A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

09/02/2014 09:08

Restaurante italiano faz festivais para mostrar gastronomia de regiões

Anny Malagolini
Risoto custa R$ 45,00 (Foto: Marcos Ermínio)Risoto custa R$ 45,00 (Foto: Marcos Ermínio)

Comer massa ainda é uma das principais opções para casais em busca de um jantar romântico, além de comemorações em família, e nem sempre tudo acaba em pizza. Valmir Vieira, de 41 anos, do restaurante “Giro na Itália”, tem promovido festivais para mostrar o que há de diferente em cada região italiana. Na primeira edição, que aconteceu no fim do mês de janeiro, o restaurante desvendou a culinária da Calábria, região sul.

Veja Mais
Bar serve comida alemã e cliente ainda pode conhecer fábrica de cerveja
Mistura de peruana com oriental, tendência para 2017 é cozinha que une 2 países

O chef explica que por lá, a berinjela e os frutos do mar, por exemplo, são típicos. Para contemplar essas diferenças regionais dentro da Itália, o cardápio para homenagear a Calabria teve polenta grelhada com bacalhau gratinado e misto de folhas nobres, para a entrada. No prato principal, a massa ganhou tomate cereja, berinjela em cubos marinada no vinagre, filé mignon, mussarela fresca e manjericão.

“Acrescentamos a carne pelo gosto do sul-mato-grossense, pois o prato original não leva o ingrediente”, explica Valmir. De sobremesa foi preparado o Bocconoti, que é uma mini tartalete recheada de chocolate, amêndoas e raspa de limão siciliano, servido com sorvete de pistache.

A cada mês, um dia da semana será escolhido e serão elaborados pratos de uma região italiana, incluindo entrada, prato principal e sobremesa, tudo por R$ 50,00, por pessoa.

A data do próximo festival ainda não foi definida, mas segundo o chefe, certamente será no final do mês de fevereiro e a culinária da Toscana ou da Lombardia será escolhida. “ As pessoas acham que é só macarrão, mas não, lá se come diferente”, explica porque o restaurante criou o evento.

Para o Lado B, Valmir ensina um dos pratos mais tradicionais da Itália, o risoto, que no Brasil ganhou o filé mignon como acompanhamento, o que segundo ele é coisa de brasileiro. “É um costume misturar o arroz com a carne. Lá o risoto é servido sozinho e a carne seria um segundo prato acompanhado de outra guarnição”, explica. No cardápio da casa, o prato custa R$ 45,00 e serve uma pessoa. Ele fica pronto em 15 minutos. Anote:

Ingredientes carne:

200 gramas de filé mignon
sal grosso, tomilho e pimenta branca

Modo de fazer:

Coloque a carne na frigideira para “selar”, até dourar. Coloque no forno por 10 minutos em temperatura máxima e estará pronto.

Ingredientes risoto:

1/4 de cebola picada
2 colheres (sopa) de manteiga
1 xícara (chá) de arroz arbóreo
1/2 xícara (chá) de vinho branco seco
3 xícaras (chá) de caldo de galinha
6 pistilos de açafrão
3 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado na hora
1 colher (sopa) de manteiga

Modo de fazer:

Coloque o caldo de galinha numa leiteira e leve ao fogo alto. Quando ferver, abaixe o fogo. Acrescente o açafrão no caldo, fazendo uma infusão. Numa panela, aqueça a manteiga em fogo médio. Junte a cebola picada, mexendo bem para não queimar. Assim que a cebola ficar transparente, acrescente o arroz e refogue por uns 2 minutos, mexendo sempre. Acrescente o vinho e mexa até evaporar. Coloque 1/3 do caldo de galinha com o açafrão (que deve estar bem quente), e misture bem. Não é necessário mexer continuamente. Quando o caldo começar a secar, acrescente mais 1/3 de caldo. Quando o arroz estiver secando novamente, acrescente a última parte do caldo e mexa bem. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Quando o risoto estiver bem cremoso, desligue o fogo e acrescente a manteiga e o parmesão ralado. Misture bem e sirva a seguir.

O restaurante fica na rua Antônio Maria Coelho, 3.210, e funciona de segunda a quinta, das 19 as 00 hora. As sextas e sábados o horário se estende até à 1 hora.

Prato preparado pelo chefe Valmir Vieira (Foto: Marcos Ermínio)Prato preparado pelo chefe Valmir Vieira (Foto: Marcos Ermínio)
Massa típica da Calábria (Divulgação)Massa típica da Calábria (Divulgação)
Sobremesa foi servida com sorvete de pistache  (Divulgação)Sobremesa foi servida com sorvete de pistache (Divulgação)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.