A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

19/04/2013 06:45

Lembra do piso vermelhão? Voltou com tudo e agora virou coisa sofisticada

Elverson Cardozo
Cimento queimado virou coisa chique. (Foto: Reprodução/Internet)Cimento queimado virou coisa chique. (Foto: Reprodução/Internet)

Lembra do vermelhão, aquele piso de antigamente que exigia cera e muito esforço para ficar brilhando? Há tempos ele está de volta "repaginado”. Virou "cimento queimado", coisa chique, de “patrão”, com dizem por aí. A diferença está nos detalhes, na "falta de cor", que garantem o requinte em qualquer ambiente.

Veja Mais
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras
Casa de madeira mantém as lembranças de 92 anos de dona Nazira na 14 de Julho

É mais barato, mas pode ser um tiro no pé, caso o profissional não saiba fazer direito. Por isso, o Lado B saiu em busca de orientações sobre a aplicação.

Hoje, os “pisos do passado” geralmente são valorizados por quem aposta nos conceitos da arquitetura moderna, que costuma mesclar o rústico e o contemporâneo, mas muita gente ainda torce o nariz por puro preconceito.

O cimento queimado sempre foi valorizado pela economia que gera em uma obra, isto porque, ao invés de pisos, os materiais utilizados são basicamente massas: concreto e argamassa.

O processo é o mesmo adotado na colocação dos porcelanatos. Com contrapiso pronto, o profissional vai fazer a “camada de regularização”, ou seja, aplicar a argamassa para “colagem”. Depois disso, é hora de “polvilhar” o cimento sobre o material ainda úmido.

Na sequência entra uma das etapas mais importantes, o nivelamento da massa com a colher e régua de pedreiro. A finalização, que garante o brilho, pode ser feita com a enceradeira. É um trabalho manual, praticamente artesanal.

Na cozinha a técnica cai bem. (Foto: Reprodução/Internet)Na cozinha a técnica cai bem. (Foto: Reprodução/Internet)

Por muitos anos os mestres de obras utilizaram o pó xadrez, um corante que garantia o piso vermelhão ou de outra cor. O produto era misturado ao cimento que seria distribuído sobre a argamassa.

Hoje, a tendência é não colorir a abusar do tom natural do material que pode ser o tradicional, cinza esverdeado ou o branco. Depende do gosto. “O charme do cimento queimado é a cor natural dele, pode ser um pouco mais claro ou escuro”, explicou a arquiteta Andressa Chiarello, de 31 anos.

De acordo com a profissional, a "massa" pode substituir o piso ou a pintura em paredes. A economia é expressiva. Para exemplificar, Andressa cita uma obra de 100 metros quadrados.

Se o proprietário fosse utilizar pisos, o custo final poderia chegar a R$ 11 mil, levando em consideração o valor do porcelanato (R$ 60,00 por m²), contrapiso e argamassa (R$ 20,00 por m²) e a mão de obra (R$ 30,00 por m²).

Decoração garante sofisticação. (Foto: Reprodução/Internet)Decoração garante sofisticação. (Foto: Reprodução/Internet)
Cores dão vida à cena. (Foto: Reprodução/Internet)Cores dão "vida" à cena. (Foto: Reprodução/Internet)

Se o contratante optar pelo cimento, o valor da obra, no mesmo espaço, pode sair a R$ 5 mil. A economia de 6 mil refere-se aos pisos, que não seriam utilizados.

Mas é preciso cuidado na hora da “substituição”. A dica é contratar a ajuda de um profissional especializado para não passar dor de cabeça depois. O cimento queimado, aplicado no chão, pode trincar, virar um “mapa mundi”, afirmou a arquiteta.

Isso acontece quando a aplicação é feita de uma só vez, em “pano único”. O correto, orientou, é dividir os espaços, como o tabuleiro de um jogo de xadrez, para criar o que ela chama de “juntas de dilatação”.

Enquanto um “quadrado” seca o outro está sendo moldado ao lado. Com isso, eles não “grudam”, o que garante os espaços necessários para evitar as rachaduras.

“O concreto ‘trabalha’. Existe movimentação do solo, das pessoas que andam em pisam em cima, do peso dos móveis. Ele tende a trincar em algum ponto por conta disso. Quando você já fez as dilatações, ele vai movimentar nos pontos que já foram dilatados”, explicou.

Em paredes já não há esse problema porque as “quinas” servem como dilatação e, além disso, não há movimentação de móveis ou pessoas, por exemplo.

Dica é mesclar o novo ao velho e abusar das cores. (Foto: Reprodução/Internet)Dica é mesclar o "novo" ao "velho" e abusar das cores. (Foto: Reprodução/Internet)

Decoração - Segundo a arquiteta, o cimento queimado é um material rústico, que deixa o ambiente frio, “triste”, por causa da cor, o cinza. A dica para equilibrar é apostar em uma decoração mais viva, “alegre”.

Para fugir de um “ambiente cafona”, acrescentou, o proprietário pode mesclar o rústico e o moderno. “O que está em voga é a questão de trabalhar vários estilos. Você pode usar o cimento queimado e o estilo étnico, meio indiano, bem colorido”, sugeriu.

Andressa não vê desvantagem na técnica, pelo contrário, defende o uso, mas afirma que ainda há “resistência por certo preconceito”. “Às vezes não conseguem ver lá na frente o resultado, com mobiliário e decoração. O pessoal que curte o rústico é mais aberto. Quem curte só o moderno não gosta muito dessa mistura”, disse.

De qualquer forma, ficam as coisas boas, as vantagens: “A principal é o custo benefício. O material é mais barato. Além disso, ele não macha e é de fácil limpeza e manutenção. Enjoou? Pode jogar um piso por cima”, orienta.




preciso de dicas de como remover restos de ceras do piso, de cimento queimado
 
Maria Eustaquia Araujo em 06/04/2016 10:33:15
Revestimentos decorativos em microcimento de alta resistência, em micro espessuras, com acabamentos arquitetónicos, adequado para zonas habitacionais ou públicas.

Estético e decorativo.
mais de 30 cores.
Completamente impermeável , ideal para areas molhadas , de banheiros passando por saunas e piscinas
Aderência máxima sobre qualquer superficie .
Aumento da resistência ao envelhecimento. tanto que se o profissional deixar para lixar apos varios dias tera muita dificuldade.
Acabamentos lisos, rustico ou texturado. fosco , semi-brilho , brilhoso .
resistente choque térmico. e grande trafego de pessoas como areas comerciais.
Quebra aparência de uma superfície uniforme lisa ou pintada.
Revestimento em microcimento com aplicação a partir de 2 mm até a espessura de 5 mm, quer em elementos verticais ou horizontais, pavimentos bancadas , paredes , chão ou tetos, acabamentos contínuos compatível , rebocos, pedra, porcelânico mosaicos , cimento,vidros, placas de geso cartonado etc.
não precisa remover o revestimento antigo . como pintura, vernizes , azulejos, reboco e etc...

RONALDO MARTINS DOS SANTOS
TELEFONE 0800-887-1605
https://www.facebook.com/microcover?fref=photo
www.microreveste.com.br
 
microreveste em 03/01/2016 18:17:57
Olá,
Estou completamente apaixonada por esse tipo de revestimento. Vendo fotos de bancadas de cozinha e de banheiro, resolvi que vou eu mesma fazer. Queria dicas de como fazer uma forma para uma bancada onde colocarei um cooktop e uma forma para a bancada da pia com aquele rebaixamento para evitar que escorra água no chão. Tenho idéia de como devo fazer mas queria dicas de quem entende. Tenho que colocar algum tipo de juntas, ferro, ou etc?Adorei o post.
Obrigada!
Abraços,
Viviane Repp.
 
Viviane Pereira Repp. em 20/02/2014 14:19:03
Uma perguntinha!!! pode fazer isso em cima do piso convencional???? oO, to loca pra fazer isso aqui em casa mas odeio quebração!
 
Maiara Cordeiro em 13/02/2014 09:29:13
Curioso... minha casa e toda em piso de cimento queimado e entrei aqui para escolher um piso legal e barato, pois começo uma reforma semana que vem... e acreditem, fiquei surpresa em ver que minha casa tem um piso sofisticado! Adorei a dica!
 
Ruth Galdino em 22/01/2014 19:38:09
Adorei a dica. Tem gente aqui em casa que acha que "piso frio" o custo é menor e vou mostrar essa informação. Obrigada arquiteta Andressa Chiarello são pessoas criativas que fazem a diferença no mercado principalmente quando ajuda com o custo e beneficio.
 
Adelaide Flores em 18/01/2014 07:10:19
gosto d + do rustico,ja fiz uma casa com este piso e amei, so k o meu eu pedi pra fazer ele crespo ficou de mais, agora estou terminando uma casa tipo chale bem pequeno quero tmb este piso liso
 
lucia moreira em 28/12/2013 19:19:41
Estou pesquisando sobre o assunto fui criada em casa de vermelhão.Irei construir minha casa agora, optei por piso queimado, não vermelho queria uma cor mais natural.
 
Regina Oliveira Custdio em 19/11/2013 17:57:24
minha filha tem 22 anos e foi ele q me deu a ideia de por este tipo de piso e minha casa.achei maravilhosa a ideia. só estou em duvida quanto a cor.
 
edlene souza cruz em 17/11/2013 11:33:00
O pedreiro fez o cimento queimado tradicional e ficou um pouco escuro. Como posso clareá-lo?
 
Cecilia Machado em 09/10/2013 14:06:25
gostaria de saber a formula da masseira para oitenta metros guadrado
 
david alves da silva em 21/09/2013 18:51:35
Fiz uma emenda entre 2 partes de cerâmica aonde foi retirada uma parede, ficou muito áspero como arrumar???
 
dora liliannunez em 21/08/2013 08:54:53
Olha eu amei,adoro cimento queimado,ñ ligo pra esse negocio de moda ,eu gosto e pronto,
me ensinaram a colocar pó de mármore branco pra clarear bastante o cimento, estou terminando um chalé bem simples no sitio e já decidi vai ser cimento queimado
 
lucia moreira em 08/08/2013 20:16:51
gostaria de saber como fazer um piso de cimento liso na cor marfim .begeou perola pois sou apaixonada por cimento liso e precisava destas cores
 
rinaura passos da silva em 05/08/2013 19:33:48
Adorei vou fazer na varanda acho que vai ficar bom,só uma pergunta será que pode ser colocado em cima de piso anti derapante.essa varanda tem um piso branco que já deu. obrigada
 
maria claudete aquino cavalcanti em 26/07/2013 16:49:54
Adorei a ideia !!! Eu e meu marido acabamos de comprar uma casa na serra e iremos começar a reforma. Queremos a casa toda rústica e esse tipo de piso será uma mão na roda, uma vez que conseguiremos economizar para outras coisas. Espero que eu consiga um bom profissional para fazer. Vai ficar lindo !!! Obrigada pela dica !!!
 
Deise Valle em 11/07/2013 17:18:46
Onde posso encontrar juntas de dilatação para colocar no piso de cimento queimado no Rio de Janeiro.
 
Marcos Baptista em 19/06/2013 12:37:54
Achei o maior barato, estou pensando em construir um casa no Rancho e é uma forma de economizar, tudo rústico, sensacional......
 
Regina Nascimento em 27/04/2013 08:33:42
SABEM PORQUE? A ESCASSES QUE ESTA A MAO DE OBRA, A DIFICULDADE EM MANTER UMA EMPREGADA EM CASA COM TANTOS TRIBUTOS, IMAGINA SE A DONA DE UMA CASA LINDA, VAI CONSEGUIR FAZER A EMPREGADA AJOELHADA ESFREGANDO REJUNTE ENCARDIDO. VAMOS VOLTAR PRO CIMENTAO, VERMELHAO E ESSAS COISAS HORRIVEIS. POR ENQTO. DEPOIS VAI SER MESMO O TIJOLÃO RUSTICO NO CHAO.
 
LUCIANO MARQUES em 19/04/2013 22:20:54
Afffff....tem gente que não tem o que inventar..!!!!!!!!!!!!!
Passadooooo é passado....sem comentários !!!!
Pq não recomeça o ferro com brasa, enceradeira elétrica!!!!
 
Tânia Barbosa em 19/04/2013 21:13:21
Isso prova que coisa de pobre e coisa de rico não existe. Depende do jeito de ver as coisas.
 
Gustavo Ribeiro em 19/04/2013 21:09:18
q legal aqui em casa os tres quartos ainda são em vermelhão passo aquela cera q da um brilho e um cheiro gostoso da dó ate de pisar.
 
Marluce dos reis nunes em 19/04/2013 15:44:48
O DURO DE SER POBRE É ISSO: LA EM CASA O VERMELHAO É MOTIVO DE BRIGA COM A PATROA E SARRO DAS VISITAS. NA CASA DO RICO É LUXO E SINONIMO DE REQUINTE. VOU POR UMA PLACA ESCRITO: AKI MORA UM RIKO! KKKKK
 
vanderlei de jesus alves em 19/04/2013 13:55:16
mto bacana!!! achei lindo!!!
 
maria helena ferreira em 19/04/2013 09:12:44
Gostei desta opção de piso queimado.Como foi dito antigamene era usado a cor vermelha e hoje com esta cor cinza fica realmente muito bonito.Gostaria de saber de como fazer esta dilatação ou melhor que material se usa para fazer esta dilatação.Se alguem puder dar-me esta informação agradeço antecipadamente.
wando
 
wanduildo silvestre alves em 19/04/2013 08:51:48
A execução de juntas permite que haja a expansão/retração térmica do piso sem ocorrer fissuração (junta aberta pela natureza), não somente pelo carregamento ou acomodação do leito, que influenciam bem menos se considerarmos uma utilização residencial. Nas paredes o problema também existe sim, mas só pode ser observado em "panos" bem maiores, como fachadas muito altas ou muito extensas, pois a argamassa do reboco é mais plástica que o concreto e consegue absorver a dilatação térmica sem fissuras grandes.
 
Paulo Medeiros em 19/04/2013 08:13:30
Amei! Gostaria muito de construir uma casa com este tipo de piso. Além de mais barato, ainda fica um charme se acertar na decoração do ambiente.
 
Simone Marchewicz em 19/04/2013 08:05:19
E eu gastando com porcelanato na minha casa. Ah se eu soubesse antes!!! rsrsrs
 
Giuseppe Valezi em 19/04/2013 07:53:45
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.