A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

27/11/2016 20:14

"Palmeiras deu liga", diz campo-grandense Jean sobre o título

Paulo Nonato de Souza
Polivalente, o lateral-direito campo-grandense Jean jogou de volante neste domingo (Foto: Palmeiras)Polivalente, o lateral-direito campo-grandense Jean jogou de volante neste domingo (Foto: Palmeiras)

Titular absoluto do Palmeiras, o campo-grandense Jean saiu do jogo diante da Chapecoense, neste domingo no Estádio Allianz Parque, com a certeza de que a conquista do título do Campeonato Brasileiro de 2016, quebrando um jejum de 22 anos do time paulista, premiou um elenco que tem os ingredientes fundamentais de um grande vencedor: bom ambiente entre os jogadores, comissão técnica e dirigentes, humildade e foco.

Veja Mais
Campo-grandenses se emocionam em comemoração a título do Palmeiras
Em Campo Grande, pai de Jean diz que acompanha o jogo com "frio na barriga"

“Nosso grupo deu liga, todo mundo fala a mesma língua, todo mundo se ajuda, e isso faz com que o nosso time jogue com alegria e seja competitivo e forte em campo. Mativemos o foco o tempo todo, em nenhum momento a gente vacilou no campeonato, e por isso estamos há tanto tempo na liderança”, disse Jean ao Campo Grande News, referindo-se ao fato de que o Palmeiras, já campeão antecipado com 77 pontos, sete na frente do segundo colocado, o Flamengo, terminará a competição como líder por 28 rodadas consecutivas, mesmo em caso de derrota para o Vitória na última rodada, domingo que vem, em Salvador.

Jean destaca que ele próprio é uma prova clara da união do grupo em torno do objetivo da conquista consolidada neste domingo com a vitória por 1 a 0 diante da Chapecoense, embora o time só precisasse de um empate, ao lembrar de um pênalti perdido na vitória por 2 a 1 diante do Vitória da Bahia, no Allianz Parque, em São Paulo, pela 19ª rodada.

“Perdi o pênalti em um momento complicado do jogo e quando o Cuca perguntou quem iria para a cobrança no caso de outro pênalti, todo mundo apontou para mim. Isso mostra um grupo unido, isso faz a diferença para um time ser campeão”, lembrou.

Não foi o primeiro título brasileiro da carreira de Jean. Antes, foi campeão pelo São Paulo, em 2008, e pelo Fluminense, em 2012.

“Estou muito feliz porque esse é um título muito especial na minha vida. Em 2008 eu não era titular do São Paulo, participei mais diretamente na conquista pelo Fluminense em 2012. Cada título é um momento único, mas esse é mais especial devido a espera do Palmeiras que não ganhava o campeonato há 22 anos. É muito bom fazer parte dessa história”, disse ele.

Polivalente, Jean jogou de volante neste domingo diante da Chapecoense. Além de fazer bem o seu papel na marcação e destruição de jogadas do adversário, ele ainda se lançou ao ataque e teve duas chances de fazer gol. Foram em dois chutes fortes de fora da área, aos 22 minutos do primeiro tempo e aos três minutos do segundo.

“Prefiro jogar na lateral-direita, mas não reclamo quando sou escalado no meio de campo. Imagina se eu iria reclamar. Fazer parte de um grupo como esse do Palmeiras é uma gloria para qualquer jogador, e começar jogando então, nem se fala”, comentou Jean.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions