A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


22/07/2016 10:39

“Diz-me com quem andas e te direi se vou contigo”

Manoel Afonso

OPINIÃO O ex-governador André Puccinelli errou ao ficar no cargo e não disputar o Senado em 2014. Se não tivesse feito isso, teria se livrado do imbróglio da ‘Lama Asfáltica’, garantindo-lhe maior longevidade política, preservando o status de líder.

Veja Mais
Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
Pizzas, os políticos não abrem mão delas

INFERNO ASTRAL Começou com a Polícia Federal vasculhando seu apartamento, depondo no mesmo dia naquele órgão - e agora com a decretação de indisponibilidade de seus bens. Aos 68 anos de idade, o ex-governador Puccinelli terá fôlego para superar essa maratona estressante, sair ileso e tentar o retorno em 2018? É de se pensar.

SEM MANDATO e não tendo conseguido eleger seu sucessor, Puccinelli viu ainda seu partido (PMDB) fragmentar-se, a ponto de não ter um nome de peso para disputar a as eleições em Campo Grande , onde sempre teve grande representatividade. E o pior: Puccinelli deixa muitos órfãos políticos.

AGRAVANTE O fato de a Justiça Federal ter aceitado a denúncia do MPF contra 13 integrantes do caso Lama Asfáltica, entre eles o empresário João Amorim e o ex-secretário Edson Giroto, é mais um complicador para o ex-governador André se envolver diretamente neste pleito.

QUE RUMO? PMDB e PT são vistos até com reservas por outros partidos sobre a conveniência de tê-lo junto nestas eleições. Ajuda pouco ou atrapalha? Ora! O eleitor tem o olhar cruel e segue a máxima do Barão de Itararé: “Diz-me com quem andas e eu te direi se vou contigo”.

PESQUISAS Existem por aí para consumo próprio das candidaturas. Nelas, presume-se haver sondagens sobre as possíveis perdas e ganhos do apoio do PMDB e PTB para esse ou aquele postulante. Mas pesquisa é igual biquíni: esconde o essencial.

O MESMO estigma paira sobre o PT - sofrendo de nanismo moral e ético em nível nacional, sob sério de risco de não atingir o coeficiente eleitoral para eleger ao menos um vereador em Campo Grande. Aqui também se aplica o ditado do Barão de Itararé.

AGINDO O pré-candidato Marcos Trad (PSD) já alinhavou acerto com o PT do B, PHS, PMN e o PEN do deputado estadual Lídio. Quanto ao eventual apoio do PTB e DEM, não se sabe; seria melhor o apoio explícito ou ao estilo subterrâneo? Boa pergunta.

TUCANOS sob o comando do governador Reinaldo Azambuja quer repetir agora a estratégia de sua campanha em 2014; devagar e sempre. As conversas com o PMDB podem dar certo, pois os seus précandidatos à vereança estariam órfãos sem o candidato próprio na chapa majoritária.

INCÓGNITA-1 A derrota do PDT, apoiando o ex-senador Delcídio do Amaral ao Governo, ainda é sentida no partido. Mas, o deputado Dagoberto Nogueira ocupa espaço e fomenta aliança com o PT nas eleições da capital. Ora! Depois que o ex-ministro Ciro Gomes anunciou o plano de sequestrar Lula para levá-lo a uma embaixada, o PDT entrou para o folclore político nacional. Aliás, o que pensaria o ex-governador Leonel Brizola disso?

INCÓGNITA-2 Qual seria o discurso do PT nas eleições da nossa capital com tantas denúncias, investigações e prisões de suas lideranças ? A denúncia da Procuradoria do Distrito Federal contra o ex-presidente Lula e o ex-senador Delcídio do Amaral , José Carlos Bumali e Maurício Bumlai, por tentativa de obstrução à Lava Jato, inibe os velhos ‘bordões moralistas’ do partido.

INCOMPETÊNCIA? Concluídas ainda na década de 70, só agora ‘descobriu-se’ que as casas de máquinas das hidrelétricas de Jupiá e Ilha Solteira estão em nosso Estado. Quanto as cidades de Três Lagoas e Selvíria perderam em ICMS e royalties? Só num ano, a previsão é de receberem entre 15 e 20 milhões de reais.

‘BACANA’ Para cobrir o ‘santo das Olimpíadas’, o governo simplesmente desnudou nossas fronteiras. O noticiário mostra que a segurança está enfraquecida em homens e operações da PF e PRF. O corredor das drogas e armas foi praticamente liberado.

DO LEITOR Se outros cartórios da capital modernizaram suas instalações inclusive, oxigenando o atendimento, o Cartório do Registro de Imóveis da rua Barão do Rio Branco, segue no mesmo prédio, incompatível com o fluxo diário de usuários, que reclamam do desconforto, embora paguem pelos serviços buscados. Até quando?

‘MADE IN PORTUGAL’, a burocracia avança. Para reconhecer uma firma o cartório tira sua foto digital, exige carteira de identidade recente, preenche ficha com assinatura digital e o Judiciário também fatura ao vender o selo dando fé pública. Enfim, todos ganham em cima do cidadão.

O BRASIL espanta as empresas multinacionais com nossas leis absurdas que não existem nos países desenvolvidos. Abrir ou fechar uma empresa aqui é um parto. As leis trabalhistas atrapalham, tornam o produto sem competição no custo. Brasil do PT.

ETERNOS Marcelo Bluma e Suél Ferranti. O primeiro do Partido Verde, o segundo do Partido dos Trabalhadores Unificados, têm algo em comum: conhecidos do eleitor de Campo Grande - pelo desempenho nas urnas e a mesmice das mensagens. Ambos são pré-candidatos a prefeito.

RENOVAR, JAMAIS! Os exemplos do PV e PSTU retratam de alguma forma o que verdadeiramente acontece no seio dos partidos políticos brasileiros. Cada dirigente, transforma o partido em sua capitania hereditária segundo seus interesses pessoais.

BELEZA Alguns nomes de pré-candidatos à vereança de Campo Grande, que em outras épocas seriam motivos de piadas e chacotas, podem surpreender. Mas um piadista de plantão já tratou de acalmar a gente: “pior do que tá não fica.”

BERNAL Só faz a alegria dos borracheiros devido ao asfalto, jamais visto em Campo Grande. O prefeito chega ao final sem um grupo político que lhe garanta a inserção nas classes A e B. Também não terá o apoio do PSDB e do PT. Uma eleição diferente.

“Se Deus é brasileiro, então tudo é permitido aos estrangeiros”. (Ivan Lessa)

Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...
Junior Mochi, ponto de equilíbrio na Assembleia
NOSTRADAMUS Não tenho seu dom, mas prevejo: o país de 2018 será outro. As delações premiadas da Odebrecht e Andrade Gutierrez cairão como meteorito n...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions