A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

14/02/2014 08:00

Para católicos ou espiritas, viagens trazem na bagagem um pouco de fé

Paula Maciulevicius
Em Minas Gerais, grupo espírita embarca em viagem para conhecer o trabalho de psicografias.Em Minas Gerais, grupo espírita embarca em viagem para conhecer o trabalho de psicografias.

Eles saem de Campo Grande uns e voltam outros. A diferença não está nem no período de férias ou tampouco no descanso para o corpo. O turismo que eles fazem é movido pela fé. Os pontos do roteiro são mais do que belas paisagens, lugares onde a religião fala mais forte.

Veja Mais
Para quem só toma Sidra, sommelier apresenta espumante bom e barato
Loja reinaugura com liquidação de jeans por 39,90

O Lado B procurou saber quais são os destinos do tour religioso de quem sai daqui de Campo Grande e as histórias que eles trazem na bagagem da volta.

Os lugares que visitou ainda estão frescos na memória da psicóloga Alexandra de Azevedo Carvalho. No final de janeiro, aos 41 anos, ela embarcou na primeira viagem que aflorou o lado espiritual dela e da família.

Do dia 23 a 27 de janeiro, eles estiveram em Buenos Aires, percorrendo os mesmos caminhos de quem hoje atende pelo nome de Papa Francisco. Católica e frequentadora da igreja São José, assim que foi divulgada a oportunidade, Alexandra resolveu embarcar com toda a família.

Alexandra e o filho, na casa onde Papa Francisco cresceu, na Argentina.Alexandra e o filho, na casa onde Papa Francisco cresceu, na Argentina.

“Além de estar conhecendo aquilo que a gente acredita, que é uma coisa maravilhosa, estamos mais próximas de Deus. Para quem realmente tem a fé e acredita nisso tudo, na volta, você se sente abençoado”, afirma.

Desde o momento em que chegou, até a hora de vir embora, o roteiro inclui desde a escola onde o Papa estudou, a casa em que nasceu e viveu, até a praça onde jogava bola e a igreja que recebeu o chamado.

“É uma paz que dá, uma felicidade de estar sempre mais próximo da fé que a gente tem. A sensação é maravilhosa”. As palavras saem com a leveza de quem deixou o peso em uma viagem de descanso físico e mental.

Os tours religiosos entraram na vida do bacharel em Direito, Bruno Cilião, de 28 anos, justamente para proporcionar descanso à cabeça e ao físico. Católico, ele organiza excursões da igreja Católica e já levou mais de mil pessoas às cidades turísticas. “A primeira que eu fiz, foi um retiro da Canção Nova, ali vi que as pessoas têm necessidade de buscar, em outros lugares. Elas têm fome e sede de Deus. No turismo religioso a pessoa vai para alimentar a alma, fortalecer e renovar a fé”, acredita.

No roteiro estão inclusos roteiros para Aparecida do Norte, em São Paulo, Cachoeira Paulista, onde fica a comunidade Canção Nova, Santuário do Frei Galvão, em Guaratinguetá e o Santuário de Nossa Senhora Desatadora dos Nós, em Campinas, além dos grupos que viajam para as missas do Padre Marcelo Rossi. Nas rotas internacionais, entram Terra Santa e Itália.

Capela de São José, onde Papa Francisco fazia batizados quando era Cardeal, em Buenos Aires.Capela de São José, onde Papa Francisco fazia batizados quando era Cardeal, em Buenos Aires.

Os valores podem começar a partir de R$ 600 para tours nacionais e até R$ 10 mil para viagens pelo exterior.

Compartilhando do mesmo pensamento, porém com uma doutrina diferente, o consultor de viagens Adriano Oliveira decidiu incluir há seis anos, o turismo religioso no trabalho diário. Começou com o roteiro espírita ao Triângulo Mineiro, onde os pontos turísticos eram os trabalhos de psicografias e os trabalhos assistenciais existentes na região.

“De fato as excursões são voltadas para o público espírita, porém, sempre participam de nossas "caravanas" integrantes de outras doutrinas, como evangélica, católica, budista”, antecipa.

Com uma média de quatro viagens por ano em território nacional, Adriano anuncia a primeira para o exterior. Em 2014, 30 turistas embarcam para Israel.

Eliana e o marido já preparam terceira excursão para o Triângulo Mineiro, em terras de Chico Xavier.Eliana e o marido já preparam terceira excursão para o Triângulo Mineiro, em terras de Chico Xavier.

A viagem nacional que tem, em média, a duração de cinco dias custará e custa R$ 1,4 mil. Já a internacional, de 11 dias, sai por aproximadamente U$ 3,2 mil dólares.

Já planejando a terceira viagem à Uberaba, a secretária administrativa, Eliana Vilela, de 40 anos, quer retornar ao que lhe encantou nas Minas Gerais, terra de Chico Xavier.

“A gente faz um tour conhecendo os trabalhos das casas espíritas locais, de Chico Xavier, visita a casa onde ele morou, a Gruta dos Galhares”, narra.

Espírita há 14 anos, ela e o marido resumem que a viagem traz sensações espirituais a cada ida. “Geralmente são os mesmos locais, mas a sensação é diferente, o aprendizado também. Conforme a nossa evolução espiritual, vamos sentindo o que não passamos na viagem anterior”. Em setembro, ela embarca novamente.




É realmente uma viagem inesquecível, renova as energias, nos dá paz e a certeza de uma vida verdadeira, além dessa experiência que hoje estamos vivenciando. Por isso, devemos ter cuidado com o que fazemos, dizemos ou pensamos, e até o que deixamos de fazer, pois a colheita é certa.
 
Elisabeth Arndt em 14/02/2014 19:34:00
Viagem maravilhosa, a cada local visitado uma descoberta.Encontramos pessoas de todo Brasil.Em todos os lugares transborda amor e luz divina.Amei e vou novamente.
 
Marilene marques Violante em 14/02/2014 17:46:36
Parabéns pela matéria, felizmente fiz uma só vez essa viagem espírita, quero voltar logo logo para renovar as energias.. Lindos lugares, cheio de espiritualidade e grandes transformações. Equipe CEJEN(Centro Espirita Jesus de Nazaré) juntos..
 
silvana melo sanches em 14/02/2014 12:32:24
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.