A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

23/01/2016 16:52

Multa moral cria campanha para continuar conscientizando motoristas

Paula Maciulevicius
O aviso é deixado no carro do infrator, que será notificado se estacionou em vaga reservada para pessoas com deficiência, por exemplo. O aviso é deixado no carro do infrator, que será notificado se estacionou em vaga reservada para pessoas com deficiência, por exemplo.

O projeto "Multa Moral" entra na segunda fase depois de mais de 150 mil aplicações em 30 cidades. Os bloquinhos usados por quem abraçou a causa para dar uma lição aos que insistem em desrespeitar as leis, chegaram ao fim e a organização precisa arrecadar R$ 4,5 mil para confeccionar 2 mil blocos. 

Veja Mais
Para ampliar efeitos da “Multa Moral” no trânsito, projeto apela para doações
Blogueiro cria "Multa Moral" para qualquer um notificar quem desrespeita a lei

Criada em 2014, pelo médico veterinário Frederico Rios, idealizador do blog Acessibilidade na Prática, a multa tem o objetivo de envolver a sociedade na fiscalização das vagas reservadas e de outras estruturas acessíveis, chamando a atenção de todos para a importância da acessibilidade na inclusão social.

A iniciativa toda nasceu quando Frederico, em 2008,  sofreu um grave acidente de moto e ficou tetraplégico por conta de uma lesão na altura da vértebra C5. Ao se adaptar à vida de cadeirante, descobriu que no dia-a-dia a acessibilidade é mais discurso que realidade.

Como funciona? – A Multa Moral é simples e qualquer um pode aplicar, desde que tenha bom senso. Para por o plano em prática, Frederico elaborou bloquinhos para “autuação”. O aviso é deixado no carro do infrator, que será notificado se estacionou em vaga reservada para pessoas com deficiência, para idosos, sobre a calçada ou bloqueando o rebaixamento de uma guia. O “fiscal” pode relatar qualquer imprudência.

Com cores marcantes, o aviso traz o nome da página, informações de acesso e de como adquirir o cartão de estacionamento (caso o motorista tenha o direito), além uma mensagem: “um pouco de respeito e cidadania não faz mal a ninguém”.

Campanha - O programa da organização é de confeccionar pelo menos 2 mil blocos, quantidade suficiente para pelo menos mais um ano. Para ajudar e repassar qualquer valor à conta bancária disponibilizada, o contato pode ser feito pela página no Facebook ou o site




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.