A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


20/10/2016 06:00

Senadora de MS figura como a mais influente no Facebook

Waldemar Gonçalves

Influente no Face – A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) é a mais influente no Facebook entre os 81 parlamentares do Senado brasileiro. É o que indica a pesquisa Medialogue Político Digital 2016.

Sua amizade – “Isso só é possível por causa da sua amizade”, postou Simone ao comemorar o resultado da pesquisa. Entre os 81 senadores, 34 são considerados influentes na internet, 41 presentes e seis ausentes. Waldemir Moka (PMDB-MS) e Pedro Chaves (PSC-MS) figuram na lista intermediária.

Encantado – Mais recente no parlamento entre os três, Chaves dá cada vez mais mostras de que se encantou com a atividade parlamentar. Ontem, inclusive no Facebook, comemorava o fato de ter sido escolhido relator da comissão mista da reforma do Ensino Médio. “Já tracei um plano de trabalho. Quero ouvir todos os setores interessados no assunto”, postou.

Populares – Na lista dos ‘3 mais’ do Facebook, segundo a Medialogue, a peemedebista ficou à frente de Alvaro Dias (PV-PR) e José Medeiros (PSD-MT). Segundo a Medialogue, empresa responsável pela pesquisa, de 2013 a 2016 saltou de nove milhões para 58 milhões o número de brasileiros que seguem deputados federais e senadores nas redes sociais.

Agradecida – Em sua última postagem no Facebook até o fechamento desta coluna, no começo da noite de ontem, Simone aparecia em foto ao lado do colega Paulo Paim (PT-RS). No texto, agradecimento por ele, relator da Comissão de Direitos Humanos do Senado, ter aprovado emenda dela ao Orçamento 2017, de R$ 200 milhões, para atendimento a mulheres em situação de violência.

Parecer da comissão – O presidente da Assembleia Legislativa, Junior Mochi (PMDB), voltou a explicar ontem porque preferiu passar para CCJ, principal comissão da casa, a análise sobre o requerimento de criação da CPI dos Fantasmas, antes de decidir se acatará o pedido para abrir investigação. "Não quero que digam que a questão de fora, em função da eleição, teve influência, por isso repassei para comissão e vou acatar seu parecer".

Depois da eleição – Mochi ainda comentou que só vai discutir a eleição para presidente da Assembleia após o término do segundo turno em Campo Grande. "Não vamos misturar os assuntos, temos um grupo que nos apoiou na primeira eleição, que permanece unido, vou colocar o nome à disposição, se eles entenderem que devo continuar, então seguimos e vamos conversar com os demais deputados".

Subrelatorias – O vice-presidente da Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa, João Grandão (PT), propôs a criação de subrelatorias, em que cada grupo vai avaliar o projeto de orçamento de 2017, que chegou nesta semana na Assembleia. A intenção é que seja discutida e avaliada cada área do projeto, com parecer por exemplo para temas como saúde, segurança, habitação, educação e infraestrutura, em separado.

Está triste – Um dos 10 deputados a votar contra a cassação de Eduardo Cunha, frente aos 450 votos a favor, o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS), ferrenho defensor do correligionário, divulgou em nota que a prisão o "entristece e surpreende". Disse não ter planos de visitá-lo prontamente, mas é provável que "o faça em dias vindouros se isto for permitido".

Constrangimento – Antes de divulgar nota, assim que Cunha foi preso, Marun também falou ao Campo Grande News sobre os prejuízos que o fato trazia à imagem do partido. “A situação de constrangimento já aconteceu e agora tem que esperar o fim do processo. O que tinha que constranger o partido já constrangeu", afirmou.

(com Richelieu de Carlo e Leonardo Rocha)

Comitiva pantaneira trabalha para contornar crise do gás
Comitiva pantaneira – Para exigir que a Petrobras volte a importar mais gás boliviano, uma verdadeira comitiva pantaneira chegou ontem ao Palácio do ...
Pisada de bola da Petrobras pode atingir até salários
Todo o gás – Nesta terça-feira (21), em Brasília, o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), reúne-se com o ministro-chefe da Casa...
Reforma do governo começa a sair do papel hoje
Mudanças - A população conhece hoje, os detalhes da reforma administrativa que será realizada pelo governo do Estado. As mudanças em incentivos fisca...
Pedem de tudo ao prefeito, até para dar recado ao vizinho
Prefeito na rua – O campo-grandense já sabe que o prefeito Marquinhos Trad (PSD) dedica parte do tempo na rua, vistoriando obras. E tem gente que and...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions