A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

03/09/2013 06:40

Pela comédia, grupo recorre a Ariano Suassuna com “O Santo e a Porca"

Anny Malagolini
O santo e a porca será exibida de 05 a 08 e de 12 a 15 de setembro (Foto: Divulgação)"O santo e a porca" será exibida de 05 a 08 e de 12 a 15 de setembro (Foto: Divulgação)

Nas redes sociais, personagem por personagem vão surgindo para mostrar em uma frase como pensam as figuras de “O Santo e a Porca”, de Ariano Suassuna. O projeto gráfico já exibe o cuidado com a produção de um dos clássicos da literatura brasileira aqui em Campo Grande

Veja Mais
Em clipe de rock alternativo, casal coloca tudo a perder por mensagem de celular
Poeta Ferreira Gullar morre aos 86 anos devido a problemas respiratórios

A obra ganhou popularidade no longa “O auto da Compadecida”, que incorporou elementos do livro as telas do cinema, e agora chega ao palco aqui na cidade na versão do grupo Fulano di Tal, que vai recriar a história de avareza direto do sertão do Brasil.

A comédia tem como centro o pecado capitalmdos avarentos. No espetáculo, o santo do título é Santo Antonio, e a porca é um cofrinho.

A avareza doentia do personagem Euricão vai deixá-lo pobre e solitário. Caroba, criada de Euricão, arquiteta um mirabolante, confuso e engraçado plano para se casar com Pinhão, que trabalha para o milionário Eudoro. Todos se deixam envolver tendo de um lado os “oprimidos”, e de outro os opressores. 

Durante todos estes anos, a companhia, que só trabalha espetáculos humorísticos e textos produzidos pelo próprio grupo, apostou na literatura escrita por Ariano.

Segundo Marcelo Leite, que dirige a peça, a escolha do autor foi pelo tom de ironia das suas obras. Mas para fugir da mesmice das reproduções, o espetáculo produzido na capital terá diálogos modernos.

A fala “Vou ao quarto”, por exemplo, ganhou outro tom com “Partiu quarto” – palavra utilizada em redes sociais. “Queremos que as pessoas saiam do trabalho, assistam a peça e se desliguem do estresse e desencane da vida”, diz Marcelo.

O espetáculo é dirigido por Marcelo Leite, e no elenco estão Bruno Yudi, Marcos Gautto, Maria Fernanda Fichel, Rayra Calin, Vini Ferreira, Vinícius Del Vecchio e Yasmin Fróes.

A temporada de exibição será dividida em duas fases de 05 a 08, e depois de 12 a 15 de setembro, sempre às 20h, mas com sessões extras aos domingos às 17h.

O espaço escolhido é do Teatral Grupo de Risco, na Rua José Antônio, 2.170. Os ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia-entrada), porém na compra antecipada todos pagam meia.

A duração do espetáculo é de 90min e a classificação é de 10 anos. Os ingressos estão à venda na Livraria Católica, Rua 13 de Maio, nº 2.961.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.