A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

30/03/2013 17:59

Em quatro dias, PMA recolhe 67 redes de pesca ilegais no rio Paraná

Nícholas Vasconcelos
Redes proibidas foram recolhidas do lado da Usina Sérgio Motta. (Foto: Divulgação)Redes proibidas foram recolhidas do lado da Usina Sérgio Motta. (Foto: Divulgação)

Em quatro dias de operação Semana Santa, a PMA (Polícia Militar Ambiental) já recolheu 67 redes de pesca ilegais no lago da Usina Sérgio Motta, no rio Paraná. As redes proibidas já somam 4,5 km.

Veja Mais
Em 7 dias, choveu 56% do esperado para o mês em município do interior
Quinta-feira de tempo instável, com chuvas durante todo o dia e máxima de 37ºC

A última apreensão foi na manhã de hoje, quando foram retiradas 30 redes de pesca medindo 1,7 km. Nelas, os policiais encontraram diversos peixes que foram soltos.

Ontem, foram retiradas 20 redes e na quarta-feira (27) outras 17 malhas. Em nenhuma dessas apreensões os proprietários foram identificados.

De acordo com a PMA, o uso de redes de pesca é muito comum na região já nos lagos este petrecho é permitido para o pescador profissional, desde que identificado e com malha de tamanho de 140 milímetros. No entanto, muitos pescadores profissionais armam redes com malha menor à permitida e sem identificação, além de pescadores amadores utilizarem estes petrechos sem previsão legal, o que é crime ambiental.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions