A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

09/05/2016 07:15

Chuva de pipas no céu virou atração com chegada de residencial

Thailla Torres
De longe, parece que está chovendo pipas do céu. (Foto: Fernando Antunes) De longe, parece que está chovendo pipas do céu. (Foto: Fernando Antunes)

De longe parece uma chuva de pipas no céu. O show de cores no bairro Portal Caiobá na região sudoeste de Campo Grande, é atração para moradores e visitantes que chegam dos bairros vizinhos. Todo sábado e domingo, a cena se repete, centenas de pessoas saem às ruas para soltar pipa. 

Veja Mais
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'

A brincadeira de criança surpreende pelo número de adultos se divertindo na região. Tem pipa de todos os tamanhos e cores. E os apaixonados preferem produzir o próprio brinquedo. Entre a galera se divertindo, não encontramos mulheres com uma pipa na mão. Somente homens e meninos, que ficam distribuídos em várias quadras da região movimentada. 

A tradição surgiu há cerca de 5 meses quando terminaram de ser entregues as casas do residencial Celina Jallad, explica o morador Adilson Gustavo, de 28 anos. Ele trabalha como soldador e no fim de semana aproveita as tardes para soltar pipa com o filho Leomar Cabral, de 6 anos. 

Adilson aproveita para lembrar a brincadeira de infância. (Foto: Fernando Antunes) Adilson aproveita para lembrar a brincadeira de infância. (Foto: Fernando Antunes)

O lazer é costume da infância e, para lembrar os bons momentos, ele se dedica a ensinar o filho de que a brincadeira vale a pena. "Essa sempre foi a nossa diversão e de muita gente aqui no bairro, aos poucos as pessoas ficaram sabendo, foram chegando e hoje tem mais de 200 pipas no céu", explica. 

No domingo a multidão aumenta. É tanta pipa, que muitas vezes acaba rolando um conflito, mas ele garante que não há brigas, a maioria está ali para se divertir. "Esse é o nosso momento de diversão, acontece de alguns derrubarem a pipa do outro, mas a gente continua". 

Longe dos computadores e videogames, eles se encantam mesmo é pela tradição no papel. Ronald Dias, de 15 anos, diz que ele e os amigos esperam ansiosos para o fim de semana. "A gente cresceu soltando pipa e agora com o movimento, toda semana a gente vem se divertir. Muito melhor do que ficar dentro de casa sem fazer nada", conta. 

O jovem explica que hoje a maioria está ali por diversão, mas que já houve tempos em que um dos moradores organizou um evento que sorteva prêmios para aqueles que deixavam a pipa por mais tempo no céu. 

 

Para Helena, as pipas se tornaram uma atração do bairro. (Foto: Fernando Antunes) Para Helena, as pipas se tornaram uma atração do bairro. (Foto: Fernando Antunes)

Helena da Silva, de 50 anos, senta na frente de casa para observar o céu e ver a movimentação das ruas. "Isso daqui já se tornou uma atração turística para a gente. Vem gente de todo lado", conta. 

Ela é paulista, mas vive em Campo Grande há 20 anos e conta que todo fim de semana é a mesma coisa. "Todo mundo sai na rua para ver, eu fico aqui admirando, meus netos também vêm para minha casa soltar pipa". 

Quando inciou a tradição, ela conta que implicava com a criançada que deixava pipa cair no quintal de sua casa, mas as coisas mudaram. "Toda vez era a mesma coisa, eu tinha que levantar e pegar pipa eles. Mas hoje eu nem me importo, a pipa cai e eu já entrego. Até as crianças ganham pipa", comemora. 

 

O local chega a reunir cerca de 500 pessoas no bairro. (Foto: Fernando Antunes) O local chega a reunir cerca de 500 pessoas no bairro. (Foto: Fernando Antunes)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.