A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

10/09/2012 12:47

Gideão Dias, o sambista que apostou em Campo Grande para lançar o 1º CD

Elverson Cardozo
Gideão Dias começou a batucar quando ainda era criança, na zona sul de São Paulo. Mas a música sempre foi presente na vida do compositor. O sambista nasceu em um família de crentes da Igreja Assembléia de Deus. (Foto: Rodrigo Pazinato)Gideão Dias começou a "batucar" quando ainda era criança, na zona sul de São Paulo. Mas a música sempre foi presente na vida do compositor. O sambista nasceu em um família de crentes da Igreja Assembléia de Deus. (Foto: Rodrigo Pazinato)

O samba se instalou na vida dele de forma tão natural que o batuque, na infância, virou brincadeira entre os amigos do bairro da Pedreira, zona sul de São Paulo, cidade onde nasceu. A molecada, como não se contentava em ouvir o som que exalava boemia, logo tratou de imitar "os grandes". Gideão Correa Dias, hoje com 30 anos, era um desses meninos.

Veja Mais
Poeta Ferreira Gullar morre aos 86 anos devido a problemas respiratórios
Com gorros de Papai Noel, artistas realizam performance contra calote de editais

Aprendeu logo cedo, com os adultos, nos botecos e becos da vila, que qualquer motivo é motivo para virar samba, basta ter criatividade. Na capital paulista, o contato com o estilo musical durou até os 10 anos, época em que se mudou com a família para Campo Grande, em decorrência da morte do pai que foi assassinado no bairro onde morava.

Mas as dificuldades ficaram no passado e a dor foi convertida em alegria para continuar tocando a vida, literalmente. A paixão pelo samba só aumentou com o passar do tempo.

Aos 15 anos, Gideão já cantava na noite campo-grandense. Na Capital Morena, integrou grupos de samba que formou com os amigos da época em que se "engraçou com futebol", mas há 7 anos resolveu deixar a rapaziada para seguir carreira solo.

Música autoral - Hoje, o sambista escreve as próprias canções. Além de músico, é compositor e intérprete. Transcrever o pensamento sempre foi um desejo, mas o enredo, o texto, demorou para "sair da cabeça". "Essa etapa foi uma realização na minha vida", disse, ao contar que já compôs cerca de 100 canções.

A primeira delas foi uma homenagem ao nascimento do primeiro filho, Yuri , que está com 6 anos. A última chama-se "Nosso Norte" e foi escrita há menos de 1 mês. "Fala da fé, da persistência, que dias melhores virão", destacou.

Gideão Dias e o bico de pato, instrumento de origem indígena. Eu sou batuqueiro, diz o músico.Gideão Dias e o bico de pato, instrumento de origem indígena. "Eu sou batuqueiro", diz o músico.

A inspiração do músico vem do cotidiano, do social, do político. Tudo é retratado com um toque de humor, garante o sambista.

"A gente costuma dizer no samba que é o Partido Alto. Tem o Partido Alto Alegre, o Partido Alto Crítico, mas com o enredo 'povo', cacoetes, gírias do dia-a-dia", explicou.

"Meu negócio vem muito da comunidade, do povo, da labuta, do brasileiro trabalhador, da fé de amanhã você conseguir conquistar seu apogeu, sua conquista", acrescentou. A apologia, revela, é escancarada a Deus. Gideão Dias é de uma família de crentes da Igreja Assembleia de Deus.

Como a maioria dos cantores, ele também tem seus ídolos. As influências musicais do sambista passam por nomes como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Almir Guineto e Dona Ivone.

Há 17 anos em Mato Grosso do Sul, Gideão diz acreditar em uma mudança de comportamento na Capital conhecida pelos seus ícones sertanejos. É por isso que resolveu investir por essas bandas. De uma década para cá, afirmou, o samba passou a conquistar seu espaço.

"Não está bom, mas Campo Grande é uma cidade nova, uma jovem diante das grandes Capitais. Vai melhorar", disse. "Aceitei, adotei e quero trabalhar e sustentar o meu pão através do samba e da música", completou.

Primeiro CD - Produzido com recursos do FIC (Fundo de Investimento Cultural), do governo de Mato Grosso do Sul, Gideão Dias vai lançar seu primeiro CD solo - intitulado "Safra Boa" - no próximo mês.

A inspiração vem do cotidiano, do social, do político. Tudo é retratado com um toque de humor.A inspiração vem do cotidiano, do social, do político. Tudo é retratado com um toque de humor.

O show será realizado na noite do dia 17 de novembro, no Armazém Cultural de Campo Grande, onde o músico concedeu entrevista ao Lado B. O horário ainda não foi definido.

"Safra Boa", música que está no CD, fala da "nova rapaziada do samba" que vem surgindo por aí. No total, são 10 faixas autorais e 1 clipe independente que também será exibido no dia.

Entre as participações na gravação das canções estão os sambistas Fred Camacho e Luiz Ayrão.

Aos leitores do Lado B, Gideão deu uma palinha da música Safra Boa. Mas se você quer ver o músico tocar e cantar antes do show de lançamento é só ir ao Tábua Choperia, localizado na rua Antonio Maria Coelho, 2699, em Campo Grande. Ele se apresenta no local todos os sábados.




Sou grato ao carinho e torcida de todos.
Obrigaduuuuuuuuuuuuuuu!!
 
Gideão Dias em 26/09/2012 07:32:28
Gideão é talento puro!!!! Grande representante do samba do Mato Grosso do Sul!! Parabéns!!! Sucesso sempre!!!
 
Flávio Henrique Bernardo em 18/09/2012 09:23:19
Grande Gil...acredito no seu sucesso viu amigão, siga em frente, quem planta colhe e vc certamente fará muito sucesso!!!!!!!
 
vanessa caceres brum em 13/09/2012 10:23:17
Ai sim Gideão Dias um Grande sambista
 
Valdiney sant'ana da silva em 10/09/2012 03:19:40
Parabéns meu parceiro Gideão! Quem te conhece sabe de suas qualidades como pessoa, compositor e sambista! E ao Adriano Hany que comentou que é um CD nati-morto, realmente ninguem merece o tal sertanejo universitário.cansou ou tal do thu tha tha e le le lês e letras nada a ver e ainda bem que temos aqui em nossa cidade sambista como Gideão e outros que lutam pro nosso samba q merece respeito!
 
Paulinho Gomes em 10/09/2012 02:59:48
Adriano, acredito que Campo Grande realmente não tenha público pra fazer o cara ficar rico com a música, mas o problema não é o Camaro Amarelo, o problema maior é essa bovinocultura, que só fomenta o sertanejo. Mas acredito que ele tá certo, tem que lançar aqui mesmo, e depois correr o mundo, inclusive Corumbá! Sucesso pra você, Gideão!
 
Suellen Kemp em 10/09/2012 02:50:18
Parabéns meu amigo Gideão tempo de escola se lembra, estamos afastado mas a consideração é a mesma abraço e boa sorte em sua carreira felicidades.e um abraço de seu amigo Emerson (Sonny )
 
Emerson Taceo Vicente em 10/09/2012 02:22:44
Três comentários! Dois são irmãos, um deve ser da gravadora. Fala sério, O cara é bom? Sim! O CD é bom? Sim! Mas é natimorto, lançar CD de samba na cidade que o povo acha bom o tal do "Camaro Amarelo"? Meu amigo, gostei do seu vídeo, mas acho que deveria levar seu talento para um local onde darão mais valor, pois a identidade cultural de Campo Grande não aceita esse gênero. Em Corumbá será sucesso
 
Adriano Hany Reis isoud em 10/09/2012 02:10:06
É isso ai Gil!!!! sucesso sempre, vc merece!!!!
 
Adriana Campos em 10/09/2012 01:54:04
Parabéns Gil!!! Sucesso!!!
 
Ana Cristina Piccini em 10/09/2012 01:38:14
Da-lhe Gideão!!
Quando lhe conheci já mais imaginava que sabia sequer tocar... kkkkkkkkkkk
Muito bom ver você desenvolvendo aquilo que sempre acreditou.
Siga em frente que com certeza seus frutos irá colher.
Um grande abraço e muito sucesso.
 
Amauri Gasparetto em 10/09/2012 01:31:00
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.