A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Abril de 2014

13/04/2012 17:48

Rap do Brô MC´s, criado nas aldeias de Dourados, chega ao TV Xuxa

Ângela Kempfer
Cena que vai ao ar amanhã. (Foto: divulgação)Cena que vai ao ar amanhã. (Foto: divulgação)

Os meninos são unanimidade entre pessoas que incorporaram a questão indígena como causa. Cantam rap em guarani, o que não é importante pelo aspecto curioso, mas pela qualidade sonora e letras engajadas.

Veja Mais
Aldeia e favela são a mesma coisa, diz rappers guarani kaiowá
Hip Hop indígena de Brô MC´s é atração na posse de Dilma amanhã

O trabalho do “Brô MC’s” é bom e já tinha o reconhecimento explícito nas redes sociais, foi uma das atrações na posse da presidente Dilma Rouseff, do show de Milton Nascimento e continua chegando longe.

Será apresentado na emissora de TV de maior audiência do País, no programa da “rainha” Xuxa, o que para o grupo tem um valor, inclusive, sentimental.

“Ela é muito bonita e pensa só, ver a Xuxa agradecendo pela participação da gente e falando bem do nosso trabalho”, comenta Clemerson Batista, um dos integrantes do grupo criado dentro das aldeias de Jaguapirú e Bororó, em Dourados.

A gravação vai ao ar amanhã, para marcar a Semana do Índio. “Estar lá (no programa) foi um grande passo para o grupo e para os povos indígenas do Brasil, ver todos curtindo e cantando a nossa língua Guarani foi emocionante”, lembra o rapper Bruno Veron.

Os rapazes, agora com reforço da voz feminina de Dani Muniz, conseguem cantar um ritmo super urbano, sem deixar de ser índios. São exemplos de como quem vive a aldeia pode utilizar linguagens contemporâneas e ao mesmo tempo fortalecer a cultura tradicional.

Para o programa, o figurino foi preparado graças a empréstimos de amigos. Dani, por exemplo, teve a produção de um amiga que em Campo Grande comprou um vestido da “Maria do Povo”, assinado por Kelly Garcia.

“Foi uma grata surpresa, nada planejado. Além de gostar muito do trabalho deles, que ficou ainda melhor com a voz feminina da Dani, ver um vestido meu na Xuxa é maravilhoso”, comemora Kelly.

Bruno, o primeiro a compor para o Brô MC's.Bruno, o primeiro a compor para o Brô MC's.

Juntos - Bruno, Clemerson, Charlie Peixoto, Kelvin Peixoto, Deejay Gio Marx e Dani formam o primeiro grupo de rap indígena do Brasil, criado em 2008, por isso despertam tantos interesses e não decepcionam.

“Eju Orendive”, a música mais executada do grupo no Youtube é a síntese do trabalho. O clipe, gravado pela Cufa (Central Única das Favelas) mostra jovens índios com o rap no meio da aldeia, entre muitos rostos indígenas.

Ao invés dos carrões e motos potentes dos rappers norte-americanos, o Brô MC’s aparece em bicicletas. A letra também é de protesto, fala de preconceito, de discriminação, de falta de oportunidades, e de como é ser invisível em uma sociedade onde índio não é tratado como gente por muitos.

“Chego e rimo o rap guarani kaiowá. Você não consegue me olhar e se me olha não consegue me ver”, revela a tradução.

Mas os meninos também deixam boas mensagens. “Vamos nós todos, índios, festejar. Vamos mostrar para os brancos que não há diferença e podemos ser iguais”.

O antropólogo Diógenes Cariaga reafirma que o maior mérito do Brô MC’s é se adequar sem deixar de ser índio” e para exemplificar isso cita trecho de outro rap do grupo: “Agora nossa rima vai em guaxiré”, dança tradicional guarani kaiowá.

Com essa mescla, o que os meninos querem mostrar é que “nós somos índios e nossa voz nunca vai se calar”, repete Bruno.



Olá, sou carioca e trabalho com Produção Cultural, fazemos um festival no Rio e queremos saber se podem participar. Será em Dezembro no dia 18. O nome será "Sotaque Carregado". Uma parceria de Geraldinho Magalhâes da Diversão e Arte, DJ Mam e Sotaque Carregado. Por favor me liguem o mais breve possível: 021.72544808/ 31692691
 
Virgínia Gandres em 01/11/2012 01:25:26
Estou muito feliz com o grupo índigena cantando , tão lindas suas músicas comprei um c'd no museu do indio . Que Deus abençõem a todos os índios do Brasil e das Américas que tanto amo. Desejo para os índios cantores muito sucesso .que consigam tudo de bom para o povo Kaiowá.. 26/4/2012
 
Joana D'Arc Ramos em 26/04/2012 07:40:45
MUITO bom... adorei ficou lindo ouvir as musicas, só assim para ouvirem a voz de um povo que sempre lutou por um pedaço de chão...

 
Simone Neves em 15/04/2012 10:49:03
Clemersom, Bruno, Dani, Charlie, Kelvin e Gio: como membro do povo terena manifesto a minha alegria e orgulho pelo sucesso do grupo.
 
Lisio Lili em 15/04/2012 08:46:54
orgulho de ser Sul Matogrossense.
 
regiane yasmim em 15/04/2012 07:41:39
Mato Grosso do Sul não e só Luan Santana e afins....

Tem coisas de qualidade também, e agora sim eu digo com todas as letras


ORGULHO DE SER SUL MATOGROSENSE
 
antonio marques lucas em 14/04/2012 10:56:34
Parabéns ao grupo, ficamos orgulhosos por de podermos ver pessoas de nosso estado serem reconhecidos pelo seus trabalhos.
 
divino ribeiro em 13/04/2012 10:26:53

Compartilhe



Copyright © 2014 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.