A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

19/07/2016 14:07

Caixa vai financiar imóveis de até R$ 3 mi e setor prevê alta nas vendas

Anny Malagolini
Imóvel de alto padrão está há venda desde 2014 (Foto: Alcides Neto)Imóvel de alto padrão está há venda desde 2014 (Foto: Alcides Neto)

A partir da próxima segunda-feira, 25, a Caixa Econômica Federal vai financiar imóveis de até R$ 3 milhões. O valor é dobro do limite aceito pelo banco até agora, de R$ 1,5 milhão. Com a mudança, os imóveis considerados de alto padrão e até de luxo, poderão fazer parte dos financiamentos oferecidos pelo banco público.

Veja Mais
Procura por imóveis aumenta, mas interessados ainda não fecham negócio
Quatro corretoras de imóveis caem em golpe e são assaltadas na Capital

Em Campo Grande, a venda de casas e apartamentos de alto padrão andava emperrada, consequência da supervalorização dos imóveis e posteriormente, da retração do mercado por causa da crise. A nova medida é vista como uma forma de ampliar as vendas e de incentivar a movimentação deste setor.

Para Thiago Dantas, corretor de imóveis, a ampliação do valor a ser financiado é mais uma forma aquecer o mercado. “Com a facilitação, o interessado não precisa sacar de seu capital de giro. Assim ele continua investindo em seus negócios, como compra de gado, e ainda consegue negociar a compra do imóvel”, analisou.

Mas segundo ele, a capital sul-mato-grossense oferece poucos imóveis considerados de alto luxo. A maior oferta está de imóveis para as classes A e B se concentra na faixa que começa em R$ 500 mil. “O imóvel é avaliado conforme seu acabamento, e é isso que definirá seu padrão”, explicou.

A mudança, de acordo com a corretora de imóveis Ana Claúdia Marques, dará fôlego aos investidores deste setor. “O mercado já se aqueceu nos últimos meses, e a tendência é melhorar mais ainda. O momento é de quem compra. É o melhor momento”, avaliou.

A modificação no financiamento irá afetar apenas as operações de crédito no âmbito do Sistema Financeiro Imobiliário, para imóveis acima de R$ 750 mil, e sem o uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A cota de financiamento para imóveis usados subiu de 60% para 70% do valor total. Para a compra de imóvel novo, construção em terreno próprio, aquisição de terrenos e reforma ou ampliação, a cota passou de 70% para 80%.

 

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions