A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

15/04/2014 06:20

É preciso paciência para aproveitar promoções de segunda-feira nos cinemas

Anny Malagolini
Fila começa pela bilheteria. (Foto: Marcelo Victor)Fila começa pela bilheteria. (Foto: Marcelo Victor)

Ir ao cinema não é um dos programas mais baratos. Então, quando chega o dia da promoção, a paciência é condição primordial para quem não quer acabar a segunda-feira irritado. Por isso, se você ainda não enfrentou tal experiência em Campo Grande, é bom se preparar e chegar bem antes do horário da sessão. Independente do filme, ou do cinema, todo mundo vai perder um bom tempo nas filas.

Veja Mais
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo
Coletivo de DJs organiza festas com música para 'dançar mais e reparar menos'

Quem resolve encarar, chega a esperar mais de 30 minutos em uma fila só para comprar ingresso durante as sessões noturnas, isso quando a programação em cartaz não é das mais concorridas. Depois, ainda é preciso ficar mais um tempo esperando a pipoca e outro tanto no fim da exibição, até conseguir pagar o estacionamento.

Cinemark, no Shopping Campo Grande e o UCI, no Bosque dos Ipês, escolheram as segundas-feiras como o dia em que os ingressos são mais baratos. Já na rede Cinépolis, a sessão desconto ocorre na quarta. Para muita gente, apesar do tumulto, é a única forma de ir acompanhado.

Manoel Antônio, de 40 anos, levou os filhos, de 7 e 12 anos, e o sobrinho de 19 para uma noitada no cinema. Para o programa caber no bolso, a noite escolhida teve de ser a de promoção. Enquanto que em dias normais, a conta somaria, no mínimo, R$ 68,00, na segunda o valor total caiu para R$ 32,00. “Tento levar uma ou duas vezes por mês, mas nem sempre dá, é caro”, reclama.

Para o militar Rafael Ferreira e a namorada, a administradora Alessandra Xavier, ambos de 25 anos, o passeio em casal teve que ser restringido a uma vez por mês. “Para nós dois fica caro, pelo menos 50 reais, se não for em dia de promoção", comenta Rafael. A namorada complementa: “Campo Grande não tem opção de lazer e por isso tudo é caro”.

Espera na fila chega a durar 30 minutos (Foto: Marcelo Victor)Espera na fila chega a durar 30 minutos (Foto: Marcelo Victor)

Peregrinação - Quem se depara com o Cinemark superlotado logo pensa em seguir para o UCI, no Bosque dos Ipês, imaginando que, por ser mais distante do Centro, tudo estará mais tranquilo. Mas o tamanho da fila também surpreende. “Não sabia que era tão cheio, mas já que estou aqui vou enfrentar”, diz Diego Almeida, de 30 anos.

Os cinemas oferecem caixas de autoatendimento, para compras no cartão, mas nem assim as filas andam de forma mais rápida.

Para os cinéfilos, não tem tempo ruim, não há fila que comprometa um dia mais barato no cinema. O auxiliar administrativo Fabiano Lemos, de 24 anos, diz que vai até três vezes durante a semana. Só o percurso da casa dele até o Bosque dos Ipês dura uma hora, e ainda tem os 30 minutos de fila. A carteira de estudante garante a meia-entrada e o ingresso custa em um dia de promoção só R$ 2,25. “Eu tinha um cupom e consegui ainda mais desconto, então vale a pena vir, mesmo que demore”.

As dicas de sobrevivência incluem chegar cedo ou comprar o ingresso durante a tarde, comprar algo para beliscar no supermercado e pagar o estacionamento antes da sessão começar.

O movimento virou, na verdade, tradição de início de semana. Por isso, as amigas Laís Abdalla e Joice Campos, de 19 anos, não se incomodam mais. “Sempre tem fila, mas nos outros dias não dá e já se tornou tão normal ficar cheio que já não me incomodo”, diz Joice.

Mas quando a estreia é de grandes bilheterias, a situação complica a ponto de até os frequentadores assíduos não aguentarem a espera. Na última segunda, a novidade foi o filme Noé, e a superlotação mandou para casa os namorados Sérgio Souza e Tayla Assis. “Fomos embora porque cansamos de esperar, mas voltamos hoje porque segunda é o nosso dia de folga”, explica ele.

Para Edson Almeida, de 21 anos, apesar de tudo, ir ao cinema ainda é o programa mais barato. “Teatro é quase impossível preço, e tem raros shows aqui, e quando tem também é um absurdo, então encaro a fila sem problemas”.

Nas segundas-feiras as entradas inteiras custam R$ 8,00 e a meia R$ 4,00. Nos outros dias da semana, os preços de entrada inteira sobem para R$ 14,00 e 18,00 (3D) até às 17h, e para R$ 16,00 e R$ 19,00 (3D) depois desse horário. Aos sábados, domingos e feriados os valores são R$ 17,00 (inteira) na matinê, R$ 19,00 à noite e R$ 24,00 (3D) o dia todo.

Tumulto da semana anterior (Foto: Marcelo Victor)Tumulto da semana anterior (Foto: Marcelo Victor)
Fila para pagar estacionamento na segunda-feira passada.Fila para pagar estacionamento na segunda-feira passada.



Tá aí escancarada a mania do cidadão de reclamar de tudo.
É muito óbvio que em um dia de promoção o cinema vai estar lotado, por isso, porque não fazem uma reportagem sobre a falta de paciência e muitas vezes falta de educação da "maioria dos clientes"?
Veja bem, frequento quase todas as segundas feiras de promoção e enfrento fila. Porém, acredito que a fila seria bem mais rápida se as pessoas não insistissem em entrar sem o documento exigido, se não ficassem enrolando discutindo com o atendente, não furassem fila e não ficassem criando barraco sem necessidade. A culpa nem sempre é da empresa.
É do próprio consumidor que não respeita o que é exigido e não tem um pouquinho de bom senso de que: "chegou depois, espera tua vez camarada".
 
Thailla da Silva Torres Dias em 15/04/2014 14:01:17
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.