A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 01 de Outubro de 2016

16/11/2015 12:22

Durante Nome Limpo, empresas parcelam dívidas em até 60 vezes

Liana Feitosa
Campanha quer negociar pelo menos 5% de um total de R$ 141,6 milhões em recursos parados por falta de pagamento de clientes. (Foto: Marcos Ermínio)Campanha quer negociar pelo menos 5% de um total de R$ 141,6 milhões em recursos parados por falta de pagamento de clientes. (Foto: Marcos Ermínio)

Com parcelamento em até 60 vezes, além de isenção de 100% de juros e multas, mais de 850 empresas de Campo Grande estão de portas abertas para negociar dívidas com inadimplentes da Capital de hoje (16) até o dia 16 de dezembro, na campanha Nome Limpo.

Veja Mais
Mutuários da Agehab podem negociar dívidas com desconto de juros
Campanha Nome Limpo começa hoje com 850 empresas negociando dívidas

Nesta manhã, a alternativa garantiu R$ 200 de desconto para a microempresária Jasiane Torres, de 27 anos. Ela escolheu dividir o débito em 10 vezes. "A parcela não ficou alta, ficou boa, então acho que quem quer limpar o nome essa é realmente uma boa oportunidade", aconselha.

Ela foi até a praça Ary Coelho para negociar com a Enegisa, mas no local também estão atendendo as empresas Águas Guariroba, Anhanguera, Anita Shoes e Uniderp. No entanto, as outras entidades recebem os clientes para negociação em suas lojas pela cidade.

A iniciativa, comandada pela ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), quer negociar pelo menos 5% de um total de R$ 141,6 milhões em recursos parados por falta de pagamento de clientes. São mais de 350 mil dívidas na capital.

Empresas - A concessionária de saneamento Águas Guariroba, responsável pelo serviços de abastecimento de água e tratamento de esgoto na cidade, está entre as que realizam atendimento na praça Ary Coelho durante essa semana. Ela espera atender até 2 mil clientes durante esse período. Durante a negociação, a empresa levanta dados específicos do consumidor com o objetivo de traçar um perfil dele.

"Nós analisamos caso a caso. Pensamos no consumo da família, a renda familiar e qual valor cabe nesse orçamento de modo que o cliente não volte a ficar inadimplente. É por isso que parcelamos a dívida em até 60 meses e, em vários casos, deixamos de cobrar multas e juros", explica a gestora de cobrança da Águas, Maria Cleide do Nascimento.

Mais de 850 empresas de Campo Grande querem negociar dívidas com inadimplentes da Capital de hoje. (Foto: Marcos Ermínio)Mais de 850 empresas de Campo Grande querem negociar dívidas com inadimplentes da Capital de hoje. (Foto: Marcos Ermínio)

Ela explica que muitos clientes nem sabem que estão devendo porque esquecem de fazer o consumo final, que é quando o fornecimento dos serviços da concessionária é cortado a pedido do consumidor. Com isso, débitos acabam acumulando sem que o cliente saiba.

Consulta - Algo parecido aconteceu com a auxiliar administrativo Dalgiva Aparecida Kruki. Acompanhando uma amiga que quer negociar, ela foi até à praça Ary Coelho, que é onde a ACICG está com posto de atendimento montado durante esta semana, devido à campanha.

No local, decidiu conferir sua situação e descobriu que tem inadimplências com duas empresas. "Eu não tinha ideia disso, foi uma surpresa. Decidi tirar um extrato aqui e descobri. Agora quero ver quais são as condições oferecidas pra eu poder começar o próximo ano com o pé direito", completou.

A microempresária Jasiane Torres escolheu dividir o débito em 10 vezes. (Foto: Marcos Ermínio)A microempresária Jasiane Torres escolheu dividir o débito em 10 vezes. (Foto: Marcos Ermínio)

Fim da dor de cabeça - Para Normann Kallmus, economista chefe da ACICG, a melhor maneira de aproveitar a oportunidade é buscar a menor parcela possível. "Mas você pode pensar: 'ah, assim a parcela vai ficar alta'. Ok, mas pelo menos você vai se livrar rápido da dívida porque, quando existe problema com dinheiro, isso afeta até sua vida em família, tudo desmorona dentro de casa", alerta.

"O 13º salário vai entrar. Então, em vez de pensar em gastar mais, o consumidor deve aproveitar essa oportunidade para resolver a vida financeira. Esqueça presente de Natal, use a criatividade para resolver isso", finaliza.

A campanha Nome Limpo vai até 20 de novembro na praça Ary Coelho e, até 16 de dezembro, na ACICG, que fica na rua 15 de Novembro, 390, Centro, com atendimento das 8h às 18h.

A campanha Nome Limpo vai até 20 de novembro na praça Ary Coelho e, até 16 de dezembro, na ACICG, que fica na rua 15 de Novembro, 390, Centro, com atendimento das 8h às 18h. (Foto: Marcos Ermínio)A campanha Nome Limpo vai até 20 de novembro na praça Ary Coelho e, até 16 de dezembro, na ACICG, que fica na rua 15 de Novembro, 390, Centro, com atendimento das 8h às 18h. (Foto: Marcos Ermínio)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions