A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

20/04/2016 11:13

Para evitar fechamento, sindicato faz protesto em frente a agência

Renata Volpe Haddad
Contrário ao fechamento de agência, Sindicato dos Bancários realiza protesto nesta manhã (20) em frente ao Banco do Brasil da avenida Mascarenhas de Moraes. (Foto: Divulgação)Contrário ao fechamento de agência, Sindicato dos Bancários realiza protesto nesta manhã (20) em frente ao Banco do Brasil da avenida Mascarenhas de Moraes. (Foto: Divulgação)

Contrário ao fechamento de duas agências do Banco do Brasil em Campo Grande, o Sindicato dos Bancários realiza na manhã desta quarta-feira (20) protesto na filial da avenida Mascarenhas de Moraes que atende aproximadamente quatro mil correntistas. 

Veja Mais
Carros usados em roubo ao Banco do Brasil são encontrados em canavial
Após cinco anos, agência bancária nas Moreninhas será fechada

Na manhã de ontem (19) outro protesto também organizado pelo sindicato, foi realizado em frente da agência localizada nas Moreninhas. A decisão afeta 4 mil correntistas que terão que andar aproximadamente 12 quilômetros para chegar até a agência mais próxima.

O sindicato alega ser contra a decisão, pois as agências estão em pontos estratégicos para os moradores das regiões. Os protestantes entregam panfletos nesta manhã para informar a população sobre o fechamento da agência. 

Segundo o presidente do sindicato, Edvaldo Franco Barros, o banco não está pensado nos correntistas e na população em geral que precisam dos serviços. “Agora, essas pessoas precisam se deslocar para um local mais distante para terem esse atendimento presencial”, afirma.

De acordo com o diretor jurídico do sindicato e funcionário do Banco do Brasil, Orlando Almeida, o banco arbitrariamente decidiu extinguir as agências levando em consideração somente a lucratividade.

O fechamento destas agências pode gerar demissões de terceirizados e também transtornos aos funcionários que serão realocados para outras agências. Para tentar evitar essa situação, o sindicato já se reuniu com a superintendência do Banco do Brasil, que se mostrou irredutível dessa decisão.

Fechamento - O Banco do Brasil fechará duas agências convencionais nos próximos 40 dias e abrirá dois escritórios de negócios em Campo Grande. A mudança vai afetar diretamente os moradores das Moreninhas e do entorno da avenida Mascarenhas de Moraes, que terão que andar mais para chegar até uma agência.

De acordo com o banco, os clientes da agência Moreninhas serão atendidos pela agência Cidade Morena, e os clientes da agência Mascarenhas de Moraes, serão atendidos pela agência avenida Coronel Antonino.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions