A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

19/12/2014 11:02

Gás industrial fica 18% mais caro, no segundo reajuste do ano

Caroline Maldonado
Gás industrial teve reajuste de 18% (Foto: Arquivo)Gás industrial teve reajuste de 18% (Foto: Arquivo)

O preço do gás industrial subiu cerca de 18% por determinação da Petrobras, neste sábado (13). Esse reajuste pegou as empresas do setor de surpresa, pois não foi anunciado com antecedência de acordo com o Simpergasc (Sindicato das Micro e Pequenas empresas de Gás Canalizado e Similares de Mato Grosso do Sul), diferente do ocorrido com a alta no preço aplicada pelas distribuidoras, após acordo de dissídio coletivo, em setembro.

Veja Mais
Tarifa média do gás é discutida em audiência após estudo pioneiro
Preço do gás de cozinha pode ficar até R$ 5 mais caro dia 1º na Capital

 

 

 

 

O aumento vai impactar demais a economia dos estabelecimentos que utilizam o gás, segundo a presidente do Neusa Borges Leal. “Vai atingir hospitais, padarias, bares e todos essas empresas. O preço do botijão P-45, por exemplo, que estava saindo a R$ 195 sobe para cerca de R$ 230”, comenta.

O reajuste deve ser repassados pelos estabelecimentos que utilizam o gás aos consumidores, conforme o presidente da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Rúbio Sérgio Almeida de Moraes. “Isso vai encarecer os produtos. O reajuste só vem inflacionar o setor, porque é mais um aumento que não tem como o empresário segurar, acaba tendo que repassar ao consumidor”, explica o presidente da entidade.

Com o reajuste, encarece o GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), mas o preço do botijão de gás de cozinha, de 13 quilos, não entra nesse reajuste.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions