A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

08/04/2013 07:00

Lei mudou, mas igreja não sabe como será cerimônia de casamento gay

Elverson Cardozo
Provimento que autoriza casamento gay no Estado foi publicado na terça-feira (2). (Foto: Reprodução/Internet)Provimento que autoriza casamento gay no Estado foi publicado na terça-feira (2). (Foto: Reprodução/Internet)

Aprovada recentemente, a decisão judicial que autoriza o casamento gay em Mato Grosso do Sul deve movimentar cartórios mas não deve ter reflexo imediato na Igreja. A católica não tem remota possibilidade de autorizar tal celebração e nem a Anglicana de Campo Grande, a única que aceita abertamente a união de casais homossexuais no Estado, tem uma posição sobre o assunto.

Veja Mais
Tribunal autoriza casamento entre pessoas do mesmo sexo no Estado
Igreja faz oratório para casal gay, considerado patrono da união homossexual

Segundo o reverendo Carlos Eduardo Calvani, padre da Capela da Inclusão, a paróquia ainda não recebeu nenhum casal a procura do ritual, mas, se receber, eles serão informados de que a igreja ainda não pode realizar o casamento, apenas orações e bênçãos em reuniões familiares, o que já ocorre.

A justificativa é de que, como a decisão judicial é nova, a igreja ainda não tem um rito definido para esse tipo de cerimônia aberta ao público. A autorização e o “protocolo” a serem adotados dependem de uma reunião nacional marcada para novembro.

“É meio complicado. Ao mesmo tempo em que a igreja diz respeitar as leis do País, ela não tem, por ser algo novo, um rito próprio para o casamento homoafetivo. Isso precisa ser elaborado”, explicou.

Outro motivo que impede a realização da cerimônia religiosa na Capital é que a comunidade ainda não tem uma capela própria. As missas são realizadas na capela ecumênica do Cemitério Santo Antônio.

O reverendo afirma que a Igreja Anglicana continua a apoiar a união de casais do mesmo sexo e continua a seguir a mesma filosofia. “Estamos no aguardo, com paciência e esperança”, disse, se referindo à reunião marcada para o final do ano.

Apesar do apoio declarado, Calvani explica que o padre, assim como ocorre na Igreja Católica, pode se negar a realizar um casamento, seja de casal hétero ou homossexual.

Para saber mais sobre a Capela da Inclusão em Campo Grande, acesse o site.




Os homossexuais tem lutado por uma igualdade ou liberdade de existir sem ser questionado, ou descriminado como dizem ser. Mais é na verdade uma luta obstinada ou rebelada contra Deus que fez o homem e a mulher , macho e fêmea os fez. Imagine a vida de um casal que na gravidez vai ao medico faz um exame de ultra som e o medico lhes diz : parabéns é um menino,e esse menino é criado para ser menino e quando cresce deseja ser como uma mulher,os pais teriam uma grande decepção. É o que tem acontecido Deus criou o homem para ser homem e a mulher para ser mulher e dentro do aspecto homossexual eles tem decepcionado a Deus com suas escolhas que o desagrada.
 
Alexander Martins em 05/08/2013 21:58:05
Meu modo de pençar e bem simples,primeiro liberao o casamento gay,essa pouca vergonha que vai contra tudo o que DEUS nos mostra na biblia, quando menos esperarmos os zoofobicos homens e mulheres que tem relaçoes com animais tambem vao querer casar na igreja ja imaginou o cara querendo casar com sua vaca,cavalo porco e outros mais, e pra completar os pedofilos vao querer seus direitos tambem vao alegar que pedofilia nao e doença e apenas opçao sexual . Hora meus amigos e nisso que da esse liberalismo ridiculo que nos somos forçados a aceitar,que DEUS ,tenha pena de nos por deixarmos a situasao chegar nesse ponto.
 
lazair littig em 10/05/2013 20:34:23
antigamente no Brasil homossexualismo era proibido, passou a ser tolerado, agora querem que seja obrigatório??!!! sugiro que respeitem as instituições não homossexuais pois isto não acabará bem...ninguém aceita autoritarismo ... pois é isto que estão fazendo intervindo no direito de expressão alheia, a cantora Joelma foi duramente perseguida só por utilizar seu direito de expressão, também sou contra a pratica do homossexualismo e aí só por isto vou ser preso? isto não é autoritarismo?
 
aureliano sousa em 18/04/2013 08:50:23
Ao meu ver os homossexuais é que não estão respeitando as pessoas que não adotam este modo de vida. Querem transformar em Lei que obrigam as pessoas e entidades a viver uma vida que eles escolheram. Eu respeito a todos mas esto pedindo que me respeitem e respeitem as entidades não homossexuais.
 
Jose Ribeiro em 17/04/2013 10:20:07
A questão é que se isto é um problema, deixa para quem resolva, por que opinião não é critica!. Às pessoas estão se rasgando de infelicidades enquanto os gays estão feliz. Amar é uma grande parte em uma vida onde buscamos a felicidade de viver, enquanto outros estão com preconceito remuidos.
 
ALEXANDRE FREITAS em 13/04/2013 11:59:25
DEUS tenha misericórdia de nos, a q ponto chegamos,o mundo jaz do maligno,isso tdo significa a volta de JESUS,se prepara povo de DEUS ,pq o fim esta próximo.
 
Rosi campo grande em 09/04/2013 06:36:53
deus ama a todos. os homossexuais so querem respeito e direitos iguais,somos iguais a vcs temos familia e nao falo so de pai e mae temos filhos criados da mesma forma e mts vzs ate melhor do q de mt gente por ai.nos associar a promiscuidade,drogas,violencia e ao diabo é uma total falta de inteligencia. as coisas erradas sao do ser humano, nao se limita somente aos gays. heteros evangelicos ateus gays todos podem tr atitudes boas ou mas,isto é uma questao de carater e nao de opçao sexual.tenho FÉ acredito no mesmo DEUS que o seu e sei q ele me ama.AMA TEU PROXIMO COMO A TI MESMO e ai como é o seu amor?
 
virginia pereira em 09/04/2013 04:37:00
Não tenho discriminação nenhuma contra ninguém, pois acredito que somos todos iguais perante DEUS e JESUS que serão nossos juízes, mas deixando religião de lado até porque não tenho nenhuma, que nada mais é do que uma forma de separar ainda mais os humanos e uma outra forma de política, se forem levados a sério os princípios Bíblicos, a igreja, seja ela qual for, não deve concordar com tal união em hipótese alguma, mas também não pode pregar o preconceito porque esse não é o papel a ela concebido. Penso que a justiça possa sim lhes conceder o benefício, mas a igreja acharia errado, pois sou Cristão, não condeno e julgo porque não tenho esse poder, não odeio ou discrimino porque somos todos iguais, mas compreendo a posição das igrejas quanto a isso e não entendo como discriminação.
 
Flavio Gazzaneo em 09/04/2013 04:11:58
Espero que o querido papa Francisco não autorize nunca o casamento gay, frequentar a igreja tudo bem, são bem vindos, mais oficializar união é contra a base familiar!!!
 
daniela dias em 09/04/2013 01:23:53
Isso mesmo antonio reis, eles podem criar uma igreja para eles, afinal Deus é para todos, mais cada um escolhe sua doutrina, eles criem a deles!!!
 
daniela dias em 09/04/2013 01:21:39
Eu , não tenho nada contra ao casamento deles no civil, até mesmo para lhes dar mais garantias juridicas, mais quanto ao casamento na igreja e adotar filhos, sou contra, Deus criou a familia homem , mulher (utero) e filhos, animais é o macho e a femea, é o natural, indiscutivel!! virar gay e lésbica agora é moda é tendência!!!
 
daniela dias em 09/04/2013 01:20:16
As escrituras estão si cumprindo cada dia mais; Pelo que DEUS os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.
NÃO TENHO PRECONCEITO, MAS PRECONCEITUOSOS E AQUELES QUE NEGAM A SUA PRÓPRIA ESSÊNCIA, NEGANDO A SUA ORIGEM NATURAL.
 
otavio moreira em 09/04/2013 00:03:11
Gente aos desinformados, quem é realmente cristão deve agir como Cristo, por isso a denominação de cristão. Ele pregava o amor misericordioso, o perdão (quantas vezes perdoar? 70x70, alguém sabe o que é isso?), a inclusão, o não julgamento; realmente não sei o que essas ditas igrejas estão ensinando, pode ser qualquer coisa, menos cristianismo. Só vejo ódio, julgamento, intolerância, com TODA certeza NÃO são esses os ensinamentos de Jesus. E outra, quem vai pagar pelo pecado, se for pecado, é a pessoa, se você se considera puro o bastante para não ter pecado algum, fique feliz por você, pois você vai direto para o paraíso.
 
Fabiano Abdo em 08/04/2013 23:38:49
Sou gay........ vivo com meu companheiro ,,, de boa... a uniao civil vai trazer uma segurança bem bacana.......... agooooooooooora igreja ... sai fora "meu" vou lah fazer o que,,,.. to bem assim como estou.. naum preciso de ninguem me julgando,, estendendo as maozinhas cheias de dedos e o coraçao cheio de odio....

ahh eu quero sim uma festa pra comemorar esse momento ,.,,., mas deus naum tem nada a ver com isso.... ele vive no meu coraçao ...... cada um na sua!!! eu vivendo a minha vida e respeitando o proximo... evangelicos ,,catolicos ,, religiosos num todo,, fiquem tranquilo,, vcs naum seram convidados pra festa mesmo,,, nem sei porque taum reclamando!!!!
 
willian nogueira em 08/04/2013 23:12:43
Não sou contra a união homosexual,as pessoas tem suas opções,mas a Igreja "sacramentar" está indo contra a "palavra"...
 
Marcia Maria da Fonseca em 08/04/2013 22:54:33
A decisão judicial se refere apenas ao casamento civil, que é um contrato assinado entre pessoas independente de sua opção sexual. Caso os homossexuais queiram se casar no religioso, é melhor fundar uma igreja própria para eles, é a coisa mais fácil que tem. Mais sabemos que o objetivo não é esse e sim criar polêmica e aderir simpatizantes para a sua causa, principalmente políticos oportunistas atrás de votos, e que no fundo são contra esses atos. Nós que seguimos Bíblia, sabemos que que não existe casamento religioso entre pessoas do mesmo sexo e jamais aceitaremos essa forçação de barra de alguns setores da mídia e do meio artista. ESTÁ NA HORA DE ACABAR COM ESSA HIPOCRISIA.
 
Jose Antônio Martins em 08/04/2013 21:38:14
Engraçado como as pessoas, principalmente as religiosas se incomodam tanto com a vida alheia. Que eu saiba eu posso me casar com eu quiser de comum acordo, isso nao diz respeito a vida de ninguem. O Poder publico tem a obrigaçao de reconhecer pq sou um cidadao, pago impostos e tenho que ter meus direitos garantidos. Agora, a religiao faça o que quiser, apenas exigo que respeite os meus direitos, nao me incomoda nenhum pouco se deus gosta ou nao,,isso nao diz respeito a ele e a nenhum das pessoas com pensamento obtusos,,,vc se casaram com quem quiseram, nao se metam na vida alheia e cuide de suas proprias, todos ganharao com isso,,que eu saiba, pastor e padre nenhum paga as minhas contas...falei
 
aparecido reis em 08/04/2013 21:24:17
A decisão judicial se refere apenas ao casamento civil, que é um contrato assinado entre as partes, não importa o sexo!! A reportagem é tendenciosa e pode criar confusão na sociedade. Agora se esses indivíduos quiserem se casar no "religioso" não vai faltar oportunidade para surgir uma pseudo religião que faça essa cerimônia. Porque quem segue a Bíblia, a palavra de Deus, sabe perfeitamente que não existe casamento entre pessoas do mesmo sexo. Casamento é algo sagrado!!!!!!!
 
Jose Antônio Martins em 08/04/2013 21:21:44
vçs que criticam tanto sobre a adoção de crianças entre um casal homossexual,deveria saber que......
a criança que será adotada foi gerada e abandonada por um casal de heteros.
pense nisto.
 
gil santos em 08/04/2013 20:48:53
Igrejas exclusivas – cibernéticas – extra terrestre – radical – liberal, todas defendendo seus pensamentos que nem de perto se comparam aos ensinamentos do Criador. Julgam os nossos irmãos judeus, mais adoram as praticas fundamentalistas e machistas do antigo testamento! A igreja deve incluir – orientar – amar – agregar para congregar as boas novas do Criador! Por ser cristão anglicano convicto, creio que todos nós prestaremos muitas contas para Deus! Que o Senhor nos perdoe!
 
Alexandre Bruno em 08/04/2013 20:45:21
É merecido o direito de união civil, pois, somente assim são garantidos os direitos dos casais ou a um dos parceiros na falta do outro, pois na maioria dos casos sofrem a rejeição da família, e exemplificando, depois que constroem um bom patrimônio, na morte de um deles, com certeza as famílias vão se lembrar dos bens. Agora, pelo que sabemos, a maioria das igrejas católicas, cristãs, evangélicas e etc. tem por lei, estatuto e/ou regimento a Bíblia Sagrada, na qual não menciona e nem prevê em lugar algum a bênção para união homoafetiva. Então, porquê cobrar da igreja a responsabilidade de ir contra seu próprio estatuto, a Bíblia Sagrada, para simplesmente satisfazer a vontade de quem não acredita no que está escrito nela? É necessário pensar até onde vão os direitos e onde começa o ego.
 
Suzy Santos em 08/04/2013 20:30:19
Se Deus tivesse feito alguém, ele teria criado o incesto. Adão teria que ter pego uma das filhas. kkkkkkkkkk

Tanto faz, tanto fez, o que importa é se amarem. Esse povinho aqui deveria cuidar cada um da sua própria calda. kkk
 
Felipe Neres em 08/04/2013 20:21:47
Parabéns ao repórter Elverson q me entrevistou por telefone. Expliquei algumas questões burocráticas q certamente não caberiam na reportagem, mas ele demonstrou ser um profissional muito competente resumindo em poucas linhas a situação - boa parte dos membros e do clero da Igreja Anglicana concordam c/ o casamento homoafetivo (inclusive já há muitas celebrações em outros países). No Brasil, a aprovação de um rito próprio depende de reunião da instância maior (Sínodo) q será em novembro deste ano. Pode ser q não seja aprovada este ano, mas tal como aconteceu com a ordenação feminina (que demorou 15 anos p/ ser aprovada em sínodos sucessivos que resistiam), a discussão leva ao amadurecimento.
Quanto aos comentários contrários, são só "blá-blá-blás" de quem não conhece teologia.
 
Rev. Carlos Eduardo Calvani em 08/04/2013 19:40:49
Que ponto chegamos se Deus quisesse isso,ele não teria feito a mulher para por de companheira do homem tinha feito outro homem ...E outra coisa nunca serão um casal por que casal é formado de um homem e uma mulher ...No mas que podem ser é uma dupla...
 
David de Jesus Lucas em 08/04/2013 18:19:27
Se deus existisse de verdade, daria até pra falar assim: O que "DEUS" uniu, os puritanos não separam. kkkk
 
Andre Neves em 08/04/2013 18:17:05
O mundo jaz do maligno. A que ponto chegamos. Já passou da hora de as instituições religiosas do Brasil se mobilizarem para orientar seus fiéis a votar em candidatos e candidatas ao parlamento nacional sérios, que se posicionam contra esta barbaridade regulamentada pelo poder Judiciário do Brasil. A vontade do povo é soberana. Os parlamentares têm o dever de atender a vontade da maioria do povo brasileiro mediante uma Proposta de Emenda Constitucional proibindo esta prática no Brasil: o casamento homossexual e a consecutiva adoção de filhos por estes casais.
 
Marcos Batista em 08/04/2013 17:04:18
A UNIÃO DE PESSOAS DO MESMO SEXO EXISTE ANTES DE CRISTO, MAS SABEMOS QUE DEUS ABOMINA ESSA PRATICA , TANTO E QUE DEUS DESTRUIU A CIDADE DE SODOMA E GOMORRA DEVIDA AS PRATICAS SEXUAIS QUE DEUS NÃO CONCORDA. PORQUE DEUS NÃO CRIOU O HOMEM PARA VIVER MARITALMENTE COM O MESMO SEXO, BOM ISSO E UM FATO. PARA QUEM ACREDITA EM DEUS E NAS COISAS DE DEUS, NÃO PODEMOS ACEITAR QUE ISSO INTERFERE NA NOSSA FÉ ACEITANDO QUE AS IGREJAS SEJAM OBRIGADAS A FAZER CERIMONIA RELIGIOSA DESSAS PESSOAS, ISSO É QUASE UMA BLASFEMIA DO NOME DE DEUS , ISSO É IGUAL A "CUSPIR" NA CRUZ, PORQUE JESUS MORREU NAQUELA CRUZ, E UNS DOS MOTIVOS E ESSA ABOMINAÇÃO HUMANA DE PESSOAS DO MESMO SEXO VIVEREM JUNTAS COMO FAMILIA. A FAMILIA VERDADEIRA PARA DEUS E HOMEM E MULHER. SE FOSSE ASSIM DEUS TINHA CRIADO ADAO E ADAOZINHO.
 
Vicente Gonçalves em 08/04/2013 15:39:27
Chega a ser digno de pena aquele que se julga melhor ou "mais correto" que um gay! Sou heterossexual, tenho família constituída e não tenho problema nenhum quanto aos gays! Temos que separar a religião dos direitos civis. Se a igreja é contra por conta de interpretações arcaicas, esse é um DIREITO reservado à esta instituição. Porém, também é reservado o mesmo DIREITO aos gays terem uma união estável, registrada e reconhecida perante a sociedade. E já que querem citar a bíblia como "regulamento", vejamos o que diz Mateus, capítulo 7, vs 1-3: "Não julgueis, para que não sejais julgados... E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?" Chega de hipocrisia! Os fanáticos religiosos se julgam "Deus". Não seria isso blasfêmia?
 
Ricardo Franco em 08/04/2013 11:16:41
Não sou contra os gay como disse Gustavo Freitas. Você se tivesse um filho ou filha GAY, sairia com orgulho dizendo para todos. Se caso eu tivesse um filho ou filha GAY, aceitaria sim, porque o meu amor não diminuiria, mas eles teriam que pensar bem, porque mesmo eles tendo sua opção sexual, vão ter que saber que ele ou ela vai ser sempre homem e mulher. A opção sexual não muda o sexo. O que muda o jeito de se viver, se viver com a pessoa do mesmo sexo vai te fazer feliz, então assuma. A igreja católica é para todos e todos são bem vindos, mas não quer dizer que aceito dois do mesmo sexo se casando na igreja. Continuo achando que é somente opção sexual.
 
Antonio Reis em 08/04/2013 11:02:00
Se a biblia significa algo importante pra voce, independente da religião, então sugiro que procure por "Levítico 18:22" ou entre no google e digite " Levítico 18:22".
Existe mais referencias sobre isso, mas pode começar assim.
 
Romeu Luitz em 08/04/2013 10:47:28
Fins dos tempos mesmo,não tenho preconceito,
mas eu não concordo...
 
Mayara Souza em 08/04/2013 10:09:30
Caro repórter, a Decisão Judicial apenas garante aos casais do mesmo sexo os DIREITOS em caso de união. Agora, as religiões devem aceita-los se eles atendem os que as religiões ensinam.
 
Antonio Aureo Torres Mesquita em 08/04/2013 10:04:46
Parafraseando Jesus: "Pai, perdoe-os, eles não sabe o que escrevem!"

Respeitem o livre arbítrio de cada um. Se está certo ou errado, isso é problema de quem tomou a decisão.
 
Afonso Neto em 08/04/2013 09:48:16
Gays casarem com benção do Estado tudo bem, agora, impor a Igreja que faça isso jamais!!! Se isso acontecer, acredito que haverá uma guerra civil em nosso país. Já estamos vivendo tempos em que não podemos criticar certas atitudes nos quais não concordamos (porque seremos homofóbicos, etc) terá que usar Deus para abençoar aquilo que Ele não aceita. A Biblia é clara neste ponto. Amo os gays, tenho parente e amigos gays (são os melhores amigos do mundo e me respeitam neste pormenor)... concordo que eles casem no civil, mas na Igreja... Me perdoem se estou sendo retrogrado, mas é o que penso...
 
Luciano Correia em 08/04/2013 09:48:08
BOM EU ACHO QUE O SENTIMENTO DE "AMOR" É MAIOR QUE O SENTIMENTO DE "MEDO" DE PRECONCEITOS!. Por isto ás coisas estão mudando sabe o por que? Por culpa destes homofóbicos que criticam, assim a 01ª Opção de homossexuais é enfrentar e provar que é mais forte com a critica de quem não aceita a indiferença do outro. Eu não concordo com o comentário do Antonio Reis, pois se caso seus filhos escolheriam a opção homossexual , você iria mandar para fora de sua casa????? Não então acho que você está na hora de pensar mais como um ser humano normal, e agora com o comentário do Fabio Torres eu resumo em pessoa fraca de mente e amor própio, faz um seguinte pergunta se ele tem medo de morrer, eu tenho a certeza que a resposta vai ser NÂO!.

Eu sou heterossexual, más não aceito que ás pessoas não aceitam o GAY.
 
GUSTAVO FREITAS em 08/04/2013 09:47:28
Ja podemos considerar essa blasfemia como um dos sinal da segunda vinda de Cristo.Coitados daqueles que zombam de Deus! Só numa cabeça promiscua desses malucos é que através da igreja, Deus vai abençoar um rito secular como esses.E outra: não fiquem estimulando a eles fundarem uma igreja qualquer porque a loucura já existe e acham q estão certos.Se eu fosse viado teria vergonha,primeira de minha familia e depois ficaria com muita vergonha da sociedade,mas seria super discreto.Tá na hora desses caras pararem de ofender a nós ,os homens.
 
samuel gomes-campo grande em 08/04/2013 09:24:15
Fim do Mundo é toda essa miséria e corrupção que ocorre em nosso páis, estado e cidade. É tão simples acabar com isso: se não concorda com o casamento homossexual, não case com um homessexual. Eu apenas não entendo algumas igrejas e seus "líderes", Jesus não julgou e pq eles julgam? Cambada de hipócritas, isso sim! Povinho de cidade pequena é essa Campo Grande.
 
ALEXANDRE SOUZA em 08/04/2013 09:23:57
Fala sério, hoje em dia um Casal ( na forma CORRETA da definição, HOMEM e MULHER), tem que pensar 100.000 vezes antes de colocar um filho no mundo, cada geração que passa o mundo só piora. Qual sera a próxima barbárie? isso se tornar obrigatório? Não duvido...

Voltemos às cavernas, Por Favor!
 
Giulllyano Rocha em 08/04/2013 09:17:53
Mesmo sabendo que pouco importa a cerimônia religiosa, porque o importante são os direitos de cônjuges que o reconhecimento civil garante. Apenas isso. Cerimônia religiosa é dispensável totalmente.
 
Maiko Oriozola em 08/04/2013 08:24:59
Acho que os homossexuais tem que fundar uma igreja própria para eles. Dois homens ou duas mulheres não são casais. Abre-se tanta igreja, porque não abrir uma para eles.
 
Antonio Reis em 08/04/2013 08:18:02
Ahn... Eles sabem que a decisão judicial se refere apenas ao casamento civil? Pra mim parece que eles estão fazendo isso pra dizer que o Estado está tentando mudar as religiões e dar mais motivos para os religiosos serem contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo.
 
Leandro Batista em 08/04/2013 08:15:23
ISTO É O FIM DO MUNDO MESMO!!!!!!
 
ELY MONTEIRO em 08/04/2013 07:16:38
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.