A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

22/09/2016 14:00

HTC Vive impressiona com realidade virtual de 1ª com jogos de Terror e Star Wars

Godoy e Patrick Weiller
HTC Vive impressiona com realidade virtual de 1ª com jogos de Terror e Star Wars

 

Veja Mais
Last Guardian e Mario Maker no 3DS puxam lançamentos de dezembro
Dos três modelos da linha PlayStation 4, qual se encaixa melhor para você?

A Brasil Game Show 2016 provou que a realidade virtual veio realmente para ficar e está cada vez mais acessiva. Já mostramos aqui as experiências que testamos durante a feira com o PlayStation VR e Oculus Rift. Agora chegou a vez de falarmos do HTC Vive. Uma palavra pode definir facilmente a experiência que tivemos: impressionante! Confira as nossas impressões sobre os dois jogos que testamos: Paranormal Activity e Star Wars: Trials on Tatooine.

Paranormal Activity: The Lost Soul
O game estava disponível para teste no estande da NVIDIA. O óculos é leve e confortável. Externamente é bem bonito também. Os controles são ótimos, passando a sensação ao jogador de que são uma extensão de seus braços. Sem dúvida seu desenho foi muito bem pensado e funcionou bem para a proposta VR.

O jogo, desenvolvido pela VRWERX, se passa dentro de uma casa com clima sombrio. De início me lembrou bastante o estilo da casa do trailer do “quase Silent Hill”, P.T. De início somos instruídos a realizar tarefas simples, como andar pela sala (movimento feito através do controle), abrir gavetas, pegar lanternas e coisas do tipo. À medida que se avança dentro da casa, é possível ouvir vozes e ver vultos, que vão ampliando o clima de tensão. A sensação de imersão é enorme.Ficamos tensos, sabendo que a qualquer momento, algo assustador irá acontecer.

De repente se vê uma criança andando pela casa... O problema é que aparentemente essa criança não está viva. Até que em determinado momento ela aparece em frente a você, lhe dando um susto como poucas vezes você sentiu em toda a sua vida. Eu simplesmente senti um arrepio daqueles que paralisa a alma na hora desse susto. E pouco tempo depois, ocorre outra situação na casa em que o susto se repete. Aí então o demo é encerrado. Apesar de querer jogar mais, acho que esse término foi a melhor coisa que poderia ter acontecido, pois o jogo é um teste para cardíacos. Incrível! Simplesmente incrível!

Detalhes importantes a serem apontados: nem tudo são flores. Dentro do cenário a interação era limitada. Só era possível entrar em portas determinadas, o que pode decepcionar aqueles com senso de exploração mais aguçado. Mas temos que lembrar que se trata de uma demonstração. Importante dizer também que nenhuma sensação de desconforto foi sentida durante todo o teste. Uma experiência impressionante. Além do Vive, o jogo também será compatível com o Rift e o PlayStation VR.

Star Wars: Trials on Tatooine
No estande da VR Gamer, a primeira empresa de arcade de realidade virtual do Brasil, a primeira empresa de arcade de realidade virtual do Brasil, ficava anexo ao estande da ToyShow. Lá pudemos testar o jogo de realidade virtual de Star Wars: Trials on Tatooine, usando um HTC Vive.

O game começa em Tatooine, com um cenário bastante amplo. A Millenium Falcon pousa no ambiente e então R2-D2 desce. Tudo isso sempre com as instruções de Han Solo, indicando o que o jogador deve fazer. A sensação de realismo era constante. Parece de fato que o R2-D2 está ali, logo ao lado do jogador.

Logo após, dois Tie Fighters aparecem atirando na Millenium Falcon, que revida e destrói as duas naves. O interessante é que nessa cena, você está em solo de onde fica acompanhando toda a batalha, sendo guiado pelos sons dos tiros.

Han Solo então diz que a Millenium Falcon foi danificada no combate e caberá a você realizar o conserto, sendo o primeiro descer a plataforma emperrada da nave. Após realizar pequenas tarefas, você desce a plataforma e em seguida começam a vir os Stormtroopers, momento em que R2-D2 entrega a você um sabre de luz. Esse momento é incrível, pois dá de fato a sensação de que você está empunhando o sabre. Com um botão no polegar você liga o sabre e começa a usar ele para rebater os tiros dos soldados imperiais. Tudo isso com bastante precisão.

Os controles do Vive mais uma vez se mostraram bastante precisos e passando a sensação de que são uma extensão de nosso corpo. Palmas para a equipe de design do óculos, que mandou muito bem nesse ponto, crucial para o bom funcionamento do jogo.

Confira abaixo alguns dos vídeos que fizemos na BGS 2016 juntamente com a equipe do Video Game Data Base – VGDB, sendo um deles exatamente sobre o teste que fizemos do HTC Vive com o jogo Paranormal Activity, além de trailer do Star Wars: Trials of Tatooine.Nossa coluna de games tem o apoio da loja Press Start, localizada no Shopping Bosque dos Ipês aqui na nossa capital.




O jogo Brookhaven Experiment é um bom jogo de terror pra Vive também. Eu considero um dos mais assustadores.
Meu grande problema com o sistema é que os desenvolvedores estão muito tendenciosos a Wave Shooters. Claro que existem obras primas como o Space Pirate Trainer ou seu "irmão pobre" o A-10 VR, mas existem mais casos de wave shooters RUINS.
Porém jogos como o Onward ("CS pra Vive") e Rec Room são um ponto de esperança, ambos dependem de multiplayer online mas a experiência é incrível.
Segunda agora estava jogando paintball no Rec Room e saí do jogo pra sala comum e uma criança americana veio pedir pra que eu voltasse por que estava legal o jogo.
O paint ball é um dos jogos que eu mais retorno.
 
VRStudio CG em 23/09/2016 07:59:16
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.