A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

13/05/2014 11:05

Grupo que administra trecho da BR-163 lucra R$ 341 milhões no primeiro trimestre

Marta Ferreira
Equipe a serviço da CCR na BR-163, trecho assumido pela empresa em março. (Foto: Cleber Gellio)Equipe a serviço da CCR na BR-163, trecho assumido pela empresa em março. (Foto: Cleber Gellio)

O grupo CCR, que assumiu este ano a administração de 847,2 quilômetros da BR-163, uma das principais artérias rodoviárias que cortam Mato Grosso do Sul, registrou no primeiro trimestre de 2013 lucro líquido de R$ 343,1 milhões. Esse montante representa crescimento de 1,9% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Balanço divulgado pela empresa, segundo o jornal Valor Econômico, revela que o crescimento foi limitado por maiores custos e despesas administrativas, além do encarecimento dos juros.

Veja Mais
MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina
Gol lança ofertas semanais de passagens aéreas

Conforme os dados divulgados, o crescimento foi tímido mesmo diante de uma receita líquida 12% maior, de R$ 1,35 bilhão no primeiro trimestre. O principal fator apontado para esse faturamento foi o crescimento no tráfego das rodovias, de 9,2%.

A empresa tem diferentes ativos em fase inicial de investimento entre os quais se inclui a MSVia, como foi chamado pela empresa o trecho da BR-163 em Mato Grosso do Sul. O grupo assumiu o trecho em março, para administração por 30 anos.

A CCR é responsável por 2.437 quilômetros de rodovias, distribuídos por São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. Conforme a empresa, isso representa 15% da quilometragem total das rodovias concedidas à iniciativa privada no País.

MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina
Inspeções federais de outros país no Brasil pode abrir novos mercados para exportação. Chile, Cuba e Bolívia já tem data marcada para suas missões e ...
Gol lança ofertas semanais de passagens aéreas
Para atrair novos passageiros e fidelizar seus clientes, as companhias aéreas garantem preços e condições de pagamento especiais. Cada empresa define...
Mais de 6 mil consumidores saíram da lista de inadimplentes em agosto
Em agosto, 6.144 contribuintes de Campo Grande saíram do cadastro de inadimplentes. O número é 38,5% maior que o de julho, quando 4,4 mil pessoas rec...
Prefeitos vão a Brasília para cobrar liberação de R$ 13 mi em recursos
O repasse do FEX (Fundo de Auxílio aos Estados e Municípios Exportadores) ainda não foi feito em 2016 pelo Governo Federal e as prefeituras de Mato G...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions