A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

28/09/2016 06:20

Acostumada com quintal, arquiteta fez da varandinha seu canto preferido em casa

Reforma traz as lembranças do quintal passado para varandinha de arquiteta

Paula Maciulevicius
Varanda gourmet ganhou churrasqueira e mesa feita sob medida. (Foto: Fellipe Lima - fotografia de Arquitetura)Varanda gourmet ganhou churrasqueira e mesa feita sob medida. (Foto: Fellipe Lima - fotografia de Arquitetura)

Quando a hora de mudar de cidade chegou, o quintal grande da casa ficou no passado. Há nove meses em Campo Grande, a arquiteta Janaína Peserico, de 38 anos, trouxe na reforma dos fundos do imóvel, a lembrança do espaço para receber os amigos.

Veja Mais
Com filmes não revelados da década de 1950, frei tenta criar museu em mosteiro
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras

A casa nova hoje fica num condomínio fechado no bairro Chácara Cachoeira e diferente das outras residências, o casal resolveu quebrar todas as paredes por dentro, de forma a integrar os ambientes do térreo. E lá fora, criou uma varanda deliciosa para se passar horas.

"E eu passo muito tempo ali mesmo...", admite Janaína. Aquele espacinho, de 3,5m por 2,40m, que hoje a gente vê tomado por cores e formas geométricas, parecia ainda menor sem a churrasqueira, a mesa o painel com jardim vertical.

Churrasqueira pré-moldada ganhou revestimento de porcelanato. (Foto: Fellipe Lima - fotografia de Arquitetura)Churrasqueira pré-moldada ganhou revestimento de porcelanato. (Foto: Fellipe Lima - fotografia de Arquitetura)

"Sempre fui acostumada com quintal, a casa de Dourados tinha um enorme e eu sinto uma profunda necessidade de ter esse ambiente ao ar livre", explica.

O que ela quis fazer para si mesma foi aproveitar a área para reunir a família e os amigos. "Fazer desse espaço bem funcional para receber bastante gente, apesar de ser pequeno e eu queria dar esse ar moderninho, que gosto muito", diz.

O ar moderninho veio através dos pontos de cores fortes. O projeto leva verde, preto, branco, além de brincar com as formas geométricas. Para não perder a ventilação, Janaína resolveu deixar metade do pergolado e parte da área aberta.

O primeiro item a ser feito foi levar os pontos de energia, iluminação e água para a pia e churrasqueira. Pré-moldada, a churrasqueira foi revestida com porcelanato que imita madeira, em seguida, a arquiteta colocou a cobertura metálica e o forro de cedrinho. De revestimentos, a arquiteta usou a lajotinha preta industrial e o piso, todo geométrico. 

E para tampar um pilar e um antigo revestimento do espaço, a arquiteta usou painéis de madeira com jardim vertical, que além de esconder o que ela não queria que fosse visto, trouxe a natureza.

procurei usar pinus madeira barata e passei verniz pra dar uma escurecida

Em 30 dias, a varanda gourmet ficou pronta para receber até 15 convidados devidamente sentados. O gasto médio, levando em conta cobertura, iluminação, mão de obra, bons revestimentos e a mesa feita sob medida, foi de R$ 10 mil.

Curta o Lado B no Facebook.

Cores do projeto ficaram no verde e preto. (Foto: Fellipe Lima - fotografia de Arquitetura)Cores do projeto ficaram no verde e preto. (Foto: Fellipe Lima - fotografia de Arquitetura)
E também nas formas geométricas do piso. (Foto: Fellipe Lima - fotografia de Arquitetura)E também nas formas geométricas do piso. (Foto: Fellipe Lima - fotografia de Arquitetura)
Painel escondeu pilar e ganhou jardim vertical. (Foto: Fellipe Lima - fotografia de Arquitetura)Painel escondeu pilar e ganhou jardim vertical. (Foto: Fellipe Lima - fotografia de Arquitetura)
Varanda ficou sendo lugar preferido da casa. (Foto: Fellipe Lima - fotografia de Arquitetura)Varanda ficou sendo lugar preferido da casa. (Foto: Fellipe Lima - fotografia de Arquitetura)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.