A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

11/11/2015 15:09

Pagamento de 13º será R$ 1,9 bi em MS; aumento de 11% em MS

Abono de fim do ano, 13º vai injetar quase R$ 2 bilhões na economia de MS

Renata Volpe Haddad
Pagamento do 13º salário a trabalhadores de Mato Grosso do Sul, deve aquecer economia em 11,1%(Foto: Arquivo/ Campo Grande News)Pagamento do 13º salário a trabalhadores de Mato Grosso do Sul, deve aquecer economia em 11,1%(Foto: Arquivo/ Campo Grande News)

Em Mato Grosso do Sul, mais de 1 milhão de trabalhadores vão receber o 13º salário neste ano. O pagamento do abono soma R$ 1,9 bilhão e deve ajudar a aquecer a economia estadual em 11,1%, a mais que no mesmo período do ano passado, segundo pesquisa divulgada hoje pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos).

Veja Mais
Governo antecipa e paga 13º para 24,8 mil aposentados no dia 10 deste mês
Bernal vai à Câmara pedir aprovação do projeto que garante 13º dos servidores

Neste ano, o número total de pessoas que receberão o 13º salário é 1,5% superior ao observado em 2014, com acréscimo de 15.086 pessoas. Se comparado em termos monetários, o volume total de recursos é superior em pouco mais de R$ 198 milhões.

Em valores de 2015, a soma representa 1,24% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro, que resulta em 0,09 p.p. superior a 2014, mas mantém a mesma variação em relação a 2014, de 1,1% da região Centro Oeste e aproximadamente, 2,7 % do PIB do Estado que foi 0,02 p.p. inferior a 2014.

Empregados domésticos – O número de empregados domésticos com carteira assinada aumentou em 826 vagas no Estado, o que representa crescimento de 0,1 ponto percentual em relação ao ano anterior, quando 31.174 pessoas trabalhavam neste setor.

O rendimento mensal também teve aumento de R$ 868,98 para R$ 963,00, representando variação em 10,81%, ou R$ 94,02, em termos monetários.

 

Mato Grosso do Sul está na 3º posição em relação a remuneração média dos trabalhadores formais e em 2015, houve crescimento de 8% no salário pago aos funcionários. (Foto: Arquivo/ Campo Grande News)Mato Grosso do Sul está na 3º posição em relação a remuneração média dos trabalhadores formais e em 2015, houve crescimento de 8% no salário pago aos funcionários. (Foto: Arquivo/ Campo Grande News)

Remuneração – Mato Grosso do Sul está na 3º posição em relação a remuneração média dos trabalhadores formais e se encontra na 4º posição em relação a criação de empregos entre os Estados da região Centro-Oeste.

O Distrito Federal apresenta a melhor remuneração média da região, com pagamento de salário de R$ 4.380,94 e a maior redução de postos de trabalho no período, que registrou 3.618 demissões.

A redução de postos de trabalho do mercado formal local representou uma retração em 1,4 pontos percentuais do total de beneficiários do 13º salário, em relação com o ano de 2014, quando foi de 69,9%.

Conforme os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) em Mato Grosso do Sul, foram fechados 2.979 postos no mercado formal de trabalho no período de janeiro a setembro de 2015. No mesmo período, em comparação com o ano anterior, mais 10.143 pessoas passaram a acessar o Regime Geral da Previdência Social.

São 650.599 trabalhadores assalariados dos setores público e privado e 32 mil empregados domésticos com carteira assinada. No caso dos aposentados e pensionistas, só foi possível estimar o recebimento dos beneficiários do INSS, que representam 34,5% do contingente de pessoas que terá acesso ao 13º este ano.

Crescimento - São 650.599 trabalhadores assalariados dos setores público e privado e 32 mil empregados domésticos com carteira assinada. No caso dos aposentados e pensionistas, só foi possível estimar o recebimento dos beneficiários do INSS, que representam 34,5% do contingente de pessoas que terá acesso ao 13º este ano.

Houve crescimento médio anual de 8% desde 2011, quando o Dieese começou a divulgar os dados do pagamento de 13º salário. Isso, representa R$ 149,09 a mais no salário dos beneficiários do mercado formal de Mato Grosso do Sul, que recebem o valor médio de R$ 2.188,98

O crescimento também foi observado no valor pago aos aposentados e pensionistas, com crescimento médio de 9% a.a., ou R$ 99,98. Os beneficiários recebem este ano o valor de R$ 1.359,82.

Ainda segundo o Dieese, o volume total de recursos do 13º salário tem apresentado um crescimento médio de 11% a.a. nos últimos cinco anos e em valores reais, a média é de R$ 172.227.308.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions