A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

14/05/2013 10:11

Fazendeiro desmata 12 hectares de área rural e é multado em R$ 60 mil

Mariana Lopes
Área desmatada (Foto: PMA)Área desmatada (Foto: PMA)

Acusado de exploração de madeira e de desmatar duas áreas de 12 hectares, localizadas na região rural de Sidrolândia, cidade distante 71 quilômetros de Campo Grande, um fazendeiro foi autuado pela Polícia Militar Ambiental e terá que pagar multa de R$ 60 mil.

Veja Mais
Tempestade e fortes ventos devem atingir MS nesta quarta, alerta instituto
Durante a chuva de terça-feira, 69 mil raios atingiram Mato Grosso do Sul

Durante fiscalização na tarde de ontem (13), a polícia constatou que algumas árvores eram serradas em tábuas e vigas com motosserras. Entre as madeiras, foi encontrada aroeira, que é espécie protegida por lei.

A PMA explica que a portaria 83-N de 1991 do IBAMA proíbe o corte da aroeira e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Inclusive, em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas.

De acordo com a PMA, o proprietário da fazenda, residente em Sidrolândia, foi multado, além da exploração ilegal da madeira, também por degradação de área de preservação permanente e responderá por estes crimes.

A pena para exploração ilegal de aroeira é de um a dois anos de reclusão. O fazendeiro ainda responderá por crime ambiental de destruir área de preservação permanente. Neste caso, a pena é de uma a três anos de detenção.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions