A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

01/10/2013 06:19

"Aonde ir" ou "Aonde não ir"? Nessa disputa, quem fala mal ganha de lavada

Ângela Kempfer
Aonde não ir é recordista em comentários e membros.Aonde não ir é recordista em comentários e membros.

Nos últimos meses, postagens no “Aonde ir?” e no “Aonde não Ir em Campo Grande” deixaram claro no Facebook que é muito mais fácil apontar o que é ruim do que falar bem sobre o comércio da cidade.

Veja Mais
A pé, Tulia faz percurso de 10 km até biblioteca onde aprendeu a ser feliz
Passada "nuvem negra" que trouxe o câncer, rosa tatuada no braço une 4 mulheres

Enquanto a página mais antiga é aberta e tem pouca movimentação, o espaço com vocação oposta “bomba”, mesmo fechado.

Na verdade, são 4 versões com o nome “Aonde IR em Campo Grande”, que pedem sugestões a quem vive aqui para divulgar bons restaurantes, bares e serviços. A maior tem 690 membros e a menor 123.

Já no lado da boca no trombone, do time sedento por reclamações, ultimamente são 500 novos pedidos de adesão ao dia. Até ontem, eram mais de 20 mil seguidores na única página local do gênero. É muita gente falando mal de todo o tipo de comércio, do supermercado a creche, passando pelo hospital, o barzinho, a escola de balé e até contra um tal pedreiro conhecido como “Dinho”.

Uma olhada rápida em ambos os lados dessa história não deixa dúvidas de que a critica tem muito mais força. Boa parte dos post do “Aonde não ir” tem mais de 100 comentários. Ao contrário do “Aonde ir”, que se resume a miseras postagens, a maioria das vezes dos próprios administradores.

Dá quase para ouvir o barulho dos grilos a cada local anunciado como bom programa e dica certa de satisfação. A pergunta “Você já tentou elogiar”, feita de saída por uma das páginas, anima bem pouca gente disposta a fazer esse tipo de exercício. Os gatos pingados vão elogiando e a resposta vem em 5, 2, 1 ou nenhuma curtida.

Coro na salada, uma das reclamações contra restaurante de Campo Grande.Coro na salada, uma das reclamações contra restaurante de Campo Grande.

É o fracasso da opinião pública? Ou o caos generalizado no comércio que não deixa nada suficientemente bom para render elogios na mesma proporção em Campo Grande? A coisa parece particular, porque a mesma página criada para os elogios lá em Patos de Minas (MG), por exemplo, tem mais de 4 mil seguidores.

Camila Ariosi, criadora do “Aonde não ir em Campo Grande”, deve ter se inspirado em páginas do tipo "Boicota São Paulo", que conquistou uma legião de inimigos entre os empresários paulistas e fez a polêmica ganhar mídia nacional.

Ela diz que o falatório cresceu tanto que teve de chamar outros 3 amigos para tocar o "Aonde não ir". ”No inicio funcionaria para amigos indicarem aonde não deveríamos ir e ali relatar cada um suas experiências. Só que foi crescendo muito o grupo, os amigos indicando, daí percebemos que a reclamação era geral e hoje somos 20 mil pessoas falando a mesma língua”, avalia.

O alvo quase sempre é o atendimento, contra “funcionário preguiçoso”, “atendente de cara feia”... O recorde do buchicho é uma postagem com 200 comentários, em um caso que começou com atraso na entrega de uma pizza e ganhou proporção gigantes quando a autora foi ameaçada pelos donos da empresa.

“O proprietário se sentiu ofendido e disse para a foto ser retirada, senão ela responderia a um processo. Dai os participantes do grupo ficaram todos revoltados e os advogados online orientaram ela da melhor forma possível ... A foto continua lá, não houve problema algum”, lembra Camila. Pois é, o que não falta também é “advogado online” dando pitaco no problema dos outros.

Quando quem exagera é o cara que faz a critica, uma legião de pessoas solidárias ao empresário também surge para defender a marca. Dia desses, um membro do grupo reclamou da fila de espera para comprar jogo recém lançado. Falou o que quis, ouviu o que não estava esperando. “Achei esse post vazio, achei sua reclamação vazia e fresca. Você foi ao lançamento do jogo mais esperado dos últimos tempos no mundo inteiro”, foi só um das manifestações de dezenas no contra ataque.

Apesar de muita gente reclamar que a página virou uma metralhadora descontrolada, Camila garante que não é bem assim. “Todas as postagens que fogem do contexto, que não contenha todas as informações exigidas pelas regras, ou que contenha agressão verbal, são excluídas.”

O fato é que a página vai ganhando projeção, mesmo que seja por conta dos barracos virtuais, e agora serve até como espaço de pesquisa. Agora por exemplo, uma revista especializada em negócios pergunta ao membros qual franquia faz falta nestas bandas.

Sobre o fracasso dos “Aonde ir”, ela tira qualquer responsabilidade das costas do campo-grandense, muitas vezes chamado de chato. “Não obteve o mesmo sucesso de postagens porque faz propaganda até de políticos e muitas das empresas que são campeãs de reclamações”.

Sobre quem reclama do que nasceu para reclamar, ela lembra que “o grupo nunca foi criado para somente criticas, mas sim para que as nossas vozes sejam ouvidas pelos estabelecimentos criticados. Encorajamos réplicas das empresas, para que assim possam melhorar o atendimento. Os empresários geralmente agradecem ao grupo. Pois muitas coisas ocorrem na ausência dos proprietários”.




eu adoro ler esse barraquinhos e adoro vcs acho q devemos sim divulgar os empresarios que so cresce humilhando e ocultando os erros fui no restaurante em campo grande chamado tuca pago pelo um evento do meu bairro e fomos maltratados pela dona e as atendentes nos tratou super bem e ai nos reclamamos pra quem pro marido dela
 
gilmara borges em 26/12/2013 13:26:08
Você já tentou elogiar, então este é o seu lugar.
Este grupo nasceu para isto mesmo.
Aqui a coisa vai ser de forma imparcial, só pedimos é que você poste com seriedade, caso você tenha frequentado um lugar, ou feito uma compra, ou qualquer coisa deste gênero, então compartilhe, assim mais pessoas terão o prazer de conhecer um lugar bom.
Sugestão são sempre bem vidas, estamos aqui para somar.. Pois cara Jornalista que fez esta materia,a coisa e mais ou menos assim,um é imparcial por isto menos postagem,pois elogiar é uma coisa seletiva.E como escrever,ou voce faz de forma imparcial ou não.E tudo que voce escreveu deixa isto bem claro.
E voce sabe o que eu penso, e como a midia imparcial e a marrom. A marrom faz tudo que mandam,e a imparcial só a verdade.
 
Jornalista Nasser em 21/10/2013 03:18:53
ALDO SILVA, SE VOCE SEGUE MESMO O GRUPO, VERÁ QUE A MAIORIA DOS POSTS INFUNDADOS SAO IRONIZADOS NOS COMENTARIOS. MAS OK VOCE SABE O QUE FAZ :)
 
Juliana Pedroza em 02/10/2013 16:36:10
Juliana Pedroza, NÃO SOU EMPRESÁRIO...SOU APENAS GERENTE DE EMPRESA...SÓ ACHO FALTA DE MUITO BOM SENSO E UM ATO DE REPÚDIO EXPOR EMPRESAS AO RIDÍCULO, POR COISAS MUITAS VEZES MUITO BANAIS COMO TENHO VISTO O GRUPO FAZENDO. VOCÊ NÃO ACHA???
COMECEI POR BAIXO VENDO FALHAS E CONCERTANDO DA MELHOR FORMA QUE PUDE.....E SOU TOTALMENTE CONTRA DESRESPEITO AO CONSUMIDOR...MAIS, ACHO QUE MUITAS RECLAMAÇÕES DESTA PÁGINA SÃO SEM FUNDAMENTO E UM EXAGERO TOTAL....PESSOAS QUE TALVEZ JÁ SAEM ATÉ DE CASA MAL INTENCIONADAS...QUE JÁ ACORDAM PRONTAS A RECLAMAR ATÉ DO SOL FORTE NO CÉU! .ESSA É MINHA OPINIÃO!! ABRAÇOS!!
 
ALDO SILVA em 02/10/2013 12:04:06
ALDO SILVA, ESPERO REALMENTE QUE VOCÊ NAO SEJA EMPRESARIO. PORQUE SUA CABEÇA PEQUENA VAI LEVAR SEU NEGOCIO A FALENCIA, SE OS EMPRESARIOS LESSEM AS CRITICAS E FIZESSEM DELA ALGO CONSTRUTIVO, ELE SÓ TERIA A GANHAR, MAS É POR CAUSA DE GENTE IGNORANTE QUE CAMPO GRANDE NAO VAI PRA FRENTE, SE VOCE É DONO DA SERTAO ENTAO VAMOS MELHORAR NO ATENDIMENTO JA QUE TODO MUNDO RECLAMA QUE NENHUM ATENDENTE SE MANIFESTA A RECEBER O CLIENTE, SE É DONO DO EXTRA VAMOS TREINAR E CAPACITAR SEUS FUNCIONARIOS PARA ENTENDER DO QUE TEM NA LOJA, POR FAVOR, QUEM É DONO DE EMPRESA SABE QUE SEMPRE VAI TER GENTE PRA RECLAMAR, BASTA APENAS PEGAR O QUE LHE É REALMENTE VERDADEIRO E MELHORAR. SANTA IGNORANCIA DESSES CAMPO GRANDENSES.
 
Juliana Pedroza em 02/10/2013 10:39:31
Nossa Gabriel Santos, e ele não teve respeito nessa resposta de que forma? Por favor me ilumine com toda sua sabedoria pra que eu possa elevar meu conhecimento mais próximo do seu e assim entender as novas vertentes da falta de educação.
 
Shingo Yabuki em 02/10/2013 08:45:50
GOSTARIA DE SABER SE NO MEIO DAS 20.000 PESSOAS TEM ALGUM EMPRESÁRIO???? OU SÃO SÓ AQUELES QUE VENDEM ALMOÇO PRA COMPRAR A JANTA...FRANCAMENTE!!! COMECEM A CRIAR ENTÃO COMÉRCIOS PERFEITOS....CRIEM SUA PRÓPRIA EMPRESA....SE A SERTÃO TA MAL....FAÇAM UMA REDE IGUAL COM ATENDENTES BRILHANTES QUE NUNCA FALHAM....OU É O EXTRA? OU O HABIB'S? ...ENTÃO COMPREM UMA FRANQUIA......NÃO FALEM....FAÇAM MELHOR!!!!....VAI QUE DÁ CERTO???? ASSIM VOCÊS MESMO VÃO MELHORAR A QUALIDADE DA CIDADE, OS ATUAIS SE FECHAM E VOCÊS FICAM POR CIMA COMANDANDO A CIDADE....QUE CONTO DE FADAS LINDO....TUDO PERFEITO PARA OS CRÍTICOS...QUE TAL GALERA???????? AHM TEM TAMBÉM A PREFEITURA...FAZ UMA FAN PAGE CONTANDO COMO É GASTO NOSSO SUADO DINHEIRO...QUE TAL TAMBÉM????
 
ALDO SILVA em 01/10/2013 21:57:43
Acho o grupo muito bom, é um espaço democrático onde podemos sim fazer nossas reclamações, é de longa data a fama do mal atendimento em todos seguimentos do comércio e setores públicos em nossa cidade.
 
Carlos Irineu Gonzales em 01/10/2013 19:44:59
O Aonde Não Ir já foi melhor, perdeu o sentido, as pessoas reclamam de qualquer coisa, muita falta de paciência, exagero puro. Ao ler os comentários a pergunta que fica é: por que essa pessoa saiu de casa? por que essa pessoa levantou da cama aquele dia? é muita gente mal amada, que desconta nos outros sua própria impaciência. Têm problemas no atendimento em Campo Grande, sim, e muitos, só que as pessoas perdem a razão com os argumentos que colocam lá. Sem falar que dá para notar só pela forma como contam a história que foi puro exagero da pessoa. Nunca tive problemas nos lugares relatados lá e que eu já fui, parece até que as pessoas descrevem outro local. As vezes um caso totalmente isolado não é motivo para você falar que ninguém mais deve ir lá. Bom senso é o que falta.
 
rafael santos em 01/10/2013 17:26:07
Lugares bons não precisam de elogio não, eles já se firmam por si só, agora lugares ruins, sem atendimento satisfatório, tem mais é que ser mostrado, quem sabe eles tomam jeito e se organizam.
 
Suzi da Costa em 01/10/2013 16:52:16
Sr. Watson Façanha Costa, se você ler as regras, verás isso:
""Educação e Respeito são fundamentais"
Então, se vc não tem respeito, nada mais justo que seu comentário apagado ;)
 
Gabriel Santos em 01/10/2013 15:38:58
Eu acho esse grupo muito legal.
Sou empresária e meu comércio já foi anunciado ali, fiz uma réplica e vi que muitas coisas aconteciam sem eu saber.Hoje está sendo ótimo, estou conseguindo novos clientes diariamente e graças ao grupo, senão eu nunca saberia e poderia chegar até a falência.
Agora tb acho chato algumas pessoas que entram só para discordar de tudo, o grupo pelo que vejo é bem justo, nos da o espaço para expor nossas opiniões e assim conquistar novos clientes...
Parabéns a Camila, ótima iniciativa, você pode não saber mas salvou meu comércio.
 
Fernanda Maia Vasconcelos em 01/10/2013 14:44:28
Outra coisa querer perfeição 100% das vezes é utopia. Todo mundo tem dias ruins, e o comércio também. Vou sempre a um determinado rodizio de sushi que considero o serviço ótimo. Determinado dia estavam demorando pra passar as bandejas com os sushis. Acontece. Não vou meter a boca por causa de um dia mal atendido contra 10 em que fui bem atendido. Na saida dei uma alertada pro gerente, mas continuei frequentando o local.
 
Flavio Carvalho em 01/10/2013 14:40:13
O grupo de criticas tem sim sua serventia, mas é fato que as pessoas gostam muito mais de reclamar do que elogiar. Este sabado fui a um restaurante, e a casa estava cheia. Eu era o primeiro da fila de espera e tinha um senhor que era o proximo da fila. O cara reclamou desde que chegou pq o lugar estava cheio, como se fosse culpa do restaurante ser bom e estar lotado.
Pra quem fala que campo grande não tem opção, ou é muito chato ou não vive na mesma cidade que eu. Se me perguntar eu te indico pelo menos 15 lugares bom pra comer, de R$10 a R$100 reais.
 
Flavio Maluf de Carvalho em 01/10/2013 14:38:30
A pagina só serve para denegrir a imagem das empresas, muitas das reclamações são infundadas e mesmo assim a moderadora deixa rolar solto...Porém, quando alguém discorda da reclamação a moderadora do site simplesmente deleta seu comentário!!! Qual é o sentido disso??? De agregar que não é...
 
Luciano Luciano em 01/10/2013 14:04:39
No caso do coró no tomate, se trata apenas de uma variante chinesa do arroz carreteiro, que ao invés de carne bovina possui os proteicos "corózinhos" criados a leite e pera.
 
Cesar Romero em 01/10/2013 13:51:00
Eu participo dos dois grupos o Aonde não ir em Campo Grande e do mais recente , Eu Recomendo-Campo Grande ( este eu posto regularmente uma indicação por semana) . Em ambas vejo como uma ferramenta para as pessoas tanto criticar e reclamar, quanto elogiar e indicar ! Os empresários tem que estar atentos e procurar melhorar a qualidade de seus atendimentos !
 
SERGIO HIDEO MOLICAWA em 01/10/2013 12:40:55
Desculpe, mas acho que essa matéria foge da realidade. O grupo não aceita discórdia e ainda censura as postagens. Ontem mesmo comentei sobre um caso de um espetinho e tive meu comentário apagado. O comentário falava sobre uma reclamação do espetinho que dizia que era uma m*, sem mais nem menos. Pouco depois, ele se explicou, disse que tinha ido várias vezes lá, mas que, naquele dia, o serviço deixava a desejar. Logo depois, comentei que o que tinha acontecido não era sempre como ele mesmo havia dito e que esse tipo de coisa às vezes acontece. Pode ser que os garçons tenham sido mal tratados, pode ser porque o lugar estava lotado e os garçons não estivessem dando conta...enfim. Fato é que meu comentário foi simplesmente apagado, sem discussão sobre o problema.
 
Watson Façanha Costa em 01/10/2013 10:01:19
A página aonde NÃO ir... é mais que um instrumento de critica, porque realmente o comercio e serviços tem deixado muito a desejar em CG... mas é tbem utilidade publica e ainda proporciona interação das empresas com o consumidor, pois já vi varias vezes as empresas citadas contatar o consumidor insatisfeito e propor um ressarcimento ou retratação! Isso não significa melhoria pra ambos? Pois uma boa empresa, mesmo quando erra pode melhorar seus serviços, então o grupo não é local para "barraco" e sim espaço de interação e utilidade para ambos consumidor e empresa.
 
Rubia Vilela em 01/10/2013 09:32:17
O grupo Aonde não ir em Campo Grande é a nossa voz mesmo que de forma virtual,o crescimento de um país deve ser por inteiro e começar dentro de suas cidades,porém não falo somente de um crescimento populacional e econômico e sim de um crescimento que leve em conta os anseios de toda a sociedade e que tenha como objetivo a melhoria de seus serviços sejam eles publico ou privados.Pessoas devem ser tratadas como gente!!!!
Parabéns Camila pela coragem e criação do grupo e parabéns a todos os membros que não se calam e que seguem na busca de uma sociedade melhor para todos.
 
JOSÉ MARIA MARTINS DE FREITAS em 01/10/2013 08:51:44
O grupo eh ótimo, o problema são os estabelecimentos da cidade que na maioria deixam muito a desejar, principalmente nas questões de higiene e atendimento. Mas eh claro que para muitos empresários eh muito mais fácil criticar o grupo do que melhorar os serviços... Ou as empresas saem do comodismo ou o grupo continuara bombando....e ele tem força!!! Acreditem!!! Conheço muita gente que vive consultando a página antes de frequentar um ambiente novo... é realmente utilidade pública... PARABÉNS Camila....! Obrigada!!!
 
Tamires Moreira em 01/10/2013 08:46:58
Eu acho que é uma característica do ser humano gostar mais de criticar do que elogiar. É mais fácil você falar dos defeitos do que tecer um elogio sincero a alguém ou alguma coisa. No caso dos estabelecimentos não seria diferente.
Nesse caso, acaba sendo um benefício ao consumidor, mesmo que alguns empresários criticados não aprovem (o que também é uma característica humana: não saber aceitar uma crítica).
Mas todos nós sabemos que é através da reclamação que surgem as mudanças.Só não vale exagerar. ;)
 
Tuani Mendonça em 01/10/2013 08:45:46
No caso do Aonde ir, sejamos francos, tem 5 sugestões porque realmente Campo Grande tá uma tristeza pra sair, não acho que a maioria quer reclamar, nós queremos é lugar bom e de qualidade para podermos diversificar a cada semana, mas a cidade não oferece isso, a maioria dos locais é igual um ao outro, só muda o nome, as vezes até os funcionarios que voce vê em um lugar depois estão trabalhando no outro identico, então fica dificil mesmo, prova disso é que no mesmo tópico mas de Patos de Minas o povo participa mais, tenho certeza que lá tem lugares melhores e mais interessantes do que aqui, fora isso, quando somos agredidos ou mal atendidos lembramos muito mais do que quando somos bem atendidos, como deveriamos ser sempre, ninguem tá pedindo nada de graça, tudo é pago!
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 01/10/2013 08:26:56
eu adoro é ler os barracos ^^
 
ana elisa bacon em 01/10/2013 08:15:21
Parabéns pelo grupo, é uma utilidade pública,
E não venham dizer que é um bando de "maria vai com as outras" porque certas postagens criticando determinados estabelecimentos eram seguidas de centenas de consumidores defendendo os mesmos, eu adoro esse grupo.
Valeu Camila!
 
Eclecy Cristina Ferreira em 01/10/2013 07:53:01
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.