A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


14/06/2014 09:03

Oposição gelatina ganha eleição?

Manoel Afonso

SUCESSÃO O debate atual: Delcídio ganhará no 1º turno apesar da ampla vantagem nas pesquisas? Num 2º turno Delcídio atrairia qual percentual de eleitores do candidato derrotado? As duas questões são desdobradas em hipóteses a perder de vista.

OPINIÕES Existem as instintivas e aquelas amparadas em análises mais profundas, levando em conta a sucessão nacional, composição das chapas majoritárias e o time de candidatos à deputado, além de fatos que possam ocorrer durante a campanha.

PRIMEIRA Até onde o embate pelo Planalto repercutirá aqui? Delcídio aposta nos dividendos oriundos dos benefícios do Governo ao MS. Da o tom da pessoalidade a sua candidatura, explorando ao máximo seu carisma por onde passa.

SEGUNDA Vice e candidato ao senado decidem ou depende das circunstancias? Aqui no MS a figura do vice acabou desbotada pelo estilo de Pedro, Wilson, Zeca e André. Já o candidato ao senado depende mais do próprio prestígio pessoal.

TERCEIRA Os candidatos a deputado vestem efetivamente a camisa do seu candidato a governo ou a postura deles variam de acordo com as circunstâncias? Olhando o que ocorreu em outros pleitos eu diria que a segunda hipótese é a mais usual.

EXPLICO Candidato a deputado que se mantém mais fiel ao candidato ao governo é justamente aquele com necessidade de se colar à imagem do mesmo. Aí acaba levando vantagem porque o eleitor associa naturalmente a imagem de ambos.

AZAMBUJA
Convencerá que seu ‘affair’ com Delcídio é passado? Nas fotos de ambos juntos é visível o brilho nos olhos do deputado. Passa a imagem do fã feliz posando ao lado de seu ídolo. Mudar o discurso/postura exigirá muito traquejo.

Veja Mais
Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
Pizzas, os políticos não abrem mão delas

NELSINHO Precisa montar a chapa para não chegar atrasado a estação . Seu discurso está mais forte, mas precisa aparar arestas. Ao se aproximar de Simone e ganhar as bênçãos de André, passa a imagem de que está unindo o PMDB.

INDAGA-SE Quem terá o discurso mais forte contra o PT e Delcídio? Azambuja ou Nelsinho? Muita gente ainda lembra: entre os dois adversários do senador existem muito mais afinidades históricas do que propriamente diferenças.

ACERTOS Impossível não levar em conta nestas eleições, a sucessão da capital. Não é segredo que tem muita gente cobiçando a ‘Morena’. Mas lembro: não se pode ignorar o fator Olarte, que sabiamente vem conquistando a população. Entendeu?

MEMÓRIA Naquelas eleições em que Wilson venceu Zé Elias, apenas o prefeito de Nioaque contrariou a orientação política de Pedrossian e anunciou o apoio antecipado ao vencedor. Portanto, prefeito e vereadores podem não ser decisivos.

1-CORRUPÇÃO Presente em todo o mundo. Os exemplos estão aí na mídia. Vendo o juiz ‘Lalau’ saindo da cadeia pergunto: Valeu a pena? O que dizer para os vizinhos, amigos e netos? Precisava de tanta grana para viver honradamente?

2-CORRUPÇÃO US$ 23 milhões só em contas dele na Suiça. Paulo R. Costa meteu a mão na Petrobras e acabou solto. Duas consequências: incentiva quem tem tendência a roubar e desanima aquele cidadão probo que trabalha e paga imposto.

3-CORRUPÇÃO Ao decidir a favor da tal ‘Lei da Copa’, o STF ( menos J. Barboza) avalizou o conjunto de medidas inconstitucionais facilitando a corrupção. Mas o eleitor esquece sua aprovação anterior pelo ‘glorioso’ Congresso Nacional.

CONGRESSISTAS barganharam mais uma vez o voto pela liberação de emendas. Neste rol não há como separar partidos e religiões. Aliás, impressiona a sede poder dos evangélicos; apesar daquele discurso moralista se nivelaram aos demais.

DÚVIDAS O que foi gasto e o que foi desviado nesta Copa serão esquecidos neste clima de alegria temporária? A pálida oposição terá escopo para aprofundar o debate na campanha eleitoral ou covardemente optará pelo meio ambiente?

LAMENTÁVEL Eduardo Campos participava do Governo Lula e Aécio não passou ainda a confiabilidade com um discurso veemente. A impressão que ele deixa nos contactos pessoais é infinitamente menor do que sua imagem na mídia.

DILMA Sua antipatia pessoal junto à classe média anulará os benefícios para os 40 milhões do Bolsa Família? Essa é a conta que deve ser feita em termos de projeção de resultados desta eleição. É grande o saco de bondades da ‘fada madrinha’.

DESGASTE O pessoal do PMDB que se cuide! Sócio minoritário do Governo já é visto como coparticipe das barbaridades do Planalto. Seus coronéis querem preservar suas fatias de vantagens sem se importar com outras questões graves.

OUSADIA Esse Decreto Lei que o Governo quer enfiar goela abaixo do Congresso transforma o país numa Venezuela e tira a legitimidade da representação política. Os grupos/entidades criados pelo Planalto decidiriam o destino do país.

GOLPE Dilma usa o discurso do ‘país mais justo para todos’ a fim de partidarizar o Governo em aliança com os ‘movimentos sociais’. Graças a essa ‘oposição gelatina, bunda mole ou cara pálida’ e a ignorância popular, o PT aperta o cerco.

DIRETA É a forma como deve ser descrita a situação, sem prolixidade e metáforas em textos longos e cansativos. Aliás, a oposição é muito ruim em termos de comunicação. Não consegue tocar a opinião pública. Assim não sairá do lugar.

“Não me arrependo dos votos, não. Em 2010, votei na Dilma” (Joaquim Barboza)

Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...
Junior Mochi, ponto de equilíbrio na Assembleia
NOSTRADAMUS Não tenho seu dom, mas prevejo: o país de 2018 será outro. As delações premiadas da Odebrecht e Andrade Gutierrez cairão como meteorito n...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions