A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

24/10/2016 11:42

Com dia extra, programação do Festival América do Sul terá Carlinhos Brown

Thailla Torres e Leonardo Rocha
Carlinhos Brown sobe ao palco no dia 12 de novembro e participa de mesa redonda. (Foto: DivulgaçãoCarlinhos Brown sobe ao palco no dia 12 de novembro e participa de mesa redonda. (Foto: Divulgação

A Fundação de Cultura do Estado lançou oficialmente hoje o 13º Festival América do Sul Pantanal, que neste ano terá 60 atividades artísticas, de 11 a 14 de novembro. Entre os shows principais, o evento recebe Marcelo Loureiro, Carlinhos Brown, a banda chilena Pascuala Ilabaca e Fauna e a sambista Mariene de Castro, atriz que acaba de ganhar fama com a novela Velho Chico e por participação no encerramento das Olimpíadas.

Veja Mais
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'
Com poucas opções, veja onde curtir as festas de fim de ano em Campo Grande

Além da música, haverá espetáculos de teatro, circo, lançamento de livros, palestras, oficinas e mesa redonda. A novidade este ano é que os artistas nacionais irão participar de debates e mesa redonda, para falar sobre o trabalho.

Dentro da programação haverá mostra de cinema do Brasil, Peru, Argentina e Paraguai. Além de apresentação dos curtas produzidos na oficina "Iniciação ao audiovisual", com Iván Molina.

Entre os debates haverá mesa redonda com o cantor baiano Carlinhos Brown, com tema "Futuro das crianças e jovens da América do Sul". Outro destaque é para palestra com a animadora Aline Figueiredo sobre "Percursos de uma história da arte".

Além de Corumbá, haverá atrações do festival em Ladário, Puerto Quijarro e Puerto Suárez na Bolívia.

Este ano o tema é "Rio Paraguai que une as nações", como eixo de desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. E a homenageada será à corumbaense e historiadora de arte Aline Figueiredo, que criou espaços destinados à arte e à cultura e incentivou pesquisas e reflexões sobre o tema. 

No lançamento, Renato Roscoe, secretário de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, disse que foram investidos R$ 1,8 milhão no evento. "Com muita dificuldade o governo resolveu fazer um festival com recursos próprios e com poucos patrocinadores, já que existe uma dificuldade de investimento. Será uma programação bastante criativa, valorizando talentos regionais e artistas que nunca vieram para o estado", afirmou.

O governador Reinaldo Azambuja garantiu que, apesar da economia, o Festival manteve todos os atrativos. "Saímos do modelo de abundância onde existia grandes patrocinadores como Petrobras, Banco do Brasil, Eletrobrás e Eletrosul, para esse atual momento que é feito quase com recursos próprios. É importante fazer a festa para trazer a comunidade e fazer a interação com países vizinhos. O festival tem um roupagem mais economica, mas que nao perde o brilho dos anos anteriores", afirmou.

Confira a programação:

No primeiro dia, o público vai conhecer a sonoridade da dupla argentina Tonolec. (Foto: Divulgação) No primeiro dia, o público vai conhecer a sonoridade da dupla argentina Tonolec. (Foto: Divulgação)

Dia 11 de novembro

Shows

Tonolec (Argentina)- um duo musical de Resistencia, na província de Chaco, composto pelos cantores Bogarín Charo e Diego Perez, que há mais de uma década, buscam intercalar as canções nativas da Tobas (Qom) Mbya Guarani e música eletrônica. Em sua música, o espírito dos povos indígenas e a identidade musical do seu país é reforçada, sendo considerada a nova tendência do folclore argentino. 

Marelo Loureiro - Instrumentista que mescla diferentes ritmos musicais e busca novos caminhos dentro de sua arte, em que predominam influências folclóricas latinas. O músico estudou técnicas de violão clássico, popular, erudito e flamenco, mas adaptou uma maneira própria de tocar.

Outras atrações confira aqui.

Jerry se apresenta no dia 12 de novembro. (Foto: Heton Perez)Jerry se apresenta no dia 12 de novembro. (Foto: Heton Perez)

Dia 12 de novembro

Shows

Urbem - O quarteto desperta o interesse dos ouvidos ávidos por novidades. Misturas inusitadas de efeitos e improvisos, preservando a raíz musical brasileira fazem parte das apresentações de caráter próprio da banda que explora sons do ukulelê, baixo, guitarra, bateria e vocais.

Jerry Espíndola - Jerry é o mais novo dos irmãos Espíndola, chamado por eles de "temporão", apelidado pela mãe Alba de Jerry. Desde pequeno, pela influência dos irmãos Tetê, Geraldo, Celito e Alzira, que já faziam sucesso em São Paulo com o Tetê e o Lirio Selvagem, Jerry sempre quis ser músico.

Carlinhos Brown - Cantor e compositor americano de soul. Influenciado pelo rap, soul, funk e ritmos afro-baianos, desenvolveu uma sonoridade particular, sendo um dos criadores do estilo musical conhecido como samba-reggae.

Outras atrações confira aqui.

Pascuala Ilabaca e Fauna traz a música chilena incorporando jazz, pop e rock. (Foto: Divulgação)Pascuala Ilabaca e Fauna traz a música chilena incorporando jazz, pop e rock. (Foto: Divulgação)

Dia 13 de novembro

Shows 

Púrpura - Duo sul-mato-grossense formado Julio Queiroz e Erika Espíndola, com um projeto que busca uma sonoridade mais intimista e experimental, fazendo uma fusão de instrumentos, como violino, tuba, guitarra elétrica que passeia do clássico ao underground.

Carlos Colman - Nascido em Grande é violinista, cantor e compositor conhecido pela canção Castelânea em Mato Grosso do Sul . Filho de músico e professor de violão, explora em suas canções vários estilos da música de raiz, entre elas a polca, o chamamé, a toada e o arrasta-pé.

Pascuala Ilabaca e Fauna - É um dos grandes expoentes da música chilena enraizada em sons tradicionais, mas tem a capacidade de incorporar tons de jazz, pop e rock. No palco, tem uma forte presença cênica, quase sempre armado com seu acordeão e  e sua voz tem o poder de adoçar os ritmos e melodias da banda que a acompanha: Fauna.

Outras atrações confira aqui.

Show de Mariene será no dia 14, véspera de feriado. (Foto: Divulgação) Show de Mariene será no dia 14, véspera de feriado. (Foto: Divulgação)

14 de novembro 

Shows 

Ju Souc -  Baterista, cantora e compositora sul-mato-grossense, ganhou o prêmio do Batuka (concurso nacional de bateristas) e mescla ritmos brasileiros com uma levada pop.

Sampri - Grupo nasceu de uma roda de samba de fundo de quintal. Cada uma das integrantes canta e toca um instrumento: Magally no cavaquinho; Luciana no pandeiro; e Renatinha no violão.

Mariene de Castro - é atriz, cantora e compositora brasileira notória por destacar maracatu e samba de roda em sua obra. Cantou na festa de encerramento das Olimpíadas RIO 2016, enquanto era apagada a chama da pira olímpica.

Outras atrações confira aqui.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.