A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

30/03/2012 10:55

Ibama e Polícia apreendem guariroba que era vendida a indígenas

Paula Maciulevicius

Produtos eram repassados aos indígenas no Mercadão Municipal e revendidos pelo dobro do preço

Palmito vai ser doado, segundo o Ibama. (Foto: Marlon Ganassin)Palmito vai ser doado, segundo o Ibama. (Foto: Marlon Ganassin)

Operação do Ibama e da Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Proteção ao Turista), apreendeu na madrugada desta sexta-feira (30), 100 unidades de palmito Guariroba que seriam entregues aos indígenas no Mercadão Municipal.

O dono dos palmitos, Ronie Alves dos Santos, foi multado em R$ 1.156,00. Ele estava com a caminhonete completamente carregada no momento da apreensão. Segundo o Ibama, Ronie vinha semanalmente da região de Sidrolândia e deixava a mercadoria com os indígenas.

Conforme o Ibama informou, ele vendia a unidade do palmito a R$ 9 e, segundo informou ao órgão, os indígenas revendiam por R$ 18 e até R$ 20.

Além da multa, o Ibama e a Decat apreenderam a caminhonete usada para o transporte.

O veículo está no pátio do Ibama e deve ser repassado para doação, assim como toda a carga de palmito, que também será doada.

A retirada desse tipo de palmito da natureza é considerada crime ambiental.




Pois é... desde criança vejo venderem guariroba no Mercadão Municipal.
Agora é crime ambiental...

Na realidade, esse senhor, não deve estar portando a guia florestal, pois com certeza
esse plantio não é nativo, pois, desconheço que exista tão grande quantidade para ser cortada de uma só vez.

Agora, índios e o senhor da caminhonte seráo processados...

é o Nosso País...

 
Silvio Pedro em 30/03/2012 05:29:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions