A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

05/12/2015 10:16

Com investimento de R$ 2,7 bi, termelétricas recebem licenças prévias

Renata Volpe Haddad
Secretário assinou ontem (4) licenças prévias para instalação de 10 usinas no interior do Estado. (Foto: Semade/ Divulgação)Secretário assinou ontem (4) licenças prévias para instalação de 10 usinas no interior do Estado. (Foto: Semade/ Divulgação)

Licenças Prévias para instalação de 10 usinas termelétricas (UTEs) de biomassa a serem instaladas nos municípios de Ribas do Rio Pardo, Aparecida do Taboado e Sonora, foram entregues pelo secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Elias Verruck aos grupos Guarany Energética, Eldorado, Florestas do Paraná Energia e Cia Positiva de Energia, na manhã de ontem (4).

Veja Mais
Decreto destina 10% de recursos do Imasul a fundo de preservação das águas
Imasul lança manual e sistema on-line que gerenciam utilização de água

O investimento previsto nesses 10 empreendimentos é de R$ 2,760 bilhões, com potencial de geração de energia de 535,75 Megawatts.

As empresas que receberam as licenças, participam do Leilão A-5 2016 da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), que vai ser realizado dia 5 de fevereiro de 2016. A entrega dos licenciamentos foi feita no gabinete do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul).

De acordo com Verruck, no planejamento estratégico do governo estadual para a diversificação da economia, o setor de florestas desempenha um papel muito importante. "Nos últimos 11 meses, nós trabalhamos na disseminação do Cluster Florestal em Mato Grosso do Sul, que nada mais é do que o aproveitamento ao máximo do potencial econômico oferecido pelo maciço florestal existente no Estado", afirmou o secretário.

Ainda segundo ele, em Mato Grosso do Sul, atualmente são 900 mil hectares de eucalipto plantados que em sua maior parte são consumidos pelas indústrias de celulose e papel. "Já teremos plantas industriais que vão atuar no setor moveleiro, com produção de MDF e agora viabilizamos a instalação de 10 usinas termelétricas que vão produzir energia a partir de derivados de madeira e biomassa”, alegou.

No Estado, conforme informações das empresas do setor florestal, existe uma produção excedente de cerca de 360 mil hectares de eucalipto. “Quando nós identificamos esse excedente, saímos em busca de empreendedores para mostrar o potencial existente e as vantagens competitivas do nosso Estado. Obtivemos êxito e agora teremos 10 usinas de biomassa que serão instaladas em Mato Grosso do Sul. Juntas, elas deverão consumir 225 mil hectares, ainda assim teremos 135 mil hectares excedentes disponíveis para outros empreendimentos”, explicou.

As 10 usinas termelétricas que participam do leilão deverão gerar 900 empregos diretos no período de obras e 250 na fase de operação. 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions