A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

13/01/2016 13:25

FCO aprova mais R$ 50 milhões em investimentos na produção de frango

Liana Feitosa
Com o montante será ampliada a produção em 2,3 milhões de animais abatidos por ano na região sul do Estado. (Foto: Divulgação)Com o montante será ampliada a produção em 2,3 milhões de animais abatidos por ano na região sul do Estado. (Foto: Divulgação)

Aprovados novos investimentos para a produção de frango em Mato Grosso do Sul por meio do FCO (Fundo Constitucional do Centro-Oeste). O conselho do fundo votou na aplicação de R$ 48,5 milhões para a construção de 64 aviários em Dourados, cidade que fica a 233 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina
Gol lança ofertas semanais de passagens aéreas

Com o montante será ampliada a produção em 2,3 milhões de animais abatidos por ano. Em todo o Estado serão liberados R$ 159,4 milhões em investimentos para 12 municípios. Os recursos serão destinados à construção de 210 aviários com a capacidade de produção de 7,7 milhões de aves por ano.

Segundo o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico de MS, Jaime Verruck, que preside o conselho do FCO, o plano é que os aviários sejam implantados até o final deste ano. Os produtos irão abastecer as indústrias do setor em operação no Estado.

“O que estamos fazendo é estruturar o setor rural para que tenhamos mais produtores integrados com as indústrias do setor”, disse Verruck. A meta do Estado é apoiar a implantação de mais 2 mil novos aviários.

No total, haverá investimento de R$ 89,5 milhões na construção de 118 aviários na região sul do Estado. Serão construídos 64 em Dourados, 24 em Glória de Dourados, 18 em Jateí, 6 em Vicentina, 4 em Rio Brilhante, 2 em Ivinhema.

Esses centros produtores poderão produzir uma média de 4,25 milhões de frangos por ano. O custo médio de cada aviário é de R$ 759,3 mil e a produção média de cada unidade é de 36 mil frangos por ano.

Além dessas cidades, os recursos contemplarão também Sidrolândia, com 64 aviários, Itaquiraí, com 12, Aparecida do Taboado, com 8, Dois Irmãos do Buriti, com 4, além dos municípios de Juti e Novo Horizonte do Sul, cada um com 2 aviários.

MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina
Inspeções federais de outros país no Brasil pode abrir novos mercados para exportação. Chile, Cuba e Bolívia já tem data marcada para suas missões e ...
Gol lança ofertas semanais de passagens aéreas
Para atrair novos passageiros e fidelizar seus clientes, as companhias aéreas garantem preços e condições de pagamento especiais. Cada empresa define...
Mais de 6 mil consumidores saíram da lista de inadimplentes em agosto
Em agosto, 6.144 contribuintes de Campo Grande saíram do cadastro de inadimplentes. O número é 38,5% maior que o de julho, quando 4,4 mil pessoas rec...
Prefeitos vão a Brasília para cobrar liberação de R$ 13 mi em recursos
O repasse do FEX (Fundo de Auxílio aos Estados e Municípios Exportadores) ainda não foi feito em 2016 pelo Governo Federal e as prefeituras de Mato G...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions