A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

03/03/2016 11:47

Com pedágio e reajuste do diesel, preço do frete ficará 30% mais caro

Mariana Castelar

O frete rodoviário ficará mais caro em março, principalmente devido ao pico da colheita da soja. A projeção feita pelo Grupo de Pesquisa e Extensão em Logística da Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiróz), é de que o aumento chegue a 30%, quando comparado ao mesmo período do ano passado.

Veja Mais
Depois de pedágio, aumento do diesel encarece ainda mais preço do frete
Greve dos bancários chega ao 19º dia com 144 agências sem atendimento

Acontece que nesta safra, quando mais se usa o serviço de frete, houve um aumento recente no preço do diesel além da cobrança de pedágio na BR-163, o que não havia no ano passado nesta época. Quando se aumenta a demanda é tendência que o produto ou serviço fique mais caro.

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, o presidente da transportadora Bergamasco e diretor da Associação de Transportadores de Carga de Mato Grosso, Dirceu Capeleto, a implementação de pedágios na rodovia BR-163 e o reajuste no diesel foram alguns dos fatores que influenciaram o preço

"Esse aumento parece elevado, mas o diesel ficou 15% mais caro no último ano, os pneus subiram 12% e a mão de obra, 9%. Um caminhão de nove eixos que transporta soja paga quase R$ 2 mil de pedágio para ir de Sorriso a Santos, um custo novo para nós", contou.

De Sorriso (MT) ao porto de Santos (SP), por exemplo, o frete para o transporte de soja passou de R$ 235 para R$ 300 a tonelada, em um trecho de pouco mais de 2 mil quilômetros.

Já de Sorriso a Rondonópolis, onde fica o principal terminal ferroviário de Mato Grosso, o valor médio do frete passou de R$ 81 para R$ 105 a tonelada. Com esse salto, os preços voltaram aos patamares de 2014, depois de um ano de "trégua" provocado pelo excesso de oferta por parte dos transportadores - o que, inclusive, provocou uma longa greve de caminhoneiros.

O economista e pesquisador da EsalqLog, Samuel da Silva Neto, acredita que os reajustes dos fretes previstos para março são sazonais e os valores deverão recuar depois de maio.

FCO amplia acesso para empresas que faturam até R$ 16 milhões por ano
Foi aprovado nesta semana pelo Ceif (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis) do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) ...
Dólar comercial fecha a semana em queda e cotado a R$ 3,24
Após duas altas seguidas do dólar comercial durante a semana, a moeda norte-americana fechou nesta sexta-feira (23) cotado a R$ 3,247 na venda e com ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions