A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

10/02/2014 06:22

Em Campo Grande, almoço com sabor da culinária mineira começa em R$ 10,00

Elverson Cardozo
Culinária mineira oferece do quiabo ao tutu. (Foto: Divulgação/Fogão Mineiro)Culinária mineira oferece do quiabo ao tutu. (Foto: Divulgação/Fogão Mineiro)

Os ingredientes são simples, mas o sabor é inconfundível. A culinária mineira conquista pelos aromas, e é por isso que sempre ganha novos apreciadores. Em Campo Grande, muita gente troca o churrasco com mandioca, preferência sul-mato-grossense, por um bom prato de arroz com carne suína, feijão tropeiro, quiabo, polenta e pernil, mas as opções, na cidade, vão além.

Veja Mais
Aproveitando época da guavira, chef ensina petit gâteou e brownie da fruta
Hamburgueria K Burguer traz deliciosas novidades

O Lado B foi atrás das opções. Almoçar em um restaurante mineiro, aqui, dependendo do local, custa menos de R$ 20,00, podendo chegar a R$ 10,00, caso o cliente encomende, por exemplo, um marmitex. Dos quatro estabelecimentos pesquisados pela reportagem, o Sabor de Minas, no Jardim Leblon, é o mais barato.

O Self service custa R$ 14,00, mas a comida típica só é feita às quartas-feiras. No cardápio tem pernil à pururuca, feijão tropeiro, quiabo (com frango, pequi e milho), polenta frita e couve refogada.

O Mineiro Malaquias faz concorrência, mas o restaurante fica do outro lado da cidade, no Jardim Tarumã, próximo ao Hospital Adventista do Pênfigo. Os proprietários adotaram o mesmo sistema na hora de servir, só que cobram mais caro: R$ 17,00 pelo almoço, de segunda a sexta-feira.

Aos Sábados, domingos e feriados é R$ 20,00, mas o preço pode cair para R$ 10,00. É só montar o marmitex. A comida é servida em um fogão à lenha, pelo próprio freguês.

No Malaquias, os clientes também têm à disposição as delícias da culinária mineira, mas há um diferencial: o rodízio de churrasco. É uma mistura bem regional que, aliás, tem agradado.

Restaurante Mineiro Malaquias, no Tarumã. (Foto: Cleber Gellio)Restaurante Mineiro Malaquias, no Tarumã. (Foto: Cleber Gellio)

Entre os que cobram por quilo tem o Fogão de Minas, no Centro. A tabela começa em R$ 42,50, mas o sabor da culinária típica é garantido. Tem tutu de feijão, frango caipira com quiabo, torresminho, couve com bacon, entre outros pratos.

O Fogão Mineiro cobra R$ 3,50 a menos, R$ 39,00, mas o restaurante fica bem longe da maioria, no Shopping Bosque dos Ipês, saída para Cuiabá, ainda assim, dos pesquisados, é o que oferece mais opções.

No cardápio tem arroz com carne suína, feijão tropeiro, quiabo, abobrinha, couve refogada, maxixe, chuchu, abóbora cabotia, mandioca, frita costelinha de porco, e tutu mineiro e até canjiquinha.
Confira os endereços, horários e dias de atendimento:

- Sabor de Minas
Avenida Marechal Deodoro, 588, Jardim Leblon.
Funcionamento: De segunda a sexta, das 10h30 às 14h30. Sábados, domingos e feriados das 10h30 às 15h.
Contato: (67) 3380-0906

- Mineiro Malaquias
Rua Verde Louro, 31, bairro Tarumã (antes do Hospital Adventista do Pênfigo).
Funcionamento: Todos os dias, das 10h30 às 14h e das 18h às 23h.
Contato: (67) 3373-1939

- Fogão de Minas
Rua Dom Aquino, 2200, Centro.
Funcionamento: De segunda a sexta, das 11h às 14h30. Sábado, domingo e feriado, das 11h às 15h30.
Contato: (67) 3026-2627

- Fogão Mineiro
Shopping Bosque dos Ipês - Avenida Cônsul Assaf Trad, 4796, Loja 262.
Funcionamento: De segunda a sexta, das 11h às 14h30. Sábado, domingo e feriado, das 11h às 15h30.
Contato: (67) 3355-7082.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.