A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

24/05/2015 07:12

Melhores amigos desde os 6 anos de idade abrem bar com feijoada, caldos e música

Naiane Mesquita
Melhores amigos desde os 6 anos de idade abrem bar com feijoada, caldos e música

Aproveitar a noite ouvindo a banda brasileira Charlie Brown Jr., experimentando uma porção de pastéis e descobrindo nas paredes o passado em discos de vinil originais do eterno Beatle, Paul McCartney. A proposta do bar Só Se For Aghora, aberto há duas semanas na avenida Bom Pastor é inspirada no mundo da música, em suas variadas sonoridades.

Veja Mais
Manga Park comemora 1 ano com descontos, música ao vivo e atrações para crianças
Bar serve comida alemã e cliente ainda pode conhecer fábrica de cerveja

Melhores amigos desde os 6 anos de idade abrem bar com feijoada, caldos e música

O local é resultado de uma amizade antiga, entre os sócios Ivanildo Nóbrega dos Santos, 35 anos, e Diogo Paulino de Queiroz, de 34. Em plenos anos 80, no bairro Maria Aparecida Pedrossian, os dois se tornaram vizinhos e pouco tempo depois inseparáveis.

Em meio ao futebol e aos jogos de bets nas ruas do bairro, eles construíram um companheirismo que perdura há 28 anos e se transformou no Só se for Aghora. "Sempre foi um sonho nosso ter o próprio negócio. O Diogo chegou a ter uma choperia há um tempo, mas eu segui a carreira administrativa no ramo do agronegócio. Nunca tinha me envolvido com bar, restaurante", conta Ivanildo.

Apesar de amigos, os dois nunca pensaram que seriam sócios um dia. "Os sonhos andaram separados. Mas, de uns quatro anos para cá, começamos a pensar mais no assunto", explica Diogo.

Empolgados com a oportunidade, os dois resolveram unir as experiências e investir. Como a verba era curta, foi preciso optar pelo "faça você mesmo". "Nós fizemos muita coisa aqui, o telhado, o deck. Muita gente não acredita, mas deu um trabalho fazer isso aqui", ri Ivanildo.

Nem mesmo os acidentes de percurso desanimaram a dupla. "O telhado originalmente deveria ser de acrílico e tinha uma palmeira super bonita e grande que já estava no terreno e saia por uma abertura do terreno ao teto. Muito legal. Pouco tempo antes da gente abrir, caiu um temporal na cidade e levou a palmeira junto. Destruiu tudo. Tivemos que refazer toda a cobertura", relembra.

No fim há males que vem para o bem. "Aproveitamos para fazer algo mais rústico. Largamos mão do acrílico e investimos nesse telhado de madeira, que inclusive foi a gente que fez, assim como as luminárias", garante, orgulhoso.

Melhores amigos desde os 6 anos de idade abrem bar com feijoada, caldos e música

De origem mais simples, os dois afirmam que aprenderam a arte de construir em casa. "Quando eramos mais jovens, a gente fazia esses trabalhos mesmo. Pelo menos para ser orelha a gente deve servir", brinca Ivanildo.

No bar, acompanhando o clima intimista, os sócios criaram porções que atendem a família, normalmente de 1 kg. Os preços variam de R$ 11 para um petisco de mortadela de frango, a R$ 44, para um filé de tilápia. A batata, tradicional petisco de botequim, de 1 kg, sai por R$ 21.

"Nossa ideia é sempre trazer coisas novas para o bar. Trouxe uma cozinheira que já trabalhou comigo em outros empreendimentos e temos tido um retorno positivo", aponta Diogo.

Um dos diferenciais são as promoções e a feijoada, self service e realizada todos os sábados por R$ 20. Além disso, o bar realiza atualmente um festival de caldos, pelo preço de R$ 9,90 e nas quintas, sextas e sábados, um músico aproveita para animar ao vivo a noite.

"É um dos nossos carros chefes também. A música está na parede, com os vinis, no cuidado da escolha da playlist que toca no bar e contempla todos os estilos e também nos shows ao vivo, que é uma coisa que o campo-grandense adora e pede muito", acredita Ivanildo.

Melhores amigos desde os 6 anos de idade abrem bar com feijoada, caldos e música

No período que o Lado B ficou no local tocou do pop ao rock, passando por grandes clássicos dos dois gêneros. Menos, sertanejo.

Ivanildo se defende. "Não temos essa ideia de ser um bar pop rock. Queremos dar espaço para todo mundo, mas tem cliente nosso que implora para a gente não tocar sertanejo".

O bar Só se for Aghora fica na rua Bom Pastor, 700. O atendimento é a partir das 18 horas, mas a música ao vivo começa às 20h30. 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.