A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

03/06/2016 14:05

Depois de cancelar show do NX Zero, empresa não devolve dinheiro e revolta fãs

Thailla Torres
A banda NX Zero era a atração do show que foi cancelado (Foto: Divulgação)A banda NX Zero era a atração do show que foi cancelado (Foto: Divulgação)

Depois de cancelado o Festival das Cores Holi Joy, que teria a banda NX Zero como principal atração, consumidores estão revoltados porque ainda não receberam o dinheiro dos ingressos de volta. As reclamações foram parar no Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor).

Veja Mais
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'
Com poucas opções, veja onde curtir as festas de fim de ano em Campo Grande

Após anunciar o fim do evento, a empresa publicou no Facebook um comunicado de que a devolução do dinheiro seria realizada no dia 27 de junho, no Procon, mas sem comunicar o órgão.

Para o coordenador de fiscalização do Procon/MS, Erivaldo Marques Pereira, a atitude da empresa foi uma surpresa. “Só ficamos sabendo da ação quando consumidores entraram em contato com a gente. Em nenhum momento a empresa que está promovendo o evento entrou em contato e ainda usaram o nome do órgão sem autorização”, diz.

Por enquanto, cerca de 10 pessoas ligaram pedindo informações e 2 formalizaram a reclamação no Procon. No entanto, até o momento não há nada oficial de que a devolução será feita no dia 27 de junho. “Oficialmente não há nenhuma decisão, já estamos em contato com a empresa, mas somente na semana que vem será definido qual informação será repassada aos consumidores. Mas é importante deixar claro que toda a devolução do dinheiro é de responsabilidade do promotor do evento”, esclarece.

O operador de telemarketing, David Fonseca Matos, de 22 anos, está entre os clientes que decidiram formular uma reclamação no Procon. “Comprei dois camarotes por R$ 160,00. Pedi folga no meu serviço para poder aproveitar o show. Perdi um dia de serviço e eles só avisaram que o show seria cancelado dois dias antes do evento. Isso é um absurdo”, diz, ressaltando que não vai esperar a data informada pela empresa para o ressarcimento. 

“Se não recebermos vamos buscar os nossos direitos por meio de processo jurídico. Nossa intenção não é queimar a empresa, só queremos nosso dinheiro de volta”, esclarece.

De acordo com Erivaldo, se a empresa se recusar a efetuar o pagamento, o cliente pode procurar o Procon e efetuar uma reclamação ou optar por uma ação judicial. 

O empresário Rener Colombo, representante da empresa Show Brasil, não atendeu as ligações do Lado B até o fechamento dessa reportagem.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.