocar o Brasil nos trilhos. Independentemente de isso acontecer ou não, cabe a cada um de nós fazer a nossa parte e ajustar as nossas próprias finanças. Combinado?

Fonte: dinheirama.com.br
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências. *Deseja mais informações ou ainda ampliar seus conhecimentos em investimentos. Acesse o site: www.opatriarca.com.br, ou ligue no Tel: (67) 3306-3613 e solicite a visita de um de nossos consultores certificados pela CVM.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen, criador do portal www.mayel.com.br

Tenha mais qualidade de vida hoje e sempre
Estamos vivendo 30 anos ou mais do que nossos avós e bisavós, mas seguimos aposentando com mais ou menos 60 anos. Devemos mudar o papel dos 50 ou 60 ...
Filhos ricos? Pratique a educação financeira agora
Algumas histórias são tão simbólicas que passam despercebidas diante dos olhos de muita gente. Suas lições, no entanto, são razão para profundas refl...
5 orientações para utilizar seu saldo do FGTS
Recentemente, o Governo Federal anunciou que irá autorizar o saque de contas inativas do FGTS, aquelas que não recebem mais depósitos desde dezembro ...
Benefícios e vantagens do marketing multinível
Olá! Seja bem-vindo ao terceiro artigo da série “Marketing Multinível – Tudo o que você sempre quis saber, mas ninguém teve coragem de contar”. No pr...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions